Chaves vs Sporting | Leões no pódio com bis de Luiz Phellype

Pedro Sarmento Costa / Lusa

O Sporting aproveitou da melhor forma a derrota do SC Braga diante do FC Porto e subiu ao terceiro posto na tabela classificativa, graças a uma vitória por 3-1, diante do Chaves.

Sem Bas Dost devido a lesão, o Sporting colocou as despesas do ataque nos ombros de Luiz Phellype, e o brasileiro deu mostras do seu valor ao marcar os golos que abriram e selaram um triunfo que esteve em risco durante grande parte do segundo tempo – até Bruno Fernandes dar novamente o ar da sua graça, desbloqueando uma partida que parecia ter tudo para dar em empate.

O Jogo explicado em Números

  • Sinal mais para a equipa do Sporting nos instantes iniciais do desafio. No primeiro quarto-de-hora, a equipa visitante dominou a posse (65%-35%) e foi bastante mais eficaz na troca de bola (84%-67%), tendo ainda feito o único remate enquadrado, de autoria de Gudelj, a que se somaram mais duas outras tentativas, por parte de Luiz Phellype e Acuña.
  • O golo da vantagem dos “leões” acabou por surgir aos 23 minutos, por Luiz Phellype, que só teve de encostar a bola para o fundo da baliza depois de um cruzamento rasteiro de Ristovski. Primeiro golo pelo Sporting do avançado brasileiro, que surgia no fundo da tabela em termos de acções com bola (seis) e passes (dois).
  • Após um período inicial de alguma apatia, o Chaves foi crescendo no jogo. A equipa flaviense já tinha 43% de posse e 71% de eficácia na distribuição à meia-hora do desafio, com um jogador em claro destaque, o médio Bressan, que contabilizava 18 passes, 16 no meio-campo contrário, uma situação de remate criada e um cruzamento eficaz.
  • Primeira parte de grande qualidade de Wendel. O médio brasileiro chegou aos 40 minutos com apenas dois passes errados em 30 tentativas, oito recuperações de bola (máximo da partida até então), uma intercepção e ainda duas faltas sofridas.
  • Primeira parte de sentido único e em que as únicas verdadeiras ocasiões de perigo pertenceram ao Sporting, a equipa que ficou à frente numa série de variáveis.
  • Apesar de ter ido à procura de um resultado melhor, o Chaves nunca conseguiu importunar Renan Ribeiro, que foi um mero espectador durante os primeiros 45 minutos.
  • O melhor em campo ao intervalo era mesmo o marcador do único golo, Luiz Phellype, que apresentava um GoalPoint Rating de 6.0, juntando ao remate certeiro sete duelos aéreos ganhos em nove disputados, e dois alívios.
  • A segunda parte começou com um enorme contratempo para a equipa do Chaves, que se viu reduzida a dez jogadores depois da expulsão de Jefferson por acumulação de amarelos. Ainda assim, foi à equipa da casa que pertenceu a melhor ocasião de golo dos primeiros 15 minutos da primeira parte, num cabeceamento de Campi ao poste direito da baliza defendida por Renan.
  • Após o aviso, chegou o golo. Aos 61 minutos, Gallo colocou a bola nas costas da defesa “leonina” e André Luís, em dificuldade, rematou para o fundo da baliza naquele que era o primeiro disparo “enquadrado” da equipa flaviense, após seis tentativas.
  • Com o Sporting em claras dificuldades, Bruno Fernandes acabou por tirar um “coelho” da cartola a dez minutos dos 90. Na esquerda, Acuña colocou uma bola longa para a entrada da área, onde Bruno Fernandes, de primeira, rematou para o fundo da baliza, com a bola a bater na relva antes de cruzar a linha de golo. Com este disparo, Bruno Fernandes igualou Bas Dost na lista dos melhores marcadores do campeonato, com 14 golos.
  • Ainda antes dos 90 minutos, também o Sporting ficou reduzido a dez homens, na sequência da expulsão de Ristovski após consulta do VAR por parte do árbitro. Aumentava a tensão no relvado, com o Chaves a dar o tudo por tudo na procura do golo da igualdade durante os 11 minutos de compensação.
  • Após um período algo confuso e com muitos cartões à mistura, o 3-1 surgiu ao cair do pano, por Luiz Phellype, que não falhou na cara de Ricardo após um passe de Jovane Cabral, dando a melhor sequência a um lance que começou numa perda de bola de Campi.

O Homem do Jogo

Que falta dizer sobre Bruno Fernandes esta época? Acabado de recuperar de uma lesão, o médio português deu mostras de não estar ao seu melhor nível, mas ainda assim foi decisivo, como sempre.

Para além do golo que apontou, num dos três remates à baliza que fez – todos eles no segundo tempo -, o camisola “8” sportinguista criou três situações de perigo, mais do que qualquer outro jogador da sua equipa e foi eficaz em seis bolas longas, cinco delas para o último terço do campo.

