CGD passa de prejuízos a lucros de quase 200 milhões

António Cotrim / Lusa

Paulo Macedo, presidente da Caixa Geral de Depósitos

A Caixa Geral de Depósitos teve lucros consolidados de 194 milhões de euros no primeiro semestre deste ano, o que compara com os prejuízos de 50 milhões de euros nos primeiros seis meses de 2017, divulgou o banco esta sexta-feira.

Entre Janeiro e Junho deste ano, a margem financeira caiu 2% em termos consolidados para 593 milhões de euros e os resultados de serviços e comissões aumentaram 10% para 239 milhões de euros.

Já a constituição de provisões e imparidades (para fazer face a perdas, nomeadamente com crédito) desceu significativamente, 89%, para 45 milhões de euros, segundo o banco. O ano passado até Junho tinham sido constituídos 390 milhões de euros em provisões.

Nos custos da estrutura, os gastos recorrentes caíram 14% para 465 milhões de euros. Contudo, destes valores estão excluídos os custos de 50,7 milhões de euros em 2018 com o programa de redução de trabalhadores, sobretudo, e de gastos gerais administrativos.

Saíram mais de 400 trabalhadores

Mais de 400 trabalhadores deixaram a CGD entre Janeiro e Junho deste ano, segundo os dados divulgados pelo banco público. No final de Junho a CGD tinha 7903 empregados na atividade em Portugal, menos 418 do que os 8321 que tinha no final de 2017.

A CGD voltou a abrir este ano um novo programa de rescisões por mútuo acordo e de reformas antecipadas, tal como já fez no passado. Em 2017, deixaram a CGD quase 550 trabalhadores.

Quanto à rede de balcões, no final de Junho, a CGD Portugal tinha 522 agências, menos 65 do que no final de 2017, quando tinha 587 balcões. O fecho de agências da CGD tem motivado vários protestos.

18 mil créditos para deduzir juros

A CGD tem 18.000 créditos à habitação em que terá de deduzir juros negativos, o que implicará um custo de cerca de 100 mil euros por mês, disse o presidente executivo do banco público, Paulo Macedo.

“São 18.000 créditos e com impacto na sua prestação mensal de seis euros em média”, disse Paulo Macedo, na conferência de imprensa de apresentação de resultados semestrais.

Assim sendo, o banco detido pelo Estado terá um custo de cerca de 100 mil euros por mês com a nova legislação que obriga os bancos a aplicarem juros negativos no crédito à habitação, o que por ano soma um custo total de 1,2 milhões de euros. Paulo Macedo disse ainda que o banco tomou a opção de deduzir os juros ao capital em dívida.

Na semana passada foi publicada em Diário da República a lei que estipula que os bancos são obrigados a refletir nos contratos do crédito à habitação os valores negativos das Euribor, tendo até 30 de Julho para rever o indexante de cálculo da taxa de juro dos créditos.

“Quando do apuramento da taxa de juro resultar um valor negativo, deve este valor ser reflectido nos contratos de crédito”, lê-se na lei publicada, à data, em Diário da República. O diploma esclareceu que “o valor negativo apurado deve ser deduzido ao capital em dívida na prestação vincenda”.

A lei tem impacto quando a taxa de juro média negativa das Euribor anula o spread (margem de lucro comercial) cobrado pelo banco, o que tem impacto nos créditos com spreads muito baixos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. É muito fácil passar de prejuízos a lucros…
    Basta cortar um bocadinho nos benefícios dos parasitas e chular mais um bocado em comissões e despesas bancárias.
    Até eu seria bom gestor!

    • Sim. No lodo que havia na CGD qualquer um obtinha resultados em muito pouco tempo. O mesmo se pode passar na Segurança Social, no IAPMEI, na AICEP, Hospitais, Universidades e por aí fora. Em todos estes sítios é possível poupar muito dinheiro. Em todos estes sítios conheço situações incríveis de “estourar” dinheiro. Uma verdadeira vergonha!
      E no final do ano há sempre a preocupação de rebentar com o dinheiro todo, seja no que for, para conseguir assegurar um orçamento pelo menos igual no ano seguinte. O povo devia saber disto!

