Contra todas as expectativas, a cerveja Corona sobreviveu ao ano em que surgiu uma pandemia com o seu nome

A pandemia do novo coronavírus surgiu no mundo e a marca mexicana de cerveja Corona temeu o pior, ou a pandemia não tivesse precisamente o nome do seu produto. Foram muitas as notícias que remeteram para o impacto negativo desta infeliz coincidência nas vendas da bebida, mas, passados mais de 10 meses, a marca parece ter dado a volta por cima.

Logo que começou a eclodir a pandemia, surgiram também algumas teorias de que a cerveja Corona não iria conseguir sobreviver ao ano de 2020, precisamente pelo seu nome ser o mesmo que o do novo vírus. O alerta foi dado e de imediato acatado pela equipa de marketing da marca desde o início.

John Alvarado, vice-presidente de marketing de marca, recorda ao WSJ que no início da pandemia a empresa se viu em mãos com problemas que todas as firmas estavam a ter. “Estávamos a enfrentar muitos dos mesmos desafios que os outros profissionais de marketing”, contudo, assume que a sua equipa teve tivemos uma tarefa mais difícil devido ao facto “do novo vírus ter o mesmo nome que a cerveja”.

No entanto, à medida que o ano foi avançando, e agora que o final de 2021 se aproxima cada vez mais, o feedback é bastante positivo, pois as vendas da cerveja Corona foram suficientemente fortes para sustentar a empresa.

As compras de cerveja da marca Corona nos EUA correspondem a 6,78% das que foram feitas no universo deste tipo de produtos até 6 de dezembro deste ano. Isto significa que os valores se mantiveram praticamente inalterados relativamente ao período equivalente ao ano anterior, de acordo com a IRI, uma empresa de pesquisa de mercado.

“Não houve nenhum tipo de impacto negativo nas vendas da Corona. Isso está claro nos dados”, disse Vivien Azer, diretora e analista de pesquisa do banco de investimentos Cowen Inc, ao jornal norte-americano. A especialista garante que a popularidade e a familiaridade da marca ajudaram-a a resistir ao impacto negativo que a pandemia de covid-19 prometia trazer.

A analista relembra que “durante os primeiros dias de confinamento, os consumidores optaram por grandes e confiáveis marcas”.

Para ultrapassar um ano que se adivinhava difícil, a Constellation Brands alicerçou os seus esforços regulares para chamar a atenção dos consumidores, mas com o passar dos meses percebeu que eram poucas as pessoas que estavam a associar a marca ao vírus que causa a covid-19, explicou Alvarado. Ainda assim, a empresa adaptou algumas campanhas à situação atual do mundo.

Em 2020 a firma lançou uma campanha de promoção de todas as marcas Corona, com o tema “La Vida Más Fina”, apresentada pelos cantores Snoop Dogg e Bad Bunny.

Atualmente, a cerveja Corona está também a exibir novamente o seu famoso anúncio de Natal “O Tannenpalm”, que fez a sua estreia em 1990 e tem aparecido todos os anos desde então, de acordo com a Constellation Brands.

“Somos uma marca otimista e este ano fez-nos ver isso. Quando pensamos sobre tudo o que aconteceu este ano, acho que essa mensagem é ainda mais necessária e fulcral”, rematou Ann Legan, vice-presidente de marketing da marca Corona.

Ana Isabel Moura Ana Moura, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Bactérias benéficas do leite materno mudam ao longo do tempo

De acordo com um novo estudo, a mistura de bactérias benéficas transmitidas pelo leite materno muda significativamente com o tempo. Este pode atuar como uma injeção de reforço diário para a imunidade e metabolismo infantil. Os …

Quando um tigre vale mais morto do que vivo: A sórdida realidade das quintas de procriação

Em alguns países asiáticos, quintas de procriação de tigres exploram até ao tutano o valor económico do animal, submetendo-o a condições de vida degradantes. Tigres já foram puderam ser encontrados em grande parte da Ásia, do …

Ana Estrada Ugarte. Em decisão histórica, Peru abre as portas à eutanásia

Numa decisão histórica esta quinta-feira, o 11.º Tribunal Constitucional do Superior Tribunal de Justiça de Lima, no Peru, ordenou ao Ministério da Saúde do país que respeitasse a vontade de Ana Estrada Ugarte de acabar …

Árbitros estrangeiros na próxima época? APAF recusa "atestado de incompetência"

A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) tem a certeza de que o Conselho de Arbitragem (CA) não irá passar um "atestado de incompetência" aos árbitros portugueses, chamando estrangeiros para encontros de Ligas nacionais. Segundo …

Depois do desconforto que a série causou na Família Real, Harry defende "The Crown"

Durante uma entrevista a James Corden, para o programa americano The Late Late Show, o príncipe Harry defendeu a série The Crown da Netflix, explicando que embora não seja “estritamente precisa”, retrata a pressão da …

Benfica vai apresentar queixa por ameaças de morte a Vieira e vandalismo

O Benfica vai avançar com queixas devido às ameaças de morte ao presidente do clube em tarjas colocadas nas imediações do Estádio da Luz, mas também pela vandalização de várias casas benfiquistas. Segundo o jornal online …

Submarino civil transparente pode levá-lo ao local do naufrágio do Titanic

A Triton, uma empresa com sede na Florida, fabrica submarinos civis de última geração há mais de uma década. Agora, vai fazer nascer o Triton 13000/2 Titanic Explorer, que para além de oferecer aos passageiros …

Catorze detidos nos novos protestos em Barcelona a favor de Pablo Hasél

Pelo menos 14 pessoas foram detidas pela polícia catalã, este sábado, durante os distúrbios que se seguiram a mais uma manifestação em Barcelona a reclamar a libertação do rapper Pablo Hasél. Segundo o jornal Público, pelo …

Procuradores avançam para tribunal contra nomeações de chefias

O Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) está envolvido numa nova polémica, depois do concurso que culminou na indigitação de José Guerra para a Procuradoria Europeia. Segundo avança o Jornal de Notícias, este domingo, um concurso para …

A partir de segunda-feira, eletrodomésticos vão ter novas etiquetas energéticas

As organizações não-governamentais ambientalistas saúdam as novas etiquetas energéticas, que entram em vigor esta segunda-feira, mas pedem “mais atenção” ao consumidor e “maior rapidez” na reclassificação de “mais produtos”. Em comunicado, a cooligação Coolproducts, um grupo …