Cientistas criam veículo que leva a quimioterapia às células cancerígenas

Susan Arnold / Wikimedia

A primeira etapa de uma sequência de seis passos da morte de uma célula cancerígena

A primeira etapa de uma sequência de seis passos da morte de uma célula cancerígena

Um grupo de investigadores de quatro países, liderado pelos portugueses Lino Ferreira e Ricardo Neves, do Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra (UC), criou “um “transporte” de quimioterapia que chega ao local onde se produzem as células estaminais cancerígenas e que atua através de controlo remoto.

“As nanopartículas que transportam a quimioterapia permanecem inativas até serem ativadas na chegada ao “nicho leucémico”, local da medula óssea onde se encontram as CEC que dão origem a todas as células da leucemia”, explica a UC.

A ativação realiza-se por controlo remoto, através da projeção de luz azul sobre as nanopartículas que transportam a quimioterapia.

A investigação, publicada na revista Nature Communications, descreve “uma formulação de nanopartículas aplicada em cobaias com leucemia que se foca no papel do nicho leucémico” na progressão da doença e na resistência à quimioterapia.

“O nicho é altamente protetivo das células estaminais leucémicas que aí se encontram, tornando difícil a sua erradicação através da quimioterapia convencional”, acrescenta a UC, referindo que “a proteção descrita é, muitas vezes, responsável pelo regresso da doença após tratamento”.

Lino Ferreira e Ricardo Neves, coordenadores da equipa que também envolve cientistas da China, de Espanha e do Reino Unido, provaram que é possível utilizar células leucémicas como agentes de transporte de quimioterapia.

“Estas células conseguem encontrar o nicho leucémico, utilizando o seu sistema de “GPS natural” e, dessa forma, criam a oportunidade de colocar a nanopartícula, cheia de quimioterapia, junto do reservatório de células responsáveis pela doença“, salienta Ricardo Neves, citado pela UC.

Deste modo – afirma ainda o investigador – “torna-se possível despoletar a libertação da quimioterapia, por ação da luz, e ter maior impacto no local e consequentemente na doença, evitando também os efeitos secundários noutros locais”.

De acordo com Lino Ferreira, “este tipo de tecnologia pode vir a ser utilizado num contexto terapêutico através da utilização de moléculas sensíveis à luz com infravermelho, cuja radiação é menos energética, mas mais segura para utilização no organismo que a luz azul”.

A descoberta poderá ter “aplicações práticas no tratamento do cancro e em outras áreas, sendo que no contexto da leucemia pode ajudar a erradicar as células do nicho da medula óssea doente”, sublinha o especialista.

A nova tecnologia poderá também ser utilizada para “ajudar as células transplantadas a reconhecer a medula óssea do paciente como a sua “nova casa”, contribuindo para a produção constante de sangue durante o resto da sua vida”, explicita a UC.

As células transplantadas levam consigo as nanopartículas desenvolvidas neste trabalho do CNC, fazendo o seu percurso normal no organismo, sendo ativadas quando chegam à medula óssea do paciente porque recebem um estímulo luminoso que lhes sinaliza o final da viagem.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Canadá. Indígena e neta de 12 anos detidos ao tentarem abrir conta em banco

Um indígena apresentou duas queixas por racismo após ter sido detido e algemado, juntamente com a sua neta de 12 anos, quando tentava abrir uma conta no BMO - Banco de Montreal, no Canadá. Em dezembro, …

ONG encontra alianças de casal de migrantes que sobreviveu a naufrágio

As alianças encontradas pela ONG espanhola pertencem a um casal de migrantes argelinos que sobreviveu, em outubro, a um naufrágio ao largo da costa de Lampedusa, em Itália. De acordo com o jornal The Guardian, foi no …

Turquia condena 337 pessoas a perpétua por ligação à tentativa de golpe

Mais de 300 pessoas foram condenadas a prisão perpétua, esta quinta-feira, na maioria oficiais e pilotos militares, no principal julgamento relacionado com a tentativa de golpe falhado de 2016. De acordo com o jornal Público, a …

Rangers 2-2 Benfica | "Power" das águias chega para empatar

Num último assomo, o Benfica conseguir empatar um jogo que parecia irremediavelmente perdido. No espaço de três minutos – dos 78 aos 81 -, um autogolo de Tavernier, com intervenção decisiva de Gonçalo Ramos, e …

Lulas gigantes estão a deixar enormes cicatrizes em tubarões brancos

Cientistas marinhos encontraram evidências que sugerem que grandes tubarões brancos (Carcharodon carcharias) estão a ser atacados por lulas gigantes no Oceano Pacífico. Uma equipa de investigadores encontrou 14 tubarões brancos (Carcharodon carcharias) com evidências de cicatrizes …

Twitter passa a alertar utilizadores que colocam "like" em informações incorretas

O Twitter passou a alertar os utilizadores quando estes tentam 'curtir' uma publicação que contenha informações consideradas incorretas, medida que faz parte da esforço da empresa para combater a desinformação. Esta mudança significa que os utilizadores …

Erosão causada por tempestade tropical revela naufrágio do século XIX na Florida

Depois da tempestade tropical Eta arrebatar o norte da Florida no início deste mês, um banhista fez uma descoberta inesperada enquanto caminhava na costa de St. Augustine. Ao caminhar pelas dunas de areia de Crescent Beach, …

Uma mentira de um trabalhador de uma pizzaria forçou o confinamento na Austrália do Sul

O estado da Austrália do Sul decretou um confinamento geral, no dia 18 de novembro, depois de um funcionário de uma pizzaria ter mentido. Segundo o Huff Post, o homem, de nacionalidade espanhola, estava infetado com …

Jogar Monopólio, Scrabble ou até bilhar pode ser (ainda) mais divertido com uma nova mesa touch

Por mais divertidos que sejam os jogos de tabuleiro, estes podem ser um passatempo caro pois quem realmente gosta não se cansa de os comprar. Agora, a empresa Arcade1Up criou o Infinity Game Table que …

A apreensão histórica de cetamina na Tailândia não foi assim tão histórica. Eram só aditivos alimentares

Análises laboratoriais revelaram que a apreensão "histórica" de cetamina anunciada pelo Governo da Tailândia há cerca de duas semanas foi, na verdade, uma apreensão de aditivos alimentares e agentes de limpeza. As autoridades tailandesas anunciaram, …