Um “cérebro” voador vai ajudar os astronautas da Estação Espacial

Airbus

A equipa da Estação Espacial Internacional vai ganhar brevemente um novo membro – que chega para ajudar e animar os astronautas e cientistas que ali vivem e trabalham.

Chama-se CIMON, Crew Interactive Mobile Companion, e é uma impressão em 3D de metal e plástico descrito pelos seus criadores como um “cérebro voador”.

O CIMON é fruto dos esforços conjuntos da Airbus e IBM, e funciona com inteligência artificial. O seu corpo esférico é autónomo e pode “flutuar” no ambiente de microgravidade da estação espacial. Tem um ecrã que pode mostrar dados necessários ao trabalho dos astronautas, ou simplesmente um rosto simpático.

Esta será a primeira missão de I.A. na EEI, e poderá ajudar a equipa a resolver problemas durante o trabalho de rotina, analisando e mostrando dados úteis. Mas a rede neuronal do CIMON pode mesmo dar um passo de gigante em frente e funcionar também como um amigo para os astronautas.

O CIMON, que pesa 5 quilos, está a ser treinado pelo astronauta Alexander Gerst, da Agência Espacial Europeia, que esteve em missão na EEI entre maio e novembro de 2014. Gerst deverá voltar para a estação com CIMON em outubro de 2018.

O sistema começou a ser desenvolvido em 2016 por uma equipa de 50 técnicos da Airbus e da IBM. Desde então, tem sido alimentado com dados sobre a EEI, para que possa orientar-se e mover-se de forma livre na estação, e tem aprendido a conhecer melhor o seu companheiro astronauta, através de fotos e amostras de voz.

Assim que o CIMON estiver no espaço, deverá interagir com os astronautas numa série de tarefas, que vão desde trabalhar com cristais a resolver um cubo mágico. Numa das suas missões irá funcionar como câmara de filmar numa experiência médica.

Esperamos apenas que o CIMON seja mais parecido com um tamagotchi sofisticado e útil, do que com HAL 9000, o computador I.A. de 2001, uma Odisseia no Espaço – até porque, contou um dia Arthur C. Clarke, as iniciais do famigerado computador foram escolhidas por serem as três letras imediatamente antes de I, B e M.

(dr)

I’m sorry, Dave. I’m afraid I can’t do that.

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. “as três letras que se seguem a I, B e M.”
    Não seria antes:
    “as três letras que anteriores a I, B e M.”
    ?

Responder a ZAP Cancelar resposta

Operação Lex. Juiz Vaz das Neves arguido por corrupção e abuso de poder

O ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa Vaz das Neves é arguido na Operação Lex por suspeitas de corrupção e abuso de poder relacionadas com a distribuição eletrónica de processos, disse à Lusa fonte …

Governo quer licenças de trabalho parcial pagas para pais no primeiro ano dos filhos

O Governo quer implementar licenças de trabalho parcial remuneradas para pais e mães de crianças no seu primeiro ano de vida, no âmbito do programa para a conciliação entre vida profissional e vida familiar e …

Covid-19. Portugal "tem de preparar-se para o pior" e ter plano de contingência

Ricardo Mexia, presidente da Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública, defende que Portugal tem de se preparar para o pior e, por esta altura, já devia ser conhecido o plano de contingência em ação. "Convém …

Misteriosa mensagem esculpida numa rocha em França foi finalmente decifrada

A inscrição, gravada há 250 anos numa rocha na região francesa da Bretanha, foi finalmente decifrada graças a um concurso lançado pelo município. O mistério, que há muitos anos intrigava a comunidade científica e curiosos de …

Transferência de Bruno Fernandes rendeu 16 milhões ao BCP e ao Novo Banco

A transferência de Bruno Fernandes do Sporting para o Manchester United foi rentável não apenas para o clube de Alvalade, mas também para os Bancos que são os principais financiadores do emblema. Millennium BCP e …

Braga 0-1 Rangers | "Guerreiros" eliminados por pé Kent

O Sporting de Braga caiu nos 16 avos-de-final da Liga Europa. Após a derrota por 3-2 na visita ao Rangers na semana passada, após estar a vencer por 2-0, os “arsenalistas” foram donos e senhores …

Violada, drogada e raptada. Cantora Duffy explica o seu desaparecimento da cena musical

A cantora galesa Duffy que fez sucesso, em 2008, com a música "Mercy", esteve vários anos afastada dos holofotes do mundo da música e explica, agora, que isso se deveu ao facto de ter sido …

Neeleman continua na TAP, mesmo com a entrada da Lufthansa

David Neeleman vai manter-se como acionista da companhia aérea portuguesa, mesmo que a Lufthansa venha a entrar no capital da TAP. Sabe-se que a Lufthansa está a estudar, juntamente com a United Airlines, a aquisição dos …

Escócia aprova plano para dar tampões e pensos grátis a todas as mulheres

O Parlamento escocês aprovou, esta terça-feira, um projeto de lei para disponibilizar gratuitamente produtos de higiene feminina a todas as mulheres. A Escócia será o primeiro país a avançar com uma medida deste tipo. O plano …

Bruxelas regista lentidão no desenvolvimento da ferrovia e dos portos portugueses

A Comissão Europeia fez hoje várias observações sobre a lentidão do desenvolvimento de projetos na ferrovia e nos portos portugueses, num relatório elaborado no âmbito do pacote de inverno do semestre europeu. Abordando os setores ferroviário …