Das suas quatro tentativas de drible, duas foram bem-sucedidas e sofreu quatro faltas, duas delas em zona de perigo. Teve ainda tempo para recuperar a bola em sete ocasiões e bloqueou dois passes.

Apesar dos seus 16 passes falhados, das suas 25 perdas de bola e dos seus três desarmes sofridos, o internacional português terminou o desafio a liderar os GoalPoint Ratings, com nota 8.0. Nada mal para um jogador que até estava em dúvida para o encontro.

Jogadores em foco

  • Luiz Phellype  7.4 – O brasileiro fez de Bas Dost e não se deu mal. Marcou dois golos nos únicos remates enquadrados que fez, venceu oito duelos aéreos e ainda contribuiu com seis acções defensivas.
  • Wendel 6.4 – À semelhança de Bruno Fernandes, criou três ocasiões de remate, o máximo da noite. Rematou outras tantas vezes, todas elas desenquadradas, e falhou apenas cinco passes em 92. Ninguém recuperou tantas bolas como ele (11).
  • André Luís 6.3 – Marcou um golo num dos dois disparos enquadrados que fez. Disputou 12 duelos aéreos ofensivos, vencendo cinco, e contabilizou seis acções defensivas.
  • Coates 4.8 – Disputou 12 duelos aéreos defensivos, vencendo oito, e fez um corte decisivo. Pela negativa, falhou 17 passes (máximo da noite), oito deles no seu próprio meio-campo, e só foi feliz em duas das suas dez bolas longas.
  • Ristovski 3.9 – Criou uma ocasião flagrante, aproveitada por Luiz Phellype, e somou oito acções defensivas, mas borrou a pintura com um cartão vermelho. Dos seis duelos aéreos defensivos que disputou, venceu apenas dois.

Resumo

PARTILHAR

RESPONDER

Artistas exigem 1% do Orçamento do Estado para a Cultura

Mais de 300 artistas concentrados esta terça-feira em frente ao Teatro Nacional de São Carlos, em Lisboa, exigiram um valor imediato de 1% do Orçamento do Estado para a Cultura, em 2020. O protesto, convocado pela …

Depois do Idai, ainda há carência de comida e água potável

São milhares os desalojados que, após o ciclone Idai, continuam sem acesso a água potável. Além disso, a necessidade de comida mantém-se em níveis inalterados. Os dados da Organização Internacional para as Migrações (OIM), patentes no …

Há mulheres-polícia que recebem menos quando estão grávidas

De acordo com um relatório sobre as iniquidades de género dentro da Polícia de Segurança Pública (PSP), ao qual a revista Sábado teve acesso, há mulheres-polícia que recebem menos quando ficam grávidas. Segundo o inquérito realizado …

França. Governo adia entrada em vigor das novas pensões

O novo sistema universal de pensões em França vai abranger apenas as gerações nascidas a partir de 1975 e só terá nova formulação, através de pontos, a partir de 2025. O novo sistema universal de pensões …

Greta Thunberg é a "Personalidade do Ano" da revista Time

Greta Thunberg é a “Personalidade do Ano” mais jovem alguma vez escolhida pela revista Time. A capa da edição de 23 de dezembro foi divulgada esta quarta-feira. A revista norte-americana Time elegeu a ativista climática sueca …

Erupção do Whakaari. Nova Zelândia encomendou 120 metros quadrados de pele para tratar os feridos

A Nova Zelândia já encomendou 120 metros quadrados de pele humana aos Estados Unidos para tratar os 30 feridos do vulcão Whakaari, na Ilha Branca. Cirurgiões neozelandeses têm trabalhado sem parar dado o número de queimados …

Entidade Reguladora da Saúde diz que fez tudo o que devia no caso do bebé sem rosto

Esta quarta-feira, a presidente da Entidade Reguladora da Saúde (ERS) considerou que o regulador fez tudo o que devia ter feito no caso do bebé que nasceu em Setúbal com malformações graves não detetadas as …

Legislação não impede que animais selvagens sejam vendidos a circos estrangeiros

A nova lei de proteção a animais selvagens não impede que estes sejam vendidos e continuem a ser usados em circos estrangeiros. Animais como camelos, cães e cavalos continuam a poder ser usados. A lei de …

Oito migrantes do norte de África desembarcam na praia de Monte Gordo

Oito migrantes oriundos do norte de África foram detidos na manhã desta quarta-feira pela Polícia Marítima, depois de desembarcarem em Monte Gordo, no Algarve. Oito migrantes foram detidos na manhã desta quarta-feira pela Polícia Marítima em …

Universidade impede que Laurent seja o mais novo a licenciar-se e criança desiste

Laurent Simons já não deverá ser o menino mais novo do mundo a licenciar-se, depois de a universidade ter alargado os seus estudos até meados de 2020. A Universidade Técnica de Eindhoven, na Holanda, propôs a …