Cientista da NASA defende que a Terra pode já ter sido visitada por extraterrestres

Wendy Stenzel. Daniel Rutter / NASA

O telescópio espacial Kepler, da NASA

Um cientista da NASA defende que a vida inteligente alienígena pode não ter nada a ver com aquilo que conhecemos e que, portanto, os extraterrestres já podem ter visitado a Terra.

O professor Silvano P. Colombano, cientista computacional no Centro de Investigação Ames da NASA, destaca num relatório publicado pela Agência Espacial Norte-americana, que a vida extraterrestre pode não precisar dos mesmos elementos que os humanos para sobreviver.

“A inteligência que poderemos encontrar e que pode escolher encontrar-nos (se já não o fez) pode não ser de todo produzida por organismos baseados em carbono como nós”, sublinha Colombano.

Assim, “as nossas típicas durações de vida não seriam uma limitação” e “o tamanho do ‘explorador’ pode ser o de uma entidade super-inteligente extremamente minúscula”, acrescenta.

Colombano refere ainda que os extraterrestres podem usar tecnologia que é incompreensível para os humanos e que poderão eventualmente realizar viagens interestelares facilmente, pelo que podem já ter aterrado na Terra.

O cientista da NASA propõe, assim, uma abordagem mais “agressiva” em futuras missões de exploração espacial, salientando que é preciso envolver os físicos no que se pode chamar de “física especulativa” que tem por base as “mais sólidas teorias” que conhecemos, mas que admite “alguma vontade de esticar possibilidades quanto à natureza do espaço-tempo e da energia”.

Colombano também recomenda à NASA que envolva especialistas em “explorações futuristas sobre como a tecnologia pode evoluir, especialmente com Inteligência Artificial, Sistemas de Robótica Evolutiva e simbiose de biologia com máquinas”.

Além disso, aconselha a “envolver sociólogos na especulação sobre que tipos de sociedades poderemos esperar dos desenvolvimentos referidos, e se e como poderão escolher comunicar”.

Ideias que o professor defende como forma de nos levar a adoptar “um novo conjunto de suposições sobre que formas de inteligência e tecnologia maiores poderemos encontrar”, o ponto de partida que ele considera essencial para “começar alguma investigação séria” sobre a procura de vida extraterrestre.

Colombano também nota que nem todos os visionamentos de OVNIs podem ser “explicados ou negados” e apela a que se considerem estes fenómenos como dignos de estudo, de modo a “desafiar algumas das nossas suposições” e apontando para “novas possibilidades para comunicação e descoberta”.

SV, ZAP //

PARTILHAR

15 COMENTÁRIOS

  1. Digam logo a verdade completa. A população merece saber e os que não acreditavam, irão se acostumar. Afinal tudo no universo é criação divina.

  2. O Antigo Testamento da Bíblia relata diversos eventos extraterrestres do Reino de Deus, mas o povo transforma tudo em religião. Inclusive, o profeta Ezequiel viajou num objeto voador conforme registrado em Ezequiel cap. 1.

  3. Este Colombano quando encharca a vela… tem muito que se lhe diga. Esta criatura pode ser apelidada de cientista? E estas vulgaridades podem ser admitidas enquanto ciência? É que se é assim eu conheço, e sou amigo pessoal, de grandes cientistas…sobretudo ao sábado à noite que é quando a ciência mais sobressai do pensamento deles, como resultado do vinho e de umas ervas… para chás… se é que me faço entender.

  4. Já foi visitada? Eles estao sempre a visitar nos. Há muitos avistamentos. Quando a verdade virá ao de cima? Quando vai haver finalmente o disclosure?

