Ciência explica como é que as mulheres conseguem brilhar na pista de dança

DançaBalançar as ancas, movimentar assimetricamente as pernas e os braços. Eis os requisitos-chave para que uma mulher impressione na pista de dança, de acordo com um novo estudo científico.

Investigadores da Universidade de Northumbria (NU), no Reino Unido, debruçaram-se sobre o que faz com que uma mulher seja considerada uma boa dançarina. Isto depois de terem feito uma pesquisa anterior, sobre dança masculina, em que concluíram que os melhores bailarinos foram os que mais mexeram o pescoço e o torso.

Ancas, coxas e braços

Para esta nova investigação, publicada no jornal Scientific Reports, tiveram por ponto de partida que a dança está especialmente associada a “contextos de namoro” e que fornece informações que podem ser “úteis para potenciais parceiros”, procurando assim perceber quais são “os movimentos que discriminam a dança de qualidade feminina”.

Assim, notaram que há “três tipos de movimentos” que, de forma independente, relevam “maior qualidade na dança feminina”, designadamente “melhor balanço de ancas, mais movimentos assimétricos das coxas e níveis intermédios de movimentos assimétricos dos braços”, apontam os autores do estudo.

“O mover das ancas é um traço que identifica o movimento feminino”, sublinham os investigadores, notando que o movimento assimétrico dos membros também pode ser um sinal de “bom controle motor”.

DR Northumbria University

Em a) os movimentos das más dançarinas; em b) os movimentos que definem uma boa dançarina.

Em a) os movimentos das más dançarinas; em b) os movimentos que definem uma boa dançarina.

Para chegar a estas conclusões, os investigadores registaram os movimentos de 39 mulheres, com idades entre os 18 e os 30 anos, a dançarem a um ritmo de bateria de 125 batidas por minuto.

Os padrões dos movimentos das dançarinas foram então simulados em computador sob a forma de 39 avatares, e um grupo de 200 pessoas observou estes avatares, em vídeos de 15 segundos, classificando os respectivos passes de dança.

Os investigadores constataram que as melhores classificações exibiram os já referidos três tipos de movimentos. Pode ver no vídeo que se segue o avatar de uma mulher que foi catalogada como boa dançarina

E a seguir o vídeo do avatar de uma mulher que foi classificada como má dançarina

Atrair homens e exibir-se a outras mulheres

O líder da investigação, Nick Neave, professor de psicologia na NU, explica ao jornal The Guardian que “as mulheres dançam para atrair os homens, mas todas dançam para mostrarem a outras mulheres quão boas são”.

“A forma como te mexes está muito crucialmente associada com a tua saúde, o teu estatuto hormonal e a tua personalidade e também, possivelmente, com coisas como a inteligência e a criatividade”, acrescenta o professor.

“Tu estás a ver alguém a mexer-se e és capaz de interpretar muito sobre essa pessoa pela forma como ela se movimenta”, conclui Nick Neave.

O estudo está, contudo, a receber algumas críticas por ter tido em conta, apenas, a perspectiva ocidental da dança, nota a bailarina e investigadora em dança e evolução humana Bronwyn Tarr.

“O que conta como dança apelativa difere, em certo grau, do contexto cultural“, diz a investigadora, referindo-se por exemplo às realidades africanas.

SV, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Será necessário algum estudo científico sobre isto? Qualquer homem excluindo aqueles que se excluíram de pertencer à mesma classe saberão por natureza apreciar um belo corpo de mulher qualquer que seja a dança!.

RESPONDER

Ronaldo volta a marcar pelo United em jogo com final frenético

O português Cristiano Ronaldo voltou hoje a marcar pelo Manchester United, mas foram Lingaard e David de Gea que ‘brilharam’ na vitória sobre o West Ham, por 2-1, em jogo da quinta jornada da Liga …

O Cumbre Vieja, num dos complexos vulcânicos mais ativos nas Canárias, entrou em erupção

O vulcão Cumbre Vieja, na ilha espanhola de La Palma, entrou hoje em erupção na zona de Las Manchas, depois de mais de uma semana em que foram registados milhares de sismos na região. Na zona, …

Portugal regista 677 novos casos de covid-19 e cinco mortes

Portugal registou, este domingo, 677 novos casos e cinco mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Estudo mostra como diferentes espécies de polvos coexistem no mesmo ambiente

Existem mais de 300 espécies de polvos a viver em diversos habitats que abrangem recifes de coral, leitos de ervas marinhas, planícies de areia e regiões de gelo polar. Mas de que forma cefalópodes tão …

As máquinas estão "muito longe" de serem mais inteligentes (mas muito perto de agir como pessoas)

A especialista em inteligência artificial Daniela Braga considera que as máquinas estão "muito longe" de substituírem totalmente os humanos ou serem mais inteligentes, mas estão "muito perto" de interagirem como as pessoas. "Acho que estamos muito …

Secreto e lucrativo, o mercado de venda de "fezes de cachalote" pode também ser violento

O âmbar cinza é altamente raro, mas também altamente valioso. Usada na indústria dos perfumes, o mercado deste material pode ser muito perigoso. Deixa na pele uma resina oleosa e tem um cheiro a tabaco, madeira, …

Empresa norueguesa garante que pode "parar" furacões antes que estes se tornam destrutivos

Especialistas ambientais advertem que o sistema de "cortina de bolhas" proposto pela empresa pode provocar efeitos indesejados. A OceanTherm, uma startup norueguesa, assegura que a sua nova tecnologia pode evitar que as tempestades tropicais se tornem …

Afeganistão: Familiares consideram "insuficientes" pedido de desculpas dos EUA

Familiares dos civis afegãos mortos por "engano" durante um ataque de um avião não tripulado 'drone' norte-americano no final de agosto em Cabul consideraram este sábado "insuficiente" o pedido de desculpas de Washington, numa entrevista …

Descoberta de pegadas fossilizadas em Espanha revela a existência de um "berçário" de elefantes

Pegadas fossilizadas foram encontradas numa praia no sul da Espanha e mostram o que pode ter sido o berçário de uma espécie extinta de elefantes. O local costeiro, situado na região de Huelva, estava normalmente coberto …

Morreu aos 98 anos o historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França

O historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França morreu este sábado, aos 98 anos, na casa de saúde de Jarzé, perto da cidade francesa de Angers, disse à Lusa a pintora Emília Nadal, sua …