A chave para curar tumores cerebrais pode estar num vírus mortal

Os cientistas pretendem introduzir mutações sobre o vírus Zika até desenvolverem uma variante genética que ataque os tumores sem causar a propagação da infeção no organismo.

O víruz Zika, que afeta principalmente bebés durante a gravidez e provoca microcefalia, malformações nervosas e até morte prematura, pode ser eficaz no tratamento de glioblastomas, a forma mais comum e agressiva de tumor cerebral, de acordo com um novo estudo publicado no “The Journal of Experimental Medicine”.

Pacientes com este tumor têm uma esperança média de vida de dois anos, desde o momento do diagnóstico.

Investigadores da Universidade da California, em San Diego, nos EUA, em colaboração com médicos da Universidade de Washington, nos EUA, utilizaram o vírus Zika para atacar as células mãe mutadas que geraram o tumor cerebral para comprova a hipótese de que a preferência do vírus Zika pelas células progenitoras neuronais poderia ser utilizada contra as células mãe do glioblastoma.

Até agora, a investigação consistiu em duas fases. A primeira fase foi realizada numa placa de Petri, onde se observou que o vírus Zika “devorou” as células que geram o glioblastoma.

A segunda foi realizada em ratos afetados artificialmente com este tipo de tumor cerebral. Observou-se neles uma notável desaceleração do crescimento do tumor nos roedores, permitindo prolongar a sua esperança de vida.

O tratamento padrão contra esta forma de tumor cerebral costuma ser agressivo e consiste em cirurgia, quimioterapia e sessões de radiação. No entanto, uma grande parte dos tumores reaparece ao fim de poucos meses.

Os resultados deste estudo sugerem agora que uma infeção com Zika poderia complementar o tratamento com a quimioterapia, que ataca o tumor, mas não as células “progenitoras” que o geram. Por outro lado, o Zika afeta essas células, mas não o tumor.

“Acreditamos que o Zika pode vir a ser utilizado em combinação com terapias atuais para erradicar um tumor inteiro”, afirmou Milan Chheda, professor assistente de neurologia e medicina, na Universidade de Washington e um dos autores do estudo.

Agora, os cientistas pretendem introduzir mutações sobre o vírus Zika até desenvolverem uma variante genética que ataque os tumores sem causar a propagação da infeção no organismo.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A chave está descoberta – DCA. O que seria interessante era fazerem um artigo sobre o DCA no tratamento dos tumores, especialmente no cerebral…. E entenderem porque é que este tratamento não é generalizado e levado em conta. (sei de um caso em que o tempo de vida após deteção do tumor era de 6 a 12 meses, efetuou 2 cirugias, e decidiu tomar o DCA, já lá vão 5 anos…. continua viva… é um caso de sucesso e conhecido no IPO de Lisboa)

RESPONDER

Minas americanas continuam inseguras apesar de multas de mil milhões de dólares

O veredito é dado pela sistema federal que multa as empresas mineiras: nem os mais de mil milhões de dólares em multas se revelaram suficientes para desencorajar as práticas inseguras do setor. Esta foi a conclusão …

Ainda há esperança. Corais do Atlântico reproduziram-se pela primeira vez em laboratório

Este é um avanço histórico que poderia ajudar a salvar corais em todo o mundo, incluindo o ameaçado recife da Flórida, nos Estados Unidos. O Aquário da Flórida, nos Estados Unidos, conseguiu que o coral Dendrogyra …

Cientistas descobrem a melhor maneira de ensinar uma nova língua a crianças

As pessoas muitas vezes assumem que as crianças aprendem novas línguas facilmente e sem esforço, independentemente da situação em que se encontram. Mas será verdade que as crianças absorvem linguagem como esponjas? Estudos mostraram que as …

Cientistas descobrem que as mantas gostam de socializar e de fazer amigos

Embora já tenham sido consideradas criaturas solitárias, um novo estudo descobriu que as mantas formam relações sociais e escolhem parceiros sociais. De acordo com o IFLScience, uma equipa de cientistas estudou mais de 500 grupos sociais …

Planta que não se reproduzia há 60 milhões de anos no Reino Unido revivida pelas alterações climáticas

Há 60 milhões de anos que as cicas não se reproduziam no Reino Unido. Agora, com a subida das temperaturas devido às alterações climáticas, fizeram-no pela primeira vez. As cicas são plantas lenhosas muito parecidas com …

Líderes políticos e religiosos ultraconservadores reunidos secretamente em Fátima

A reunião foi promovida pela International Catholic Legislators Network (ICLN). O encontro começou na quinta e termina este domingo. Entre muitos, conta com a participação do primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán. Vários líderes políticos e religiosos ultraconservadores …

Rio alerta para "divórcio violento" e medo de Costa em perder votos para o BE

O líder do PSD, Rui Rio, disse este sábado que as críticas de António Costa ao Bloco de Esquerda refletem "ingratidão" e o "medo" que o Partido Socialista tem em "perder" votos para os bloquistas …

Trump diz que Boris é "o homem certo" e promete "grande acordo comercial"

Os dois líderes estiveram reunidos à margem da cimeira do G7. Trump elogiou Boris e garantiu que o acordo comercial com o Reino Unido será rápido depois do Brexit. Johnson diz que será "fantástico". O Presidente …

Uma impressora 3D construiu uma casa em apenas 12 horas

A impressora 3D S-Squared (SQ3D) construiu um protótipo básico de uma casa em cerca de 12 horas. A estrutura tem 46 metros quadrados e foi construída através de uma mistura de cimento em camadas. O trabalho …

Uma estrela supermassiva explodiu e aniquilou tudo à sua volta

Uma estrela renegada, que explodiu numa galáxia distante, forçou os astrónomos a colocar de lado décadas de investigação e a concentraram-se num novo tipo de supernova que pode aniquilar completamente a sua estrela-mãe - não …