Cientistas descobrem proteína capaz de prevenir obesidade e diabetes

UCL

A bactéria Akkermansia muciniphila

A bactéria Akkermansia muciniphila

Um grupo de investigadores da Universidade Católica de Lovaina (UCL), na Bélgica, descobriu uma proteína capaz de prevenir o desenvolvimento da obesidade e da diabetes.

A proteína Amuc 1100 faz parte da membrana externa da bactéria Akkermansia muciniphila, que vive na flora intestinal de animais vertebrados, como os humanos.

Segundo a equipa de cientistas, liderada por Patrice Cani, quando a proteína é administrada em grande quantidade, bloqueia completamente o desenvolvimento da intolerância à glicose e da resistência à insulina.

Ao atuar como uma espécie de barreira protetora, a Amuc 1100 diminui a permeabilidade do intestino e impedindo que toxinas presentes nas fezes entrem na corrente sanguínea.

“A permeabilidade intestinal é responsável pela passagem de toxinas que contribuem para o desenvolvimento da diabetes, de inflamações e para o fato de algumas pessoas obesas sentirem fome constantemente”, explicou Cani à BBC.

A bactéria Akkermansia muciniphila é conhecida pela capacidade de reduzir entre 40 e 50% o ganho de massa corporal e de resistência à insulina em cobaias. Mas os investigadores não conseguiam descobrir uma maneira de reproduzir sinteticamente a bactéria, que é sensível ao oxigénio.

Para resolver o problema, os cientistas optaram pela pasteurização, aquecendo a bactéria a 70 graus.

“Descobrimos que a bactéria conserva as suas propriedades, impedindo totalmente o desenvolvimento da obesidade e da diabetes, independente do regime alimentar”, afirma Cani.

Segundo o estudo publicado na Nature, a pasteurização elimina o que é desnecessário na bactéria e preserva a proteína.

A equipa testou os efeitos da proteína em três séries de testes com cobaias e obteve, em todas elas, os mesmos resultados.

Os animais foram submetidos a um regime rico em gordura e altamente calórico, e aqueles que receberam a bactéria viva ganharam menos peso e desenvolveram menos resistência à insulina que os restantes.

No caso das cobaias que receberam a bactéria pasteurizada ou a proteína isolada, o tratamento deteve totalmente o ganho de peso e a resistência à insulina.

Fase de testes em humanos

O tratamento com Akkermansia muciniphila pasteurizada já foi submetido em humanos e os cientistas concluíram que a sua administração não apresenta quaisquer riscos para a saúde.

A análise foi realizada a quatro grupos de dez voluntários, em alguns casos durante 15 dias e em outros durante três meses.

Um grupo recebeu uma dose diária de milhares de bactérias vivas, e outro recebeu 10 mil bactérias vivas. O terceiro recebeu milhares de bactérias pasteurizadas e o último um medicamento.

De acordo com os especialistas, nenhum dos voluntários apresentou qualquer problema.

A segunda fase de testes em humanos vai contar com mais de 100 voluntários e deverá ser concluída no final de 2017.

Caso os resultados sejam positivos, será o primeiro passo para o desenvolvimento de um fármaco contra as duas doenças – no entanto, o processo pode demorar pelo menos 10 anos.

Os cientistas pretendem testar os efeitos da Akkermansia muciniphila em doenças como elevado nível de colesterol, arteriosclerose, inflamação intestinal e até mesmo no cancro.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

"Capa de invisibilidade". Novo material permite ocultar objetos

A empresa canadiana fabricante de uniformes de camuflagem para militares, HyperStealth Biotechnology, anunciou quatro pedidos de patente, todos relacionados com o Quantum Stealth. O material também é chamado de "capa de invisibilidade". O inventor dos quatro …

Jovem português quer ser o primeiro a dar a volta ao mundo numa moto de 125cc

O jovem português com o recorde de primeiro do mundo a percorrer a América do Sul numa moto de 125 centímetros cúbicos (cc) anunciou hoje que em 2020 tentará registar a mais longa volta ao …

Um grupo de manifestantes cantou o Baby Shark para acalmar um bebé durante um protesto no Líbano

No meio de uma das maiores manifestações do Líbano dos últimos cinco anos, uma mãe avisou os participantes do protesto que o seu filho estava assustado. A reação do grupo de manifestantes foi inesperada. Robin, de …

Tame Impala preparam lançamento de novo álbum

Ao que tudo indica, os Tame Impala preparam-se para lançar um novo álbum ainda este ano. As suspeitas surgem após a banda ter partilhado uma espécie de teaser no seu site oficial. Os Tame Impala divulgaram …

União Europeia favorável a nova extensão do Brexit mas ainda sem resposta para Londres

Os 27 Estados-membros da União Europeia são favoráveis a um novo adiamento do ‘Brexit’, solicitado pelo governo britânico, mas ainda discutem a sua extensão e as conversações prosseguirão no final da semana, revelaram fontes europeias. O …

A maior família do Reino Unido vai crescer. Vem aí o 22º filho

A família Radford, conhecida como a maior do Reino Unido, anunciou através de um vídeo no YouTube que estão à espera do 22.º filho. A família Radford vive em Morecambe, Inglaterra, e anunciou através do seu …

Cientistas testam medicamento que pode revelar-se mais eficaz para tratar gripe

Cientistas testaram em animais um novo medicamento que pode revelar-se mais eficaz no tratamento da gripe, ao induzir mutações genéticas nos vírus que causam a infeção impedindo a sua replicação e a sua atividade, foi …

PSD vai indicar Fernando Negrão para vice-presidente da Assembleia da República

O PSD vai indicar o líder parlamentar cessante Fernando Negrão para vice-presidente da Assembleia da República, disse hoje à Lusa fonte oficial da bancada social-democrata. A mesma fonte indicou que o PSD irá ainda propor como …

Funcionário da Casa Branca que publicou artigo anónimo sobre Trump vai lançar livro "explosivo"

O alto funcionário da Casa Branca que em setembro do ano passado escreveu de forma anónima um artigo de opinião no The New York Times vai lançar um livro no próximo mês. De acordo com o …

Grupos secretos do Facebook prometem falsas curas para cancro e autismo

Uma investigação do Business Insider expôs casos de contas e grupos secretos no Facebook que passam publicitam "medicamentos" e "tratamentos" alternativos que custam milhares de dólares mas que, na verdade, não passam de fraudes. Segundo noticiou …