CGD vai fechar mais 70 balcões no Porto e Lisboa

A Caixa Geral de Depósitos vai fechar mais 70 agências, a maioria até ao final do mês. A maior parte dos encerramentos vai dar-se nos grandes centros urbanos, com destaque para a Grande Lisboa e Grande Porto. 

Segundo noticia o Observador, o banco revelou continuar a onda de encerramentos de balcões através de um comunicado, sem avançar mais detalhes sobres os locais de encerramento.

Segundo adianta a agência Lusa, entre as agências da CGD que irão fechar estão Darque (Viana do Castelo), Grijó e Arcozelo (Gaia), Pedras Salgadas (Vila Pouca de Aguiar), Prior Velho (Loures), Alhandra (Vila Franca de Xira), Abraveses e Rua Formosa (Viseu) e Louriçal (Pombal).

Para compensar os “naturais transtornos”, a CGD vai oferecer um cartão de débito durante um ano  para utilizar nas áreas automáticas e ATMs existentes em todo o território nacional e internacional.

Paulo Macedo, presidente da CGD, explicou no comunicado que este encerramentos cumprem a meta de redução de cerca de 25% do número de agências negociada com a Comissão Europeia até ao final de 2020. Assegura ainda que vai manter os níveis de serviço aos clientes, designadamente via rede de ATM e ATS, e com um reforço dos serviços digitais.

O banco explica ainda que as agências que vão fechar “foram objeto de análise, e além da sua atividade e resultado económico, foram tidas em consideração questões como acessibilidade a outras agências da CGD e a mobilidade da população“.

A preferência por fechar balcões nas grandes cidades resulta também da constatação de que a apetência pelos serviços da banca online é maior nos meios urbanos.

A Caixa recorda ainda “que o número de agências bancárias em Portugal se reduziu em 30% ou 1901, desde 2011, e em Espanha o recuo foi de 11.649, no mesmo período”. Apesar desta redução, a CGD relembra que “Portugal continua a ser um dos países europeus com mais balcões per capita”.

Com o encerramento destes 70 balcões, a CGD terá ainda de fechar mais 43 balcões nos próximos dois anos. A Caixa tinha 587 agências em 2017, ano em que fechou 67 balcões, e no final deste este ano ficará com cerca de 515.

ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

    • Deus?!
      Será que ele percebe alguma coisa da banca?!
      Podia dar uma ajuda na CGD…
      Mas, a julgar pelo exemplo das burlas do banco do Vaticano, deus nem o dinheiro “sagrado” (que “roubam” em nome dele) ajuda a gerir, quanto mais…

  1. Este senhor Paulo Macedo, devia ser considerado Inimigo Nacional.

    Um processo no Tribunal dos Direitos do homem era pouco, por aquilo que fez enquanto responsável máximo pela saúde no nosso pais.

    Foram cometidos imensos crimes contra a humanidade nesse período, em várias unidades hospitalares do nosso pais.

    Um dos 100 piores Portugueses de Sempre!

  2. Toda a gente sabe, ou devia saber, porque razão o banco do Estado, que sempre deu lucro, chegou a este descalabro. Agora atiram as culpas para cima deste gajo que tem que limpar a porcaria que muitos fizeram antes dele. Sim, esses que não passavam de tesoureiros (caixas) e chegaram a administradores. A canalha política que se abotoou e deixou abotoar os seus amigos. Os créditos como o de Vale de Lobo. E muitos que nem se sabe a quem foram concedidos porque eles não querem que se saiba. Depois deste descalabro todo alguns ainda têm a lata e o descaramento de culpar os que lá estão agora, como se tudo se devesse a eles.

RESPONDER

Afinal comer um ovo por dia é mau outra vez

Afinal, comer um ovo por dia não é assim tão bom para a saúde como estudos recentes sugeriam. O maior consumo de ovos e colesterol pode aumentar o risco de doenças cardíacas e de morte …

Na Colômbia, há um "arco-íris líquido" que é descrito como a 8ª maravilha do mundo

Escondido nos confins da Serra da Macarena, na Colômbia, está o rio Caño Cristales. De dezembro a maio, o curso de água é como outro qualquer, apesar de estar rodeado de um dos ecossistemas mais …

Com uma nova interface neural, a telepatia já é possível

Uma equipa internacional de cientistas deu um passo adiante no desenvolvimento de interfaces neuronais para propor uma interface que envolve a transferência de informação entre as pessoas diretamente. As interfaces cérebro-computador podem melhorar as habilidades individuais …

Bombeiros profissionais ameaçam deixar de prestar serviço voluntário nas corporações

Os bombeiros voluntários das associações humanitárias admitem deixar de prestar serviço voluntário nas corporações, caso a Liga dos Bombeiros Portugueses continue por concluir o acordo coletivo de trabalho, que está em negociação há mais de …

Baleia encontrada morta nas Filipinas com 40 quilos de plástico no estômago

Uma baleia foi encontrada morta na sexta-feira, na costa sudeste das Filipinas, com 40 quilos de plástico no estômago, informou a imprensa local. O cetáceo, uma baleia-bicuda-de-cuvier, apareceu na sexta-feira à beira-mar no município de Mabini, …

Macron convoca reforços após novos confrontos de coletes amarelos

A nova manifestação de "coletes amarelos", no sábado, registou distúrbios violentos na capital francesa. Como resposta, o presidente francês Emmanuel Macron convocou um reforço das forças de segurança. O dia de sábado marcou mais um protesto …

Pedidos de nacionalidade portuguesa aumentaram 50% em dois anos

Nos últimos dois anos, o número de pedidos de nacionalidade portuguesa aumentou cerca de 50%, avança o jornal Público esta segunda-feira. Se em 2016 foram 117.629 os cidadãos estrangeiros que pediram a nacionalidade portuguesa, em 2018 …

Não há democracia na Coreia do Norte? "É uma opinião", diz Jerónimo

Jerónimo de Sousa evitou classificar o regime de Kim Jong-un em termos "de ser ou não ser" uma democracia. A Coreia do Norte é ou não uma democracia? "É uma opinião", respondeu Jerónimo de Sousa. Numa …

Afinal, o esparguete à bolonhesa não existe

Quando se trata de refeições italianas clássicas, a maioria das pessoas pensa em pratos simples como uma pizza Margherita, lasanha e esparguete à bolonhesa. Contudo, segundo Virginio Merola, presidente de Bolonha, em Itália, o esparguete à bolonhesa …

Javalis tomaram o lugar dos coelhos. "Muitos animais estão doentes"

Para já, não há perigo de saúde pública, mas os javalis carregam doenças que podem passar a outros animais. Se antes se matavam mil coelhos, abatem-se agora 10 javalis. Jacinto Amaro, presidente da Fencaça - Federação …