Cientistas franceses provaram: há mesmo uma “cura milagrosa” para o alcoolismo

Um grupo de cientistas franceses comprovou que o medicamento Baclofeno funciona como uma “cura milagrosa” para o alcoolismo. O fármaco teve “um efeito positivo” em altas doses na redução do consumo de álcool ao longo de um ano de tratamento.

O estudo foi realizado entre 320 pessoas com o hábito de beber bastante, com idade entre 18 a 65 anos, entre maio de 2012 e junho de 2013. O ensaio comparou a segurança e a eficácia do fármaco administrado a alguns participantes em doses elevadas a um comprimido “placebo” administrado a outros.

Nem os participantes do ensaio nem os especialistas sabiam quem estava a receber qual fármaco. Os pacientes não foram obrigados a abster-se de álcool.

Os resultados são surpreendentes: 57% daqueles que adquiriram o medicamento Baclofeno pararam de beber ou beberam menos comparados com 37% daqueles que adquiriram o placebo.

As autoridades de saúde francesas deram aprovação provisória para o uso de Baclofeno em 2014 para o tratamento do alcoolismo. O medicamento foi originalmente projetado e amplamente utilizado para tratar espasmos musculares.

Acredita-se que, em vários países, muitas pessoas usem o medicamento sem receita médica para combater o alcoolismo.

O interesse mundial no medicamento foi provocado em 2008 pelo livro “Le Dernier Verre” (O Último Copo), do cardiologista francês-americano Olivier Ameisen, que afirmou ter tratado seu alcoolismo com altas doses de Baclofeno.

Um estudo francês posterior descobriu que altas doses do medicamento fizeram com que uma percentagem significativa de bebedores desistisse ou moderasse a sua ingestão de álcool.

Desde então, têm surgido vários estudos com descobertas contraditórias. No ano passado, por exemplo, cientistas holandeses descobriram que a droga pode não funcionar melhor do que o simples aconselhamento.

“Sem provas da sua eficácia, a prescrição de altas doses do medicamento conhecido como Baclofeno pode ser irresponsável”, advertiram na época.

A Ethypharm, o laboratório que desenvolve o medicamento, disse na última sexta-feira que apresentará um pedido até o final do mês para a comercialização do Baclofeno para o tratamento do alcoolismo, em França.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 3,3 milhões de mortes por ano em todo o mundo são resultado do uso nocivo de álcool – quase 6% de todas as mortes.

Avatar ZAP // HypeScience

PARTILHAR

RESPONDER

Myanmar: Exército dispara munições reais contra manifestantes

O exército birmanês disparou este domingo contra vários manifestantes com munições reais em Bagan, a cidade histórica na área central de Myanmar, causando um ferido leve, segundo os organizadores do protesto. Milhares de birmaneses voltaram às …

Cientistas criam um "relógio" que mede a idade biológica

Dois cientistas do CECAD Cluster of Excellence in Aging Research desenvolveram um método que pode determinar a idade biológica de um organismo com uma precisão sem precedentes. Todos conhecemos a idade cronológica - a nossa idade …

"Das palavras aos atos". Marcelo com mais de 60% de mulheres na sua equipa no segundo mandato

O Presidente da República considerou este domingo que os passos dados para salvaguardar a igualdade de género em Portugal não são ainda suficientes e afirmou que quis passar "das palavras aos atos" com mais mulheres …

Governo dá 19,8 milhões às escolas para testes rápidos. Ensino privado também quer

O Conselho de Ministros aprovou, este domingo, uma resolução que permite às escolas e ao setor solidário efetuar despesa na realização de testes rápidos de antigénio à covid-19, num montante global de 19,8 milhões de …

Afinal, abandonar Montijo não obriga a indemnizar ANA (e há quem defenda opção Beja)

A alteração do local do novo aeroporto na sequência da avaliação ambiental estratégica não obriga ao pagamento de qualquer indemnização à ANA. De acordo com o esclarecimento do Ministério das Infraestruturas, uma eventual alteração do local …

Descoberta nova relação entre a biodiversidade dos animais e das florestas

Uma análise ao registo de imagens de 15 reservas de vida selvagem em florestas tropicais revelou uma relação até então desconhecida entre a biodiversidade de vários mamíferos e as florestas em que vivem. As florestas tropicais …

Pelo menos 17 mortos e 400 feridos em explosões na Guiné Equatorial

Pelo menos 17 pessoas morreram e outras 400 ficaram feridas após várias explosões registadas, este domingo, num quartel militar na cidade de Bata, na Guiné Equatorial, informaram as autoridades. De acordo com dados do Ministério da …

Marques Mendes antecipa desconfinamento a 15 de março. Creches e 1º ciclo são os primeiros a abrir

No seu habitual espaço de comentário na SIC, Luís Marques Mendes revelou, este domingo, que as creches, pré-escolar e 1º ciclo deverão abrir já a 15 de março. Segundo o comentador, o plano que vai ser …

Olivier Dassault, deputado bilionário francês, morre em acidente de helicóptero

O deputado francês Olivier Dassault, neto do fundador da Dassault Aviation, morreu este domingo, aos 69 anos, num acidente de helicóptero, no nordeste de França, avança a Agência France-Press (AFP). O acidente aconteceu este domingo perto …

Teoria ensinada na escola pode estar errada. Há um "núcleo mais interno" no centro da Terra

Uma equipa de investigadores da Universidade Nacional da Austrália confirmou, rastreando milhares de modelos numéricos, a existência do "núcleo mais interno" nas profundezas da Terra.  Na escola, os estudantes costumam aprender que o planeta Terra é …