Charlie Hebdo volta a receber ameaças

France Diplomatie

A “Marcha Republicana” reuniu mais de 1 milhão de pessoas em Paris contra o atentado ao Charlie Hebdo

Palco de um ataque terrorista que matou 12 pessoas em janeiro de 2015, o jornal satírico francês Charlie Hebdo voltou a ser alvo de ameaças.

Segundo o diário Le Parisien, a direção do Charlie Hebdo, que vive sob proteção permanente da polícia, apresentou uma denúncia às autoridades depois de ter recebido mensagens que “dão a entender” a possibilidade de novas ações contra membros da redação.

De acordo com fontes próximas às investigações, citadas pelo jornal francês, as ameaças foram enviadas tanto pelo Facebook como diretamente à sede da publicação.

No dia 7 de janeiro do ano passado, os irmãos Said e Chérif Kouachi invadiram a redação do jornal satírico e assassinaram 11 pessoas, incluindo cinco cartoonistas.

Ao deixar o prédio, os terroristas ainda mataram a sangue frio um polícia muçulmano, Ahmed Merabet, que estava ferido no passeio.

O jornal é conhecido pelas suas constantes sátiras religiosas, especialmente, sobre o profeta Maomé.

Nos últimos tempos, a publicação também chocou com temas provocatórios como, por exemplo, a questão dos refugiados ou os atentados em Bruxelas.

ZAP / ABr

PARTILHAR

RESPONDER

Facebook terá tentado comprar um software de espionagem em 2017

O Facebook tem estado envolvido em vários escândalos e o mais recente está relacionado com a alegada compra da ferramenta Pegasus, usada para hackear iPhones. A empresa de segurança informática NSO Group, responsável pela Pegasus, alega …

Primeiro-ministro espanhol diz que coronavírus desafia o futuro da UE. E fá-lo em sete idiomas

O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez publicou no domingo um artigo em sete idiomas europeus, argumentando que o coronavírus pode ser a ruína da União europeia (UE) caso não sejam tomadas medidas mais drásticas para lidar …

Viseiras de Leiria despertam cobiça. Bélgica e EUA queriam comprar toda a produção

Várias empresas de moldes e plásticos da região de Leiria estão a fabricar viseiras de protecção contra a Covid-19. Uma adaptação em tempos de pandemia que está a levantar atenção no estrangeiro, com EUA e …

Apple vai começar a produzir um milhão de máscaras por semana

O presidente da Apple, Tim Cook, anunciou que a empresa poderá produzir um milhão de máscaras por semana a partir do próximo fim de semana. Tim Cook explicou, na sua conta da rede social Twitter, que …

Robert Weighton é o homem mais velho do mundo. Tem 112 anos

Com 112 anos completados no dia 29 de março, o britânico Robert Weighton tornou-se o homem mais velho do mundo. Robert Weighton nasceu no dia 29 de março de 1908, em Kingston-Upon-Hull, no Yorkshire. Ao longo …

ISEG prevê queda do PIB entre 4% e 8% em 2020

O Grupo de Análise Económica do instituto da Universidade de Lisboa revelou o intervalo indicativo de variação do PIB usando duas evoluções diferenciadas da crise, com duração mínima de dois meses. A economia portuguesa deverá ter …

Boris Johnson nos cuidados intensivos

O primeiro-ministro britânico, que está infetado com covid-19, foi transferido esta segunda-feira para os cuidados intensivos. Boris Johnson, que está infetado com covid-19, foi transferido esta segunda-feira para a unidade de cuidados intensivos, depois de …

Estado de emergência impede lojistas de terminarem contratos de arrendamento

Os lojistas que fecharam os seus estabelecimentos por causa da pandemia não podem acabar com os contratos de arrendamento por causa da queda das receitas. De acordo com o Diário de Notícias, o decreto-lei do Governo …

Hi Fly quer usar A380 na Portela para transportar equipamento, mas ANA não autoriza

Um estudo da fabricante de aviões Airbus dá o A380 como compatível no aeroporto de Lisboa. No entanto, a ANA alega que teria de fazer "obras avultadas" para autorizar a operação do A380 na Portela. A …

Mortes em Itália voltam a subir. Em França morreram mais de 800 pessoas nas últimas 24 horas

Itália, um dos países mais afetados pela pandemia de covid-19, registou 525 mortes no domingo, mas o número ascendeu para 636 esta segunda-feira. Em França, morreram mais de 800 pessoas nas últimas 24 horas. Em Itália, …