Censos e mapas da Mouraria de antes do terramoto encontrados numa despensa

Instituto Geografico e Cadastral, Lisboa

Mapa de Lisboa em 1755 da autoria do engenheiro-coronel Carlos Mardel e do capitão Eugenio dos Santos

Mapa de Lisboa em 1755 da autoria do engenheiro-coronel Carlos Mardel e do capitão Eugenio dos Santos

Os nomes das ruas e dos habitantes da Mouraria entre 1610 e 1910 constam de documentos recentemente descobertos numa despensa daquela paróquia e podem servir de censos e mapa para uma Lisboa anterior ao terramoto de 1755.

Numa caligrafia perfeitamente desenhada lê-se no topo de cada página o nome da rua e a indicação “esquerdo” ou “direito” como identificação do lado da artéria.

Já o nome dos moradores está abaixo das referências a “primeira casa, segunda casa” e, assim, por diante, como chama a atenção o padre Edgar Clara, à medida que folheia os cadernos que mantém à sua guarda.

À frente de cada nome estão traços verticais feitos por padres, ao longo dos anos, para identificar quem se confessou e comungou por altura da Páscoa, como obrigavam os ditames do Concílio de Trento (século XVI).

Há cerca de dois anos, Edgar Clara encontrou “toda a coleção” do rol de confessados numa arrecadação do Convento do Coleginho, onde funciona a sede da paróquia do Socorro.

Parte dos cadernos foi já limpa do pó de séculos e o padre admite à agência Lusa a vontade de ver os documentos digitalizados, “mas já ficaria muito contente se se expurgasse”.

“A ideia que tenho é que se possam conservar e procurar que não se deteriorem mais. Tenho levado o rol ao expurgo e depois, seguramente, deve ser tratado, mas isso seguramente os investigadores é que podem vir cá e fazê-lo”, diz.

@edgar_clara / Ywitter

O padre Edgar Clara

O padre Edgar Clara

Com o arresto de bens da igreja católica, a partir de 1910, muitos dos registos de confissões, além dos de batismo e de óbito, foram transferidos para arquivos como a Torre do Tombo.

“Há muitas paróquias que os têm e que podem não ter sido ainda encontrados. Este arquivo seguramente nunca se descobriu”, nota o pároco, referindo haver ali “250 a 300 livros”.

Na sede da paróquia da Mouraria/Socorro houve mais História encontrada, em documentos que não eram mexidos há pelo menos um século e que garantem a permanência da igreja no Coleginho.

Em 1912 chegaram ali intimações das instituições republicanas para, “sem perda de tempo”, ser provada a propriedade do local, o que o padre Edgar Clara também fez.

“Quando se começou falar que se ia vender o Coleginho pôs-se uma interrogação: e agora o que me vai acontecer? Vão meter-me na rua?”, relata o pároco à Lusa, lembrando que o comprador poderia ser alguém que não quisesse “fazer daqui alguma coisa que não fosse socialmente relevante”.

A procura das provas de propriedade começou, sem sucesso, fora do edifício.

“Houve um dia em que me sentei aqui e pensei: se eu não encontrei fora desta casa, pode ser que encontre dentro desta casa”, diz o padre, lembrando-se de quando encontrou “uma pasta que ficou no mesmo local durante quase 100 anos”.

“A mesma pasta que em 1912 foi apresentada ao Estado, nas finanças, para provar que esta sacristia, um ângulo do claustro e a Igreja fazem parte integrante de um património que é passado de pais para filhos, que é da irmandade da Nossa Senhora do Bom Despacho”, conta.

Na pasta estava, nomeadamente, a escritura do Coleginho, datada de 1710, e que manteve aquele local, ao longo do século XX, com dois donos: a igreja, através da irmandade, e o Estado.

A conservação do edifício era o que mais preocupava Edgar Clara depois de dez anos sem aproveitamento da parte que pertencia ao Ministério da Defesa.

Eram infiltrações e ratos os sinais mais visíveis da degradação de um local que testemunhou outra história: a celebração de uma missa de São Francisco Xavier antes de viajar para o Oriente.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Coreia do Norte anuncia "teste muito importante" em local de lançamento de mísseis

A Coreia do Norte anunciou ter realizado um "teste muito importante" no local de lançamento de mísseis de longo alcance, defendendo que terá um efeito fundamental na futura posição estratégica do país. A Agência Central de …

Balas que assassinaram John F. Kennedy preservadas em modelo 3D

A partir do próximo ano, os Arquivos Nacionais dos Estados Unidos vão disponibilizar, no seu catálogo online, imagens 3D das balas que assassinaram o antigo presidente norte-americano John F. Kennedy. Para criar os modelos das …

Pela primeira vez, neurónios artificiais foram criados para curar doenças crónicas

Uma equipa de investigadores conseguiu recriar as propriedades biológicas dos neurónios em chips, que podem ser úteis ajudar na cura de doenças neurológicas crónicas. Naquele considerado um feito única na ciência, investigadores da Universidade de Bath …

Cientistas encontram uma relação negativa "muito forte" entre inteligência e religiosidade

Uma equipa de investigadores sugere que pessoas religiosas tendem a ser menos inteligentes do que pessoas sem crenças religiosas. O estudo tem gerado uma grande controvérsia. A religião é um tema forte, capaz de juntar ou …

Descoberta nova espécie de tubarão pré-histórico que podia chegar aos sete metros

Uma nova espécie de tubarão pré-histórico foi descoberta no Kansas, nos Estados Unidos. Este predador podia crescer até quase sete metros de comprimento. De acordo com a revista Newsweek, Kenshu Shimada, da Universidade DePaul, e Michael …

Conhecido medicamento para diabetes pode conter um carcinógeno

A Food and Drug Administration, agência federal e reguladora do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, está a testar amostras de metformina, um medicamento para diabetes que pode conter o carcinógeno N-Nitrosodimetilamina …

Nobel da Física diz que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está "zangado" com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk. Os suíços …

Ford está a reciclar palha de café do McDonald's. Quer transformá-la em peças de carro

https://vimeo.com/377768195 A Ford está a fabricar peças de carro através de palha de café reciclada do McDonald's. A iniciativa contribui para a redução da pegada ecológica e do desperdício alimentar. O combate às alterações climáticas cabe um …

Comité da ONU preocupado com condições das prisões em Portugal

As condições de detenção, a sobrelotação das prisões, o alegado uso da força e outros abusos contra pessoas pertencentes a grupos raciais e étnicos são as principais preocupações do Comité da ONU contra a Tortura …

Cientistas identificaram organismo que prospera ao comer meteoritos

O micróbio Metallosphaera sedula tem uma propensão para comer minerais. E não estamos a falar de granito ou giz, mas de rochas muito mais especiais como meteoritos. Segundo o Science Alert, uma equipa internacional de cientistas …