Os vikings andaram a vender bacalhau por toda a Europa

A análise de ADN extraído de restos de bacalhau da época medieval ajudou os cientistas a descobrir que os vikings comerciavam peixe em toda a Europa há mais de mil anos.

“O comércio de peixe começou a ligar diferentes partes da Europa nos tempos medievais. Hedeby foi um dos mais importantes centros de comércio no início da época medieval. Era um lugar onde o norte se encontrava com o sul, o cristão com o pagão, povos civilizados com bárbaros, que não reconheciam o dinheiro”, explica o cientista James Barrett da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, num artigo publicado na revista PNAS.

Nos últimos anos os cientistas descobriram muito sobre a vida na Europa e noutras partes do mundo nos tempos pré-históricos, antes da invenção da escrita, através da extração de ADN dos restos de seres humanos e de animais, numa espécie de “fusão” da química e arqueologia.

Os geneticistas, arqueólogos e químicos descobriram quando é que os seres humanos começaram a consumir leite e a criar gado, quando é que os europeus começaram a produzir queijo e cerveja e concluíram também que os primeiros vikings surgiram na Escandinávia há pelo menos 10 mil anos.

Barrett e os seus colegas descobriram mais um segredo da história antiga, ligado à chegada dos primeiros vikings, que prova a teoria popular de que os escandinavos eram originalmente comerciantes e tornaram-se conquistadores e piratas mais tarde.

Os cientistas chegaram a esta conclusão depois de terem analisado o ADN de restos de bacalhau encontrados em Hedeby – o maior centro de comércio no norte da Europa medieval, localizado no norte da Alemanha, junto à atual fronteira com a Dinamarca.

Devido ao clima fria e outras condições favoráveis, o ADN nos restos do bacalhau ficou bem preservado e os cientistas conseguiram descobrir onde é que o peixe tinha sido. Para grande surpresa, o peixe encontrado em Hedeby foi pescado a quase mil quilómetros dessa cidade antiga, perto das ilhas Lofoten, na Noruega, e nas águas antárcticas do Atlântico.

Segundo Barrett, a descoberta pode ser interessante por várias razões. Em primeiro lugar, os vikings começaram a secar bacalhau e a viajar grandes distâncias para o vender ou trocar por outras mercadorias no sul. Isso significa que os primeiros laços comerciais na Europa surgiram mais cedo do que os cientistas pensavam.

Mais do que isso, a descoberta prova que as tradições de produção do famoso bacalhau da Noruega surgiram nas ilhas Lofoten e não mudaram significativamente até hoje. Tudo isso faz com que o processo de transformação dos vikings de comerciantes pacíficos para guerreiros seja mais interessante, sublinham os cientistas.

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Não foram os vikings que surgiram à 10 mil anos, foram os escandinavos. Os vikings só tiveram o seu destaque do século 8 ao seculo 11 dc, pelos atos de expansão e conquista fora do seu local de origem.

  2. Meus caros, acredito que tenham tirado estas informações de fontes válidas. Mas a maneira com vocês espalham essas informações deixa muito a desejar.

    São os vikings que surgiram à 10 000 anos mas que na realidade só apareceram no século 8 dc , é o bacalhau que foi pescado nas lofoten no mar antártico porque misteriosamente as lofoten que hoje ficam no mar ártico do Norte afinal estavam no mar antártico, do hemisfério Sul.

RESPONDER

Sondas da missão a Mercúrio vão passar pela Terra (e vão ser visíveis a olho nu)

A missão conjunta europeia e japonesa BepiColombo está a caminho de Mercúrio. Porém, para chegar lá, terá de passar novamente pela Terra. Este evento acontecerá em 10 de abril e as pessoas nas latitudes do sul …

Xiaomi lança máscara elétrica que carrega via USB

A pandemia de Covid-19 tem impulsionado o surgimento de alguns recursos melhorados para fazer face ao combate do novo coronavírus. É o caso da nova máscara de esterilização elétrica da Xiaomi, que carrega via USB. A …

Em paradeiro incerto, ministra da Guiné-Bissau diz correr perigo de vida

Ruth Monteiro, ministra da Justiça e dos Negócios Estrangeiros no Governo da Guiné-Bissau deposto no golpe do dia 27 de fevereiro, está em parte incerta e diz correr perigo de vida. De acordo com o semanário …

Ovelhas e bactérias estão a ajudar a combater o coronavírus

Anticorpos que podem ajudar a combater o SARS-CoV-2, o vírus que causa a covid-19, estão a ser testados em ovelhas. Estes podem ser usados para desenvolver testes de diagnóstico. O SARS-CoV-2, o vírus que causa a …

Marcelo sai uma vez por semana, usa máscara e luvas nas compras (e passa a Páscoa em Belém)

O Presidente da República afirmou este sábado que, para se proteger do surto de covid-19, só sai em trabalho uma vez semana, usa máscara nas compras e vai passar a Páscoa confinado no Palácio de …

A procura por sumo de laranja está a disparar (e a culpa é do coronavírus)

A procura por sumo de laranja tem disparado nos últimos tempos, muito devido à pandemia de covid-19. As pessoas querem reforçar o seu sistema imunitário. Já quase ninguém está indiferente à ameaça da pandemia de covid-19, …

Nove pessoas com covid-19 curadas após receberem plasma de doentes recuperados

Pelo menos nove pessoas internadas nos cuidados intensivos em Itália com covid-19 já foram curadas, depois de receberem plasma de pacientes recuperados. De acordo com o jornal italiano Corriere della Sera, os doentes receberam o plasma …

Grace tem seis anos e pode ser a autora mais nova de sempre de um artigo científico

Uma menina de seis anos, que vive na Austrália, pode ser a autora mais nova de sempre a ter um artigo científico publicado numa revista da especialidade. Grace Fulton tem uma enorme paixão por animais e, …

Geco encheu Lisboa com autocolantes (e a polícia de Roma está a pedir ajuda para o encontrar)

A polícia de Roma está a pedir ajuda à Associação Vizinhos de Lisboa para encontrar o graffiter Geco, cujas pinturas e autocolantes se podem ver por toda a capital portuguesa, e que está em investigação …

TikTok "esconde" publicações de pessoas feias e pobres para atrair novos utilizadores

O TikTok deu indicações aos seus moderadores para 'esconder' as publicações de utilizadores feios, pobres ou com deficiências. As suas audiências eram manipuladas para que os seus vídeos fossem vistos por menos pessoas. Antes conhecido como …