Cientistas portugueses confirmam teoria de Einstein com estrela em redor de buraco negro

ESO / Wikimedia

Sagitário A*

Vários investigadores, incluindo portugueses, verificaram, pela primeira vez, que uma das estrelas em redor de um buraco negro ‘supermassivo’ no centro da Via Láctea se movimenta tal como o previsto na Teoria da Relatividade Geral de Einstein, foi hoje divulgado.

A estrela é a S2, que faz parte de um aglomerado estelar que existe em torno do buraco negro Sagitário A, localizado a 26 mil anos-luz do Sol e que terá quatro milhões de massas solares.

Segundo o Observatório Europeu do Sul, que opera o telescópio no Chile com que foram feitas as observações e que hoje divulgou em comunicado os resultados da investigação, a órbita desta estrela tem a forma de uma roseta e não a de uma elipse, como prevê a clássica Teoria da Gravitação do físico Isaac Newton, de 1687.

“Descobrimos que o movimento de uma estrela em torno desse buraco negro não é uma órbita fechada, isto é, não é um caminho em que o fim e o início são o mesmo ponto, descrito periodicamente”, disse à Lusa um dos investigadores portugueses envolvidos no estudo, Paulo Garcia, do Centro de Astrofísica e Gravitação (Centra) do Instituto Superior Técnico, em Lisboa.

De acordo com Paulo Garcia, que também lecciona na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, a órbita da estrela S2 “é um caminho tipo figura roseta”, uma “órbita aberta, compatível com a Relatividade Geral” publicada pelo físico Albert Einstein em 1915.

Os resultados da investigação, que implicou fazer medições precisas da órbita da estrela durante cerca de 30 anos a partir das observações realizadas com o telescópio VLT, foram publicados na revista da especialidade Astronomy & Astrophysics. O trabalho mobilizou uma equipa científica internacional, nomeadamente de Portugal, França e Alemanha.

Além de Paulo Garcia, estiveram envolvidos os investigadores do Centra António Amorim e Vítor Cardoso.

A equipa portuguesa participou nas mais de 330 medições da posição da estrela, que completa uma órbita na proximidade de Sagitário A ao fim de 16 anos, mas também no “desenho e construção” de um componente de um instrumento do telescópio VLT que permite “obter imagens do ambiente próximo do buraco negro”, adiantou António Amorim, citado num comunicado do Centra.

À Lusa, Paulo Garcia explicou que a órbita da estrela S2, uma das mais próximas do buraco negro Sagitário A, “está associada ao mecanismo físico denominado precessão”, que, no caso, “está ligado à deformação do espaço-tempo pelo buraco negro”.

A deformação do espaço-tempo provocada por um buraco negro, corpo extremamente denso e escuro no centro das galáxias de onde nada escapa, nem mesmo a luz, é descrita pela Teoria da Relatividade Geral de Einstein.

“O efeito da deformação do espaço-tempo é ‘puro’ e dá um puxão extra à estrela no ponto de maior aproximação do buraco negro, fazendo com que a órbita não volte ao ponto inicial e realize a figura de roseta”, assinalou Paulo Garcia.

Segundo o docente, a teoria da gravitação clássica, ao contrário da moderna de Einstein, “é incapaz de explicar este fenómeno sem invocar um terceiro corpo (que seria um segundo buraco negro) ou uma nuvem de matéria escura massiva que se desconhece”.

Contudo, para o investigador, “por muito espectacular que a Relatividade Geral seja, a maioria dos físicos acredita que esta não é a última teoria da gravidade”.

“Testar a teoria [de Einstein] no limite da curvatura imensa do espaço-tempo que é a região perto do horizonte do buraco negro ‘supermassivo’ [Sagitário A] no centro da galáxia [Via Láctea] é uma maneira de chegar a essa nova física”, sustentou.

Por isso, os cientistas pretendem aprofundar os seus estudos, medindo a órbita da estrela S2 ainda com maior exactidão, procurando estrelas em órbitas mais próximas de Sagitário A e analisando o que desencadeia as explosões em redor do buraco negro.

  // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Cientististas gostam de um CGI (Computer Grafics Imaginary)

    Eu faço uma aposta com qualquer um deles, de pegar um telescópio mais potente do nosso planeta apontar pro céu e mostrar um bucaco negro, um planeta, qualquer, com tanta resolução

    Quem tem isso é só a NASA, isso não é ciência quando não dependemos da gente mesmo para constatar.

    Quem apontar pro céu um telescópio potente vai constatar, nada tem haver com aquilo que a NASA mostra, nem nas fotos CGI nem em lugar nenhum

  2. Resumindo nesse mundo, todo mundo tem que se expressar e pensar iguais, se não nem aparece seu pensamento, isso é uma grande democracia

    Gosto investigar tudo, se não dá para se comprovar numa sala de ciência pra todos ali ver, isso pra mim não é ciência é fé.

