CGD passa de prejuízos a lucros de quase 200 milhões

António Cotrim / Lusa

Paulo Macedo, presidente da Caixa Geral de Depósitos

A Caixa Geral de Depósitos teve lucros consolidados de 194 milhões de euros no primeiro semestre deste ano, o que compara com os prejuízos de 50 milhões de euros nos primeiros seis meses de 2017, divulgou o banco esta sexta-feira.

Entre Janeiro e Junho deste ano, a margem financeira caiu 2% em termos consolidados para 593 milhões de euros e os resultados de serviços e comissões aumentaram 10% para 239 milhões de euros.

Já a constituição de provisões e imparidades (para fazer face a perdas, nomeadamente com crédito) desceu significativamente, 89%, para 45 milhões de euros, segundo o banco. O ano passado até Junho tinham sido constituídos 390 milhões de euros em provisões.

Nos custos da estrutura, os gastos recorrentes caíram 14% para 465 milhões de euros. Contudo, destes valores estão excluídos os custos de 50,7 milhões de euros em 2018 com o programa de redução de trabalhadores, sobretudo, e de gastos gerais administrativos.

Saíram mais de 400 trabalhadores

Mais de 400 trabalhadores deixaram a CGD entre Janeiro e Junho deste ano, segundo os dados divulgados pelo banco público. No final de Junho a CGD tinha 7903 empregados na atividade em Portugal, menos 418 do que os 8321 que tinha no final de 2017.

A CGD voltou a abrir este ano um novo programa de rescisões por mútuo acordo e de reformas antecipadas, tal como já fez no passado. Em 2017, deixaram a CGD quase 550 trabalhadores.

Quanto à rede de balcões, no final de Junho, a CGD Portugal tinha 522 agências, menos 65 do que no final de 2017, quando tinha 587 balcões. O fecho de agências da CGD tem motivado vários protestos.

18 mil créditos para deduzir juros

A CGD tem 18.000 créditos à habitação em que terá de deduzir juros negativos, o que implicará um custo de cerca de 100 mil euros por mês, disse o presidente executivo do banco público, Paulo Macedo.

“São 18.000 créditos e com impacto na sua prestação mensal de seis euros em média”, disse Paulo Macedo, na conferência de imprensa de apresentação de resultados semestrais.

Assim sendo, o banco detido pelo Estado terá um custo de cerca de 100 mil euros por mês com a nova legislação que obriga os bancos a aplicarem juros negativos no crédito à habitação, o que por ano soma um custo total de 1,2 milhões de euros. Paulo Macedo disse ainda que o banco tomou a opção de deduzir os juros ao capital em dívida.

Na semana passada foi publicada em Diário da República a lei que estipula que os bancos são obrigados a refletir nos contratos do crédito à habitação os valores negativos das Euribor, tendo até 30 de Julho para rever o indexante de cálculo da taxa de juro dos créditos.

“Quando do apuramento da taxa de juro resultar um valor negativo, deve este valor ser reflectido nos contratos de crédito”, lê-se na lei publicada, à data, em Diário da República. O diploma esclareceu que “o valor negativo apurado deve ser deduzido ao capital em dívida na prestação vincenda”.

A lei tem impacto quando a taxa de juro média negativa das Euribor anula o spread (margem de lucro comercial) cobrado pelo banco, o que tem impacto nos créditos com spreads muito baixos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. É muito fácil passar de prejuízos a lucros…
    Basta cortar um bocadinho nos benefícios dos parasitas e chular mais um bocado em comissões e despesas bancárias.
    Até eu seria bom gestor!

    • Sim. No lodo que havia na CGD qualquer um obtinha resultados em muito pouco tempo. O mesmo se pode passar na Segurança Social, no IAPMEI, na AICEP, Hospitais, Universidades e por aí fora. Em todos estes sítios é possível poupar muito dinheiro. Em todos estes sítios conheço situações incríveis de “estourar” dinheiro. Uma verdadeira vergonha!
      E no final do ano há sempre a preocupação de rebentar com o dinheiro todo, seja no que for, para conseguir assegurar um orçamento pelo menos igual no ano seguinte. O povo devia saber disto!

