A chave para curar tumores cerebrais pode estar num vírus mortal

Os cientistas pretendem introduzir mutações sobre o vírus Zika até desenvolverem uma variante genética que ataque os tumores sem causar a propagação da infeção no organismo.

O víruz Zika, que afeta principalmente bebés durante a gravidez e provoca microcefalia, malformações nervosas e até morte prematura, pode ser eficaz no tratamento de glioblastomas, a forma mais comum e agressiva de tumor cerebral, de acordo com um novo estudo publicado no “The Journal of Experimental Medicine”.

Pacientes com este tumor têm uma esperança média de vida de dois anos, desde o momento do diagnóstico.

Investigadores da Universidade da California, em San Diego, nos EUA, em colaboração com médicos da Universidade de Washington, nos EUA, utilizaram o vírus Zika para atacar as células mãe mutadas que geraram o tumor cerebral para comprova a hipótese de que a preferência do vírus Zika pelas células progenitoras neuronais poderia ser utilizada contra as células mãe do glioblastoma.

Até agora, a investigação consistiu em duas fases. A primeira fase foi realizada numa placa de Petri, onde se observou que o vírus Zika “devorou” as células que geram o glioblastoma.

A segunda foi realizada em ratos afetados artificialmente com este tipo de tumor cerebral. Observou-se neles uma notável desaceleração do crescimento do tumor nos roedores, permitindo prolongar a sua esperança de vida.

O tratamento padrão contra esta forma de tumor cerebral costuma ser agressivo e consiste em cirurgia, quimioterapia e sessões de radiação. No entanto, uma grande parte dos tumores reaparece ao fim de poucos meses.

Os resultados deste estudo sugerem agora que uma infeção com Zika poderia complementar o tratamento com a quimioterapia, que ataca o tumor, mas não as células “progenitoras” que o geram. Por outro lado, o Zika afeta essas células, mas não o tumor.

“Acreditamos que o Zika pode vir a ser utilizado em combinação com terapias atuais para erradicar um tumor inteiro”, afirmou Milan Chheda, professor assistente de neurologia e medicina, na Universidade de Washington e um dos autores do estudo.

Agora, os cientistas pretendem introduzir mutações sobre o vírus Zika até desenvolverem uma variante genética que ataque os tumores sem causar a propagação da infeção no organismo.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A chave está descoberta – DCA. O que seria interessante era fazerem um artigo sobre o DCA no tratamento dos tumores, especialmente no cerebral…. E entenderem porque é que este tratamento não é generalizado e levado em conta. (sei de um caso em que o tempo de vida após deteção do tumor era de 6 a 12 meses, efetuou 2 cirugias, e decidiu tomar o DCA, já lá vão 5 anos…. continua viva… é um caso de sucesso e conhecido no IPO de Lisboa)

RESPONDER

Bayern Munique vence Sevilha e conquista a Supertaça Europeia

O Bayern Munique conquistou, esta quinta-feira, a Supertaça Europeia, ao derrotar o Sevilha por 2-1, em Budapeste, na Hungria. Os alemães do Bayern Munique conquistaram a Supertaça Europeia pela segunda vez ao derrotarem os espanhóis do …

Sporting 1-0 Aberdeen | "Leão" eficaz segue para o play-off

O Sporting foi eficaz e assegurou uma vaga no “play-off” de acesso à fase de grupos da Liga Europa. Na noite desta quinta-feira, num embate relativo à 3ª pré-eliminatória da competição, os “leões” bateram o Aberdeen …

A NASA descobriu uma nova forma de aterrar em segurança na Lua

A NASA construiu um sistema totalmente novo que pode tornar a aterragem na Lua e em Marte muito menos arriscada - e já tem planos de testá-lo numa missão futura. De acordo com o TechCrunch, o …

Rio Ave elimina Besiktas e está no play-off da Liga Europa

O Rio Ave venceu os turcos do Besiktas, esta quinta-feira, no desempate por grandes penalidades (4-2), após o 1-1 no tempo regulamentar, em jogo da terceira pré-eliminatória da Liga Europa, seguindo em frente na competição. Em …

Dois dinossauros morreram como as vítimas de Pompeia. Foi há 125 milhões de anos, na China

Um grupo de arqueólogos na China acabou de descobrir dois fósseis de uma nova espécie de dinossauro, que estiveram presos no subsolo por 125 milhões de anos devido a uma erupção vulcânica pré-histórica. Os investigadores …

Batalhas de feiticeiros e círculos de demónios. Revelados textos cristãos que não foram incluídos na Bíblia

Os textos da Bíblia como a conhecemos hoje foram "canonizados" pela primeira vez pela Igreja no final do século IV. No entanto, antes disso, centenas de outros textos religiosos circularam por toda a Cristandade. Há mais …

Autoeuropa confirma que não irá renovar contrato a 120 trabalhadores

A administração da fábrica de automóveis Volkswagen Autoeuropa, em Palmela, confirmou, esta quinta-feira, que não vai renovar os contratos a termo de 120 trabalhadores ligados à produção dos veículos MPV (Multi-Purpose Vehicle). "A Autoeuropa reafirmou a …

Glaciar na Islândia "escondia" bombardeiro norte-americano da 2ª Guerra Mundial

Os destroços de um bombardeiro norte-americano B-17 Flying Fortress que colidiu com o glaciar Eyjafjallajökull durante a II Guerra Mundial estão gradualmente a aparecer à medida que a geleira recua devido às alterações climáticas. De acordo …

40 anos depois, assassino de John Lennon pede desculpa pelo crime "desprezível"

Mark David Chapman, o homem que assassinou John Lennon, diz que matou o ex-Beatle por "raiva e ciúmes" e pediu desculpa a Yoko Ono, 40 anos depois. Em 1980, Chapman atingiu John Lennon com quatro tiros …

Reportado o primeiro caso de parkinsonismo após infeção de covid-19

Um homem de 45 anos de Israel revelou sintomas da doença de Parkinson (parkinsonismo) logo depois de ter sido infetado com a covid-19. Tal como frisa o portal IFL Science, os vírus foram já muitas …