Cientistas criam máquina de alucinação para viagem sem drogas

A “máquina de alucinações”, que envia o cérebro para uma viagem psicadélica sem o uso de drogas, acaba de ser desenvolvida por cientistas da Universidade de Sussex, no Reino Unido. O objetivo é entender melhor como o cérebro responde a realidades que se alteram.

O equipamento usa óculos de realidade virtual e imagens de Inteligência Artificial do software Deep Dreams para fazer os utilizadores alucinarem como se estivessem numa viagem com cogumelo mágico.

Ao mesmo tempo, os voluntários passam por exames de ressonância magnética para determinar se a “realidade” é apenas um tipo de alucinação.

“Estamos constantemente a alucinar. Mas quando o grupo chega a um consenso sobre essas alucinações, chamamos-lhe realidade”, disse Anil Seth, co-diretor do Centro Sackler, responsável pela pesquisa numa palestra do TED.

Estudar o cérebro enquanto este luta para distinguir o que são imagens reais e o que são alucinações pode trazer informações importantes sobre o funcionamento do cérebro, especialmente na área das doenças mentais que distorcem a perceção de realidade dos pacientes.

Esta máquina foi desenvolvida para permitir que esse tipo de pesquisa seja feita sem os problemas éticos que pesquisas que usam substâncias alucinógeneas trazem, já que naquelas há preocupações de segurança com os voluntários.

O equipamento torna possível que os efeitos no cérebro de alucinações visuais sejam estudados enquanto o órgão ainda está quimicamente equilibrado.

A máquina funciona ao exigir tanto do sistema de reconhecimento de padrões do cérebro que começa a interpretar o mundo de forma extenuada, e a pessoa começa a ver coisas que não estão ali.

Os invesigadores usaram uma forma modificada do software do Google Deep Dream em 12 voluntários. As imagens apresentadas foram panorâmicas do campus da universidade.

O resultado da observação foi que os voluntários apresentaram experiências de alucinação semelhantes aos relatos de quem usa cogumelos mágicos, parecendo perder o controlo de si memo, mas não perderam a noção de tempo.

A conclusão é que o sistema ainda não consegue imitar uma viagem com substâncias psicadélicas, mas pode refletir certos elementos dessa experiência.

“De forma geral, a máquina de alucinações revelou-se uma nova ferramenta poderosa para complementar as pesquisas de estados alterados de consciência”, concluem os cientistas no artigo, publicado na revista Nature.

PARTILHAR

RESPONDER

Na África do Sul, há uma associação entre violência sexual e gravidez indesejada

Na África do Sul, as meninas que sofreram violência sexual têm maior probabilidade de relatar uma gravidez indesejada em comparação com aquelas que nunca sofreram violência sexual. Na África do Sul, a taxa de gravidez na …

Hackers russos associados ao ataque em hospital alemão que resultou na morte de uma paciente

O ataque informático num hospital alemão na semana passada, que resultou na morte de uma paciente em estado crítico, pode ter sido causado por um grupo russo com ligações ao crime cibernético. A informação é …

Paços 0-2 Sporting | “Leão” competente estreia-se com triunfo

Após o adiamento do jogo da primeira jornada ante o Gil Vicente, devido a vários casos de Covid-19 nas duas equipas, o Sporting estreou-se na Liga NOS 2020/21 e não vacilou. Na visita ao Paços de …

Medicamentos para a tensão arterial diminuem mortalidade em doentes com covid-19

Um estudo de meta-análise concluiu que medicamentos para a tensão arterial, ao contrário do que se pensava, reduzem a mortalidade em pacientes com covid-19. No início da pandemia, havia a preocupação de que certos medicamentos para …

A ilha mais povoada do Hawai pode perder 40% das suas praias até 2050

A subida do nível das águas do mar pode fazer com que a ilha mais povoada do Havai perca 40% das suas praias, alerta uma nova investigação. Em causa está a ilha de Oahu, a …

Pela primeira vez em 10 anos, a Wikipédia vai mudar de aparência

A icónica Wikipédia vai, pela primeira vez em 10 anos, ser modificada para tornar o site mais acessível - e menos "assustador" - para novos utilizadores. A Wikipédia tem sido parte integrante da cultura da web …

Encontrados medicamentos ilegais em suplementos para o cérebro

Cientistas encontraram medicamentos ilegais, não aprovados nos Estados Unidos, em suplementos que alegadamente melhoram o desempenho cognitivo. Clareza mental, criatividade aprimorada e uma memória extremamente nítida são algumas das promessas feitas a quem compra suplementos de …

Voluntários oferecem-se para cumprir pena de jovem acusado de blasfémia

Num ato de solidariedade, 120 voluntários pediram para cumprir a pena de um jovem nigeriano condenado a 12 anos de prisão por blasfémia. Entre os voluntários está o diretor do Memorial de Auschwitz. Ao todo, 120 …

ADN ajuda a identificar assassino em série num dos mais infames casos da Austrália

Uma amostra de ADN ajudou a justiça australiana a considerar um homem como culpado pelo assassinato de duas mulheres na década de 1990, encerrando um caso que permaneceu sem solução durante quase 25 anos. Durante quase …

Mais 665 casos e nove mortes por covid-19 em Portugal

Portugal regista, este domingo, mais 665 novos casos positivos e nove mortes por covid-19, segundo boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Assim, desde o início da pandemia, Portugal conta com 73.604 infetados e 1.953 …