Os cientistas já calcularam quanto tempo falta para o apocalipse

 

NASA Goddard Space Flight Center / Flickr

Uma "erupção gigantesca carregada de sais" que poderia acabar com a camada de ozono e provocar um apocalipse vulcânico.

Uma “erupção gigantesca carregada de sais” que poderia acabar com a camada de ozono e provocar um apocalipse vulcânico.

Os cientistas vaticinam que, um dia, a vida humana terrestre terá um fim – e até já fizeram alguns cálculos sobre quando isso poderá acontecer.

Os seres humanos já sobreviveram a inúmeras catástrofes, naturais ou por eles próprias provocadas, e existem há 3,5 mil milhões de anos. Mas a ciência prevê que o apocalipse, que erradicará a vida humana da Terra para sempre, pode de facto acontecer. E há até ideias quanto ao prazo em que isso se pode verificar, conforme uma análise feita pela BBC.

O apocalipse vulcânico é uma dessas situações que os cientistas vaticinam poder vir a acontecer no prazo de 0 a 100 milhões de anos. Está em causa uma “erupção gigantesca carregada de sais” que poderia acabar com a camada de ozono, algo que é certo que vai acontecer, segundo aponta o geólogo Henrik Svensen, da Universidade de Oslo, na Noruega, citado pela BBC.

Don Davis / NASA

Um choque de asteróides terá contribuído para a extinção dos dinossauros e poderá fazer o mesmo à espécie humana.

Um choque de asteróides terá contribuído para a extinção dos dinossauros e poderá fazer o mesmo à espécie humana.

O choque de asteróides é outra realidade que os cientistas perspectivam poder ocorrer dentro de 450 milhões de anos. Uma colisão similar terá contribuído para a extinção dos dinossauros e poderá fazer o mesmo à raça humana.

O congelamento do núcleo da Terra levaria o nosso planeta a perder o seu campo magnético e a atmosfera e é uma possibilidade no prazo de 3 a 4 mil milhões de anos, segundo estudos científicos. Há pesquisadores que defendem que o campo magnético em torno da Terra desvia partículas prejudiciais que são lançadas pelo Sol, pelo que a sua inexistência causaria a extinção da vida como a conhecemos.

A erupção de raios gama é um fenómeno que os cientistas acreditam poder tornar algumas zonas da Terra absolutamente inabitáveis e que prevêm poder acontecer dentro de 500 mil anos. Ou nunca! Estas erupções são essencialmente explosões no espaço, nomeadamente quando duas estrelas chocam uma contra a outra, e podem prolongar-se por segundos ou por minutos. Uma situação potencialmente mais demorada poderia destruir a camada de Ozono da Terra, o que deixaria os humanos mortalmente expostos aos raios ultravioletas.

NASA

A erupção de raios gama é um fenómeno que os cientistas acreditam poder tornar algumas zonas da Terra absolutamente inabitáveis

A erupção de raios gama é um fenómeno que os cientistas acreditam poder tornar algumas zonas da Terra absolutamente inabitáveis

As estrelas errantes são outro fenómeno potencialmente apocalíptico que os cientistas vaticinam poder ocorrer dentro dos próximos 1 milhão de anos, colocando astros em rota de colisão com a Terra.

Aliás, este tipo de ocorrência terá já acontecido, há 70 mil anos, de acordo com um estudo da Universidade de Rochester, nos EUA, segundo cita a BBC, notando que “por volta da época em que os primeiros hominídeos saíram da África, um planeta-anão vermelho chamado Scholz deu um passeio pela área mais remota do Sistema Solar, onde se localiza a nuvem de Oort, um amontoado de blocos de gelo que circula longe dos restantes planetas”.

E se for a própria vida a terminar com a vida humana?

Essa circunstância, que poderá soar estranha, é, na verdade, um dado recorrente da história das espécies e pode acabar com os seres humanos no prazo de 500 milhões de anos, acredita o paleontólogo Peter Ward, da Universidade de Washington, em Seattle.

Peter Ward / ecoagile.net

Hipótese de Medeia: A Natureza tem uma irmã gémea maléfica

Hipótese de Medeia: A Natureza tem uma irmã gémea maléfica

A hipótese de Medeia, defendida por este cientista, destaca que novas formas de vida poderão acabar com a vida que existe actualmente. Peter Ward faz referência a fenómenos passados, nomeadamente quando, há 450 milhões de anos, as plantas alteraram a composição do solo provocando a era glaciar. O cientista vaticina assim que, com o crescente aquecimento do Sol, as plantas vão perder a capacidade de fotossíntese, o que levará à sua morte e à consequente extinção da vida animal.

O Sol, ou mais concretamente, a sua expansão, é outro fenómeno potencialmente apocalíptico apontado pelos cientistas como provável no prazo de entre 1 e 7,5 mil milhões de anos. Os cientistas prevêm que dentro de 5 mil milhões de anos o Sol vai começar a expandir-se e que daqui a 7,5 mil milhões de anos engolirá por completo a Terra.

