Os vikings andaram a vender bacalhau por toda a Europa

A análise de ADN extraído de restos de bacalhau da época medieval ajudou os cientistas a descobrir que os vikings comerciavam peixe em toda a Europa há mais de mil anos.

“O comércio de peixe começou a ligar diferentes partes da Europa nos tempos medievais. Hedeby foi um dos mais importantes centros de comércio no início da época medieval. Era um lugar onde o norte se encontrava com o sul, o cristão com o pagão, povos civilizados com bárbaros, que não reconheciam o dinheiro”, explica o cientista James Barrett da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, num artigo publicado na revista PNAS.

Nos últimos anos os cientistas descobriram muito sobre a vida na Europa e noutras partes do mundo nos tempos pré-históricos, antes da invenção da escrita, através da extração de ADN dos restos de seres humanos e de animais, numa espécie de “fusão” da química e arqueologia.

Os geneticistas, arqueólogos e químicos descobriram quando é que os seres humanos começaram a consumir leite e a criar gado, quando é que os europeus começaram a produzir queijo e cerveja e concluíram também que os primeiros vikings surgiram na Escandinávia há pelo menos 10 mil anos.

Barrett e os seus colegas descobriram mais um segredo da história antiga, ligado à chegada dos primeiros vikings, que prova a teoria popular de que os escandinavos eram originalmente comerciantes e tornaram-se conquistadores e piratas mais tarde.

Os cientistas chegaram a esta conclusão depois de terem analisado o ADN de restos de bacalhau encontrados em Hedeby – o maior centro de comércio no norte da Europa medieval, localizado no norte da Alemanha, junto à atual fronteira com a Dinamarca.

Devido ao clima fria e outras condições favoráveis, o ADN nos restos do bacalhau ficou bem preservado e os cientistas conseguiram descobrir onde é que o peixe tinha sido. Para grande surpresa, o peixe encontrado em Hedeby foi pescado a quase mil quilómetros dessa cidade antiga, perto das ilhas Lofoten, na Noruega, e nas águas antárcticas do Atlântico.

Segundo Barrett, a descoberta pode ser interessante por várias razões. Em primeiro lugar, os vikings começaram a secar bacalhau e a viajar grandes distâncias para o vender ou trocar por outras mercadorias no sul. Isso significa que os primeiros laços comerciais na Europa surgiram mais cedo do que os cientistas pensavam.

Mais do que isso, a descoberta prova que as tradições de produção do famoso bacalhau da Noruega surgiram nas ilhas Lofoten e não mudaram significativamente até hoje. Tudo isso faz com que o processo de transformação dos vikings de comerciantes pacíficos para guerreiros seja mais interessante, sublinham os cientistas.

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Não foram os vikings que surgiram à 10 mil anos, foram os escandinavos. Os vikings só tiveram o seu destaque do século 8 ao seculo 11 dc, pelos atos de expansão e conquista fora do seu local de origem.

  2. Meus caros, acredito que tenham tirado estas informações de fontes válidas. Mas a maneira com vocês espalham essas informações deixa muito a desejar.

    São os vikings que surgiram à 10 000 anos mas que na realidade só apareceram no século 8 dc , é o bacalhau que foi pescado nas lofoten no mar antártico porque misteriosamente as lofoten que hoje ficam no mar ártico do Norte afinal estavam no mar antártico, do hemisfério Sul.

RESPONDER

Na África do Sul, há uma associação entre violência sexual e gravidez indesejada

Na África do Sul, as meninas que sofreram violência sexual têm maior probabilidade de relatar uma gravidez indesejada em comparação com aquelas que nunca sofreram violência sexual. Na África do Sul, a taxa de gravidez na …

Hackers russos associados ao ataque em hospital alemão que resultou na morte de uma paciente

O ataque informático num hospital alemão na semana passada, que resultou na morte de uma paciente em estado crítico, pode ter sido causado por um grupo russo com ligações ao crime cibernético. A informação é …

Paços 0-2 Sporting | “Leão” competente estreia-se com triunfo

Após o adiamento do jogo da primeira jornada ante o Gil Vicente, devido a vários casos de Covid-19 nas duas equipas, o Sporting estreou-se na Liga NOS 2020/21 e não vacilou. Na visita ao Paços de …

Medicamentos para a tensão arterial diminuem mortalidade em doentes com covid-19

Um estudo de meta-análise concluiu que medicamentos para a tensão arterial, ao contrário do que se pensava, reduzem a mortalidade em pacientes com covid-19. No início da pandemia, havia a preocupação de que certos medicamentos para …

A ilha mais povoada do Hawai pode perder 40% das suas praias até 2050

A subida do nível das águas do mar pode fazer com que a ilha mais povoada do Havai perca 40% das suas praias, alerta uma nova investigação. Em causa está a ilha de Oahu, a …

Pela primeira vez em 10 anos, a Wikipédia vai mudar de aparência

A icónica Wikipédia vai, pela primeira vez em 10 anos, ser modificada para tornar o site mais acessível - e menos "assustador" - para novos utilizadores. A Wikipédia tem sido parte integrante da cultura da web …

Encontrados medicamentos ilegais em suplementos para o cérebro

Cientistas encontraram medicamentos ilegais, não aprovados nos Estados Unidos, em suplementos que alegadamente melhoram o desempenho cognitivo. Clareza mental, criatividade aprimorada e uma memória extremamente nítida são algumas das promessas feitas a quem compra suplementos de …

Voluntários oferecem-se para cumprir pena de jovem acusado de blasfémia

Num ato de solidariedade, 120 voluntários pediram para cumprir a pena de um jovem nigeriano condenado a 12 anos de prisão por blasfémia. Entre os voluntários está o diretor do Memorial de Auschwitz. Ao todo, 120 …

ADN ajuda a identificar assassino em série num dos mais infames casos da Austrália

Uma amostra de ADN ajudou a justiça australiana a considerar um homem como culpado pelo assassinato de duas mulheres na década de 1990, encerrando um caso que permaneceu sem solução durante quase 25 anos. Durante quase …

Mais 665 casos e nove mortes por covid-19 em Portugal

Portugal regista, este domingo, mais 665 novos casos positivos e nove mortes por covid-19, segundo boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Assim, desde o início da pandemia, Portugal conta com 73.604 infetados e 1.953 …