  2. O dr. Morte, por onde passa, é uma máquina de fazer dinheiro mas sempre à custa de terceiros. Quando esteve na Saúde, os cortes que fez foram um autêntico massacre para os mais pobres.

    • Não tarda está no BCE ou no FMI, tal é a “qualidade” da sua gestão!!
      Ele, se pudesse matar todos os doentes, até teria posto o SNS a dar lucro!…

  3. Sem duvida. Por a CGD a dar dinheiro, da forma com que o fez, qualquer nabo o fazia Despedimentos,taxar as contas de acordo com as necessidades da Caixa, aumentar como lhe aprouver, a anuidade dos cartões, comissão em transferências, comissão para mais do triplo pelo processamento da prestação da casa,as comissões cobradas aos comerciantes/ empresários, quando se paga com o cartão de debito ou crédito, etc.. etc. sem qualquer dúvida, que há milhares de pessoas, que, ganhando um terço do ordenado que o Presidente da CGD ganha, fariam o mesmo ou melhor.

RESPONDER

Pós-Brexit. Imigrantes do Reino Unido vão ter de falar inglês e ter qualificações

O Reino Unido apresentou detalhes sobre as novas regras para a imigração pós-Brexit, que vão dificultar o acesso dos cidadãos da União Europeia (UE) e impor requisitos, como falar inglês, qualificações e um salário mínimo …

Ações de Isabel dos Santos na Galp, NOS, Efacec e EuroBic escapam a ordem judicial

As ações de Isabel dos Santos em empresas como Galp, NOS, Efacec e EuroBic não estão abrangidas na ordem judicial relativa ao arresto das suas contas bancárias. O arresto das contas bancárias de Isabel dos Santos …

Covid-19. Presidente chinês diz que há “progresso visível”, mas número de mortos ultrapassa os 2.000

O Presidente da China defendeu esta quarta-feira que as medidas aplicadas pelas autoridades chinesas para travar a propagação do novo coronavírus, estão a alcançar um "progresso visível", num "momento crucial" da crise que paralisou o …

Tomás Correia foi pessoalmente ao Banco de Portugal buscar a nova condenação

Esta segunda-feira, Tomás Correia foi pessoalmente ao Banco de Portugal buscar a nova condenação de que foi alvo, por violação das regras de controlo e branqueamento de capitais. A notícia é avançada esta quarta-feira pelo Público, …

Alunos do ensino profissional vão poder entrar no ensino superior sem exames nacionais

Os estudantes que terminem um curso profissional ou artístico terão melhores condições de acesso ao ensino superior já no próximo ano. O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, anunciou esta quarta-feira que os …

Trump indulta ex-governador que tentou "vender" lugar de Obama no Senado

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, indultou na terça-feira o ex-governador de Illinois Rod Blagojevich, preso por corrupção após ser considerado culpado de tentar "vender" o lugar de Barack Obama no Senado, depois …

"Toca a reunir" no PS para aprovar eutanásia (e 6 médicos admitem que já a praticaram)

O PS está a mobilizar os seus deputados no sentido de garantir que, desta feita, a eutanásia passará no Parlamento. Tudo indica que venha a ser aprovada numa altura em que os médicos estão divididos …

CP está a escapar à multas por falhas nos serviços

A CP - Comboios de Portugal está a escapar às multas por falhas nos serviços, como atrasos e supressões de comboios, porque ainda não entrou em vigor o contrato de serviço público assinado com o …

Alegadas agressões a Taarabt valem processos a Marega e Pepe

A Comissão de Disciplina da FPF abriu processos disciplinares a Moussa Marega e Pepe devido a alegadas agressões sobre Taarabt, no jogo com o Benfica. Os jogadores do FC Porto Moussa Marega e Pepe vão ser …

Costa arrasa proposta "forreta" de orçamento europeu

A proposta de quadro financeiro plurianual para 2021-2027 do presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, vai morrer na praia. António Costa diz que os líderes europeus não devem ceder à pressão dos quatro países “forretas”. "Esta …