Chelsea e Manchester City preparam-se para sair da Superliga Europeia

Andy Rain / EPA Pool

Os dois clubes ingleses estão a preparar-se para se retirar formalmente da Superliga Europeia, avança, esta terça-feira, a imprensa britânica.

O jornal The Guardian avançou, tal como a generalidade da imprensa britânica, que o Chelsea e o Manchester City vão abandonar a Superliga Europeia, competição anunciada, no último domingo, por 12 clubes europeus.

A decisão do clube londrino aconteceu depois de várias centenas de adeptos se terem juntado em frente a Stamford Bridge para protestar contra a presença do Chelsea na competição, antes do jogo da equipa com o Brighton.

O jornal inglês escreve que também pesou o facto de os jogadores terem informado o presidente do clube, Bruce Buck, que não queriam jogar nesta Superliga, se isso implicasse ficarem proibidos de participar noutras competições internacionais.

De acordo com as notícias que começaram a sair na imprensa inglesa, a decisão veio do próprio dono do clube londrino, Roman Abramovich.

https://twitter.com/ESPNFC/status/1384576363441569794?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1384576363441569794%7Ctwgr%5E%7Ctwcon%5Es1_c10&ref_url=https%3A%2F%2Fobservador.pt%2Fliveblogs%2Fchelsea-e-manchester-city-querem-sair-e-podem-nao-ser-os-unicos-superliga-europeia-esta-em-risco-antes-de-nascer%2F

Entretanto, o Manchester City, onde jogam os portugueses Bernardo Silva, Rúben Dias e João Cancelo, já anunciou oficialmente a sua saída desta competição.

“O Manchester City pode confirmar que iniciou formalmente o processo para sair do grupo que estava a desenvolver planos para uma Superliga Europeia”, pode ler-se no curto comunicado do clube inglês.

O treinador do City, Pep Guardiola, já tinha mostrado o seu desconforto com a nova competição e afirmou que “não é desporto quando o sucesso está garantido e não importa se se perde, quando não há relação entre esforço e sucesso”, citou o jornal A Bola.

De acordo com a Sky News, Ed Woodward, vice-presidente executivo do Manchester United, também apresentou a sua demissão esta terça-feira.

Se a saída destes dois clubes se confirmar, a Superliga Europeia passará a ter apenas quatro clubes ingleses: Liverpool, Manchester United, Arsenal e Tottenham.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, já usou a sua conta no Twitter para comentar a alegada saída do Chelsea e do City da Superliga Europeia.

“A decisão tomada pelo Chelsea e pelo Manchester City é, a confirmar-se, absolutamente a decisão certa e congratulo-os por isso. Espero que os restantes clubes envolvidos na Superliga Europeia sigam a sua deixa”, escreveu.

De acordo com o jornal online Observador, a eventual saída dos dois clubes ingleses da prova fez com que os 12 fundadores agendassem uma reunião de emergência ainda para esta noite.

Além dos seis clubes ingleses já referidos, estão entre os membros iniciais desta competição, que pretende concorrer com a Liga dos Campeões, Barcelona, Real Madrid, Atlético de Madrid, Juventus, AC Milan e Inter de Milão.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Neuro-direitos". O Chile quer proteger os seus cidadãos do controlo da mente

O Chile quer tornar-se o primeiro país a proteger as pessoas do controlo da mente, à medida que a capacidade de mexer com cérebros se aproxima cada vez mais da realidade. O senador Guido Girardi está …

Emprego, formação e pobreza. Cimeira Social marca "o mais ambicioso compromisso" da UE

A Cimeira Social arrancou, nesta sexta-feira, no Porto, com a presença de 24 dos 27 chefes de Estado e de Governo da UE, num evento que pretende definir a agenda social da Europa para a …

"Uma cena da Idade Média". Refugiado encontrado morto e cercado de ratos em acampamento grego

O jovem, proveniente da Somália, foi encontrado morto dentro de uma tenda no início desta semana. No momento em que as autoridades chegaram ao local, cerca de 12 horas após a morte do rapaz, o …

Coreia do Norte alega que a covid-19 poderia flutuar em balões vindos do Sul

A Coreia do Norte pediu aos seus cidadãos que não leiam panfletos de propaganda enviados através de balões do Sul, alegando que a covid-19 poderia entrar no país através das gotículas. De acordo com a agência …

Autoagendamento a partir dos 60 anos deve arrancar no final da próxima semana

O autoagendamento para a vacinação contra a covid-19 deverá passar a contemplar as pessoas a partir dos 60 anos, em vez dos atuais 65, já no final da próxima semana, adiantou hoje à Lusa fonte …

Comandos. MP pede condenação de cinco arguidos a penas entre dois e 10 anos de prisão

O Ministério Público (MP) pediu hoje a condenação de cinco dos 19 arguidos no processo relativo à morte de dois recrutas dos Comandos, em 2016, a penas de prisão entre dois e 10 anos. Nas alegações …

Juventus quer Zidane para o lugar de Pirlo

O insucesso desportivo da Juventus esta temporada deve fazer com que Pirlo saia do clube. Zidane, que também estará de saída do Real Madrid, é o favorito da vecchia signora. Zinédine Zidane estará a pensar seriamente …

“Incompetência e arrogância”. Cabrita está (novamente) debaixo de fogo, partidos pedem a sua demissão

Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, está mais uma vez no centro da polémica. Depois de ter avançado com uma requisição civil para que mais de 20 imigrantes fossem transportados para o Zmar, durante a …

Fernando José é o candidato do PS a Setúbal. Ana Catarina Mendes concorre à Assembleia Municipal

O deputado e vereador socialista Fernando José é o cabeça de lista do PS às próximas eleições autárquicas para a Câmara de Setúbal e Ana Catarina Mendes à Assembleia Municipal, revelou fonte oficial do Partido …

Portugal na zona de queda dos restos do foguetão chinês

O foguete de Longa Marcha chinês que foi lançado a 29 de abril, e agora está a preocupar o mundo. As previsões é que a reentrada na atmosfera se dê até ao próximo dia 9 …