  5. Que grande novidade!
    Este cientista diz que a terra já foi visitada por extraterrestres.Daqui a 50 anos vem outro cientista dizer que somos visitados regularmente por extraterrestres. Daqui a 100 anos outro cientista diz que os extraterrestres vivem debaixo dos nossos narizes,tal como Robert Bigalow da Bigalow Aerospace afirmou!
    É um “disclosure” bem,bem lento!zzzzzz
    Zzzzzzz
    Zzzzzz

  6. Sem estar para aqui a dizer que há ou não extraterrestres, não seria interessante pelo menos admitir essa possibilidade? Não foi assim que evoluímos e descobrimos que a Terra afinal não é o centro do Universo? Não foi assim que descobrimos que a Terra não é plana?
    É preciso questionar sempre para evoluirmos, senão ainda estaríamos na mais completa ignorância.

  7. Concordo consigo, Manuel… é preciso, fundamental e essencial, termos a mente aberta… aqueles que tudo negam, pensando que tudo sabem, são afinal, os maiores ignorantes…

  8. Deviam era dizer como são formados os tornados.
    Não é preciso ser gênio para saber.

    Eis que os tornados são formados através de satélites e usam a natureza como desculpa.

    Mas enfim é só mais uma frase esquecida no tempo.

    Tudo acontece com um propósito.

Responder a Jaime Cancelar resposta

"Indiana Jones do mundo da arte" recupera manuscrito do poeta persa Hafez

Uma das primeiras cópias do reverenciado Divan do autor do século XIV Hafez, iluminado com ouro, será leiloado no início de abril. O famoso poeta persa do século XIV, Hafez, escreveu uma coleção de versos místicos …

O palco onde os Beatles atuaram pela primeira vez está à venda

O palco de madeira onde os Beatles atuaram pela primeira vez está à venda. Agora, alguém poderá replicar o primeiro concerto da famosa banda. A 10 de abril, em comemoração dos 50 anos da separação da …

Células estaminais podem ajudar a proteger os astronautas da radiação espacial

Assim que os astronautas deixam a proteção do campo magnético da Terra, ficam automaticamente expostos a níveis elevados de radiação cósmica. A Agência Espacial Europeia (ESA) está cada vez mais focada em investigações para reduzir …

Pandemia pode trazer nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas

A pandemia de Covid-19 pode trazer uma nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas como limpeza de superfícies infetadas ou vigiar pessoas em quarentena, afirmam esta quarta-feira alguns dos principais investigadores internacionais em …

Multimilionários refugiam-se da Covid-19 a bordo de iates

Vários multimilionários têm procurado refugiar-se da pandemia de Covid-19, que nasceu em dezembro passado na China, em alto mar, a bordo de iates de luxo. Em declarações ao jornal The Telegraph, Jonathan Beckett, executivo da …

Este mamífero consegue sobreviver a quase sete mil metros de altura

Cientistas pensam ter confirmado que um pequeno rato descoberto no vulcão Llullaillaco, nos Andes, é o mamífero que consegue viver à maior altitude já conhecida (6739 metros). Segundo o IFLScience, o Phyllotis xanthopygus rupestris foi descoberto, …

O glaciar Denman recuou quase cinco quilómetros nos últimos 22 anos

O glaciar Denman, na Antártica Oriental, recuou cerca de cinco quilómetros nos últimos 22 anos. Investigadores da Universidade da Califórnia, Irvine e do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA estão preocupados coma topografia exclusiva …

Gruta em Setúbal mostra que os Neandertais também eram pescadores

Cientistas encontraram restos de alimentos numa gruta, no distrito de Setúbal, que comprovam que os Neandertais também se alimentavam de espécies marinhas. De acordo com o jornal espanhol ABC, restos encontrados por uma equipa de arqueólogos …

Associação alerta para riscos da mudança da hora em tempos de confinamento

O presidente da Associação Portuguesa de Cronobiologia e Medicina do Sono advertiu hoje que os efeitos potencialmente adversos causados pela mudança da hora podem acentuar-se devido ao confinamento obrigatório das pessoas na sequência da pandemia …

Governo português legaliza estrangeiros ilegais. "A prioridade é a defesa da saúde"

O Governo português decidiu regularizar os estrangeiros com pedidos pendentes no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, medida em vigor desde a declaração do estado de emergência, no dia 19, e que lhes garante os mesmos …