    Só uma coisa pra pensar, se fora do nosso planeta existe milhares de satélites de telecomunicações orbitando o nosso planeta sobre linha do equador mais fácil ainda é só apontar o telecopio ali, porque não aparece nenhum satélite perto em nenhuma foto da NASA, já que as fotos dela tem tanta resolução.

    Daqui de baixo aposto novamente a qualquer um apontar pro céu e observar um satélite qualquer e tirar uma foto, a unica coisa provavel de se conseguir é é mostar uma balão traparente do tipo usado pelo google, pra enviar sinais de internet para localidades onde o sinal é fraco ou não existe.

    O resto das telecomunicações entre paises são feitas por cabos submarinos.

    Se fosse por satélites o proprio google não precisaria gastar fortunas soltando balões pra refletir o sinais pra baixo, era apenas alugar algum já existente fora do planeta, (se é que existe)

    • Meu caro, se você fosse gostasse mesmo de “investigar tudo”, comprava um telescópio básico, nem é preciso grande coisa, e consegue sim ver vários satélites, e sobretudo a estação espacial internacional, se souber onde apontar. E como saber onde apontar? Bom, senão tiver com vontade de pesquisar muito, pode instalar um programa chamado Stellarium (gratuito e de código aberto, procure no Google), que ele diz-lhe onde está tudo. Depois é só pegar no seu telescópio e apontar. Obviamente nunca fez tal coisa, e depois vem para aqui debitar tolices que viu no YouTube. Forte abraço e força nas suas investigações com o telescópio (não com o YouTube, ok?).

  3. «…todo mundo tem que se expressar e pensar iguais, se não nem aparece seu pensamento, …»
    Pois é, Carlos, você disse tudo. E ainda por cima com um português quase indecifrável, não precisa acrescentar mais nada.

RESPONDER

O "telescópio que comeu a astronomia" vai olhar para a Idade das Trevas do Universo

Astrónomos da NASA vão usar o Telescópio Espacial James Webb para olhar para trás no tempo até à Idade das Trevas do Universo. Alguns chamaram o Telescópio Espacial James Webb da NASA de "telescópio que comeu …

Estudo da Universidade do Minho defende legalização da prostituição em Portugal

Um estudo de um investigador da Universidade do Minho (UMinho) defende a legalização da prostituição em Portugal e denuncia a “ineficácia do modelo abolicionista” em vigor desde 1983, anunciou esta quinta-feira aquela academia. Em comunicado, a …

Dispositivo vestível impresso a 3D não precisa de ser carregado

Um grupo de especialistas desenvolveu um dispositivo vestível a que chamaram “dispositivo biossimbiótico”, que conta com vários benefícios. O novo dispositivo é impresso em 3D, personalizado e baseado em análises corporais dos utilizadores e ainda pode …

Microsoft encerra o LinkedIn na China devido às restrições locais

A Microsoft informou esta quinta-feira que irá encerrar a rede profissional LinkedIn na China até ao final do ano, justificando a decisão com a existência de um "ambiente operacional difícil", segundo a agência France-Presse (AFP). O …

Ceni anunciado mas adeptos avisam: "Só será treinador se falar connosco antes"

Mudança de treinador no São Paulo: saiu Crespo e regressou a "lenda" do clube, Ceni. Mas há palavras que não se esquecem... Mais uma mudança de equipa técnica no Brasileirão. Desta vez no São Paulo, que …

No Japão, milhares de idosos morrem sozinhos. Agora, um sistema ajuda na deteção de cadáveres nas casas

Monitorização dos edifícios permite perceber se há movimento dos ocupantes dentro das casas. Desta forma, é mais fácil evitar que corpos em decomposição permanecem no local ao longo de muito tempo. O Japão é um dos …

"Nunca tive tanto medo na minha vida". Ruth estava a dormir quando meteorito lhe caiu na cama

A mulher ficou assustada com o incidente, mas acabou por sair ilesa. Agora, pretende recuperar dos danos causados e admite que quer conservar a pedra. Parece ficção, mas a história aconteceu na cidade de Golden, no …

Corrida ao peru de Natal. Britânicos temem não ter a iguaria na mesa - e a culpa é do Brexit

No Reino Unido, há falta de mão de obra na agricultura e a criação de perus está a ser uma das áreas mais afetadas. Procura da iguaria natalícia já aumentou. Na quinta "Flower Farm", no coração …

Paulo Rangel vai candidatar-se à liderança do PSD "independentemente de qualquer calendário"

O eurodeputado Paulo Rangel vai anunciar que se candidata à liderança do PSD numa intervenção no perante os conselheiros esta noite. Paulo Rangel quer candidatar-se à liderança do PSD, segundo avançaram o Observador e a TVI. …

México venceu, apesar de não deixarem os jogadores dormir

Adeptos de El Salvador acrescentaram um episódio à rivalidade com o México. Corona começou no banco mas entrou logo aos 20 minutos. O México continua o seu percurso vitorioso rumo à fase final do Mundial 2022. …