  2. O dr. Morte, por onde passa, é uma máquina de fazer dinheiro mas sempre à custa de terceiros. Quando esteve na Saúde, os cortes que fez foram um autêntico massacre para os mais pobres.

    • Não tarda está no BCE ou no FMI, tal é a “qualidade” da sua gestão!!
      Ele, se pudesse matar todos os doentes, até teria posto o SNS a dar lucro!…

  3. Sem duvida. Por a CGD a dar dinheiro, da forma com que o fez, qualquer nabo o fazia Despedimentos,taxar as contas de acordo com as necessidades da Caixa, aumentar como lhe aprouver, a anuidade dos cartões, comissão em transferências, comissão para mais do triplo pelo processamento da prestação da casa,as comissões cobradas aos comerciantes/ empresários, quando se paga com o cartão de debito ou crédito, etc.. etc. sem qualquer dúvida, que há milhares de pessoas, que, ganhando um terço do ordenado que o Presidente da CGD ganha, fariam o mesmo ou melhor.

RESPONDER

ADN revelou quem teve casos extraconjungais nos últimos 500 anos

Os cientistas revelaram que membros da sociedade tinham mais probabilidade de ter filhos fora do casamento ao estudar o ADN de pessoas da Europa ocidental nos últimos 500 anos. A densidade populacional do local onde uma …

O Ártico pode ficar sem gelo no verão de 2044

As mudanças climáticas provocadas pelo Homem estão muito perto de tornar o Ártico livre de gelo, já a partir do verão de 2044. Um artigo científico, publicado recentemente na Nature Climate Change por investigadores da Universidade …

Estamos sozinhos no Universo? Cientistas detalham que exoplanetas poderiam albergar vida

Através da modelagem climática, uma equipa de cientistas da Universidade de Northwestern, nos Estados Unidos, apontou que tipo de planetas têm maior probabilidade de serem habitáveis. A descoberta pode ajudar os astrónomos a selecionar áreas …

Viagens ao Espaço têm um novo perigo desconhecido para os astronautas

Há um perigo inerente às longas viagens espaciais dos astronautas desconhecido até aos dias de hoje. Um novo estudo aponta que os cosmonautas podem ver o seu fluxo sanguíneo revertido na parte superior do corpo. A …

Macrocilix maia, a misteriosa traça que tem moscas a comer fezes nas suas asas

Macrocilix maia é uma espécie de traça que se destaca pela forma como se camufla dos seus predadores. Nas suas asas vê-se duas moscas a comer excrementos de pássaro. A natureza nunca falha em surpreender-nos e …

Há provas que ligam misteriosa doença que paralisa crianças a vírus raro

Pela primeira vez, foram encontradas provas da associação do Enterovírus D68, um vírus raro até há algum tempo, à Mielite Flácida Aguda, uma doença semelhante à poliomielite que tem afectado centenas de crianças, provocando a …

Antigos egípcios podem ter encurralado milhões de pássaros só para os mumificar

Novas evidências de ADN sugerem que os antigos Egípcios capturavam pássaros selvagens para sacrifícios ritualísticos (e para os poderem mumificar depois). As catacumbas egípcias contêm milhares de pássaros mumificados, especificamente íbis-sagrados (Threskiornis aethiopicus), empilhados uns sobre …

Estudo mostra que sondagens tendenciosas enviesam eleições políticas

Através de experiências práticas, uma investigação recente sugere que as sondagens tendenciosas podem influenciar e enviesar as eleições políticas, até mesmo nas grandes democracias. Enquanto uma eleição se aproxima no Reino Unido e uma votação presidencial …

A Rússia criou a arma mais mortífera da história. Foi há 72 anos

Comummente conhecida por AK-47, a espingarda Kalashnikov foi responsável por milhões de mortes durante a nossa História, sendo uma das armas mais populares do mundo e a mais fabricada pela indústria de armamento. Segundo o The Conversation, …

Luxemburgo 0-2 Portugal | Campeão marca presença no Euro

Portugal venceu o Luxemburgo por 2-0 e apurou-se para a fase final do Euro2020 – a 11ª presença consecutiva da turma das “quinas” em fases finais de grandes competições. Num encontro mal jogado, em parte pelas …