Num cenário tal, apenas os microorganismos super-resistentes sobreviveriam. O que leva à conclusão de que só a tecnologia poderá salvar a raça humana – se esta ainda andar por cá.

ZAP

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Com noticias desta espécie não nos vale a pena gastar dinheiro em medicações para aumentar o tempo de vida. No entanto um milhão de anos nãoé assim tão preocupante. Só que acabar é o destino de tudo, principalmente a vida. Ao fim e ao cabo morre-se todos os dias, alguns morrem à nascença e até há quem nasça morto.
    Já para não falar daqueles que nunca deveriam ter nascido. Penso eu. E não estou preocupado.

  2. O Universo só existe há 12 mil milhões de anos. Toda as referências a biliões são erros de tradução; graves aqui.

  3. Já que estamos numa de corrigir, sugiro mais uma: na legenda “Um choque de asteróides terá contribuído para a extinção dos dinossauros e poderá fazer o mesmo à raça humana.” em vez de “raça” deveria estar “espécie”. Nós, enquanto “humanos”, somos uma espécie. Uma espécie que tem diversas raças.

  4. O fim da terra será com a 2. vinda de Cristo (este acontecimento é referido no novo testamento mais de 50 vezes). Na 1.ª vinda também existiam várias profecias relativamente à Sua vinda.

  5. “Os seres humanos já sobreviveram a inúmeras catástrofes, naturais ou por eles próprias provocadas, e existem há 3,5 mil milhões de anos.”

    Estarão a referir-se aos prokaryotes ? É que a espécie Humana anda por cá há muito menos tempo que isso.

    Mamíferos nos últimos 200 milhões de anos apenas…

    Obrigado pelo artigo.

RESPONDER

Gabinetes dos novos membros do Governo custam 71 milhões de euros

O novo Governo terá 70 gabinetes no total, que representarão uma despesa anual de, pelo menos, 71 milhões de euros aos cofres públicos, mais sete milhões de euros do que o último. O primeiro-ministro, António Costa, …

Fim do cessar fogo na Síria. Turquia ameaça que milicianos curdos no terreno serão abatidos

O período de cessar-fogo de 120 horas acordado entre a Turquia e os Estados Unidos (EUA) para permitir que as milícias curdas saiam do nordeste da Síria termina esta terça-feira, pelas 19:00 (20:00 em Lisboa), …

Ministro adjunto cabo-verdiano encontrado morto no gabinete

O ministro adjunto do primeiro-ministro de Cabo Verde para a Integração Regional, Júlio Herbert, foi encontrado morto, esta segunda-feira, no seu gabinete, no Palácio do Governo, na Praia, confirmou fonte governamental. Elementos da Polícia Nacional cabo-verdiana …

"Risco de desvio significativo" nas contas do Governo. Bruxelas com reservas sobre esboço do OE2020

A Comissão Europeia (CE) pediu esta terça-feira ao Governo português que apresente uma versão atualizada do projeto orçamental para 2020 “tão cedo quanto possível”, observando que o ‘esboço’ recebido aponta para o risco de um …

Goldman Sachs. Funcionário acusado de divulgar informação em troca de dinheiro

Bryan Cohen, vice-presidente de um dos departamentos do Goldman Sachs, foi acusado de tirar proveito de um esquema que gerou alegadamente cerca de 2,3 milhões de euros em lucros ilegais. Nos últimos 18 meses, dois funcionários …

Encontrada carruagem romana milenar com restos fósseis dos cavalos

Uma equipa de arqueólogos do Museu da Cidade de Vinkovci e do Instituto da Arqueologia de Zagreb, na Croácia, encontrou uma carruagem romanda de duas rodas com os corpos fossilizados de dois cavalos. Os especialistas consideram …

Caos no Chile. Governo anula aumento do preço do metro que iniciou protestos

O Governo do Chile anulou esta segunda-feira o aumento do preço dos bilhetes do metropolitano, depois de a medida ter provocado violentos protestos que se generalizaram no país. Esta terça-feira, com apenas uma linha do metro …

Deputado do PSD apela a Marcelo a que não dê posse a Cabrita até bombeiros receberem pagamentos em atraso

O deputado do PSD Duarte Marques, que costuma tratar dos assuntos da Proteção Civil, apelou esta segunda-feira ao Presidente da República par não dê posse ao ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, enquanto o Estado …

Cientistas "ressuscitaram" o gene que fez nascer a malária

O gene ancestral que fez nascer a doença mais mortal da História foi "ressuscitado" por cientistas, para que lhes fosse possível perceber a série de eventos que levou o parasita da malária a infetar humanos. A …

Governo anuncia acordo para dívida do sistema de ação social dos militares

Os ministérios da Defesa Nacional e das Finanças assinam “até ao final da semana” um acordo para a regularização de dívidas do Instituto de Ação Social das Forças Armadas (IASFA) aos prestadores de saúde, foi …