CDS insiste em proposta que impediria nomeação de Centeno para o Banco de Portugal

Tiago Petinga / Lusa

A deputada do CDS-PP, Cecília Meireles

A proposta dos centristas não é uma novidade: o partido quer impedir Mário Centeno de ser governador do Banco de Portugal, impedindo ex-membros do Governo de serem escolhidos. 

O CDS-PP voltou a entregar um projeto de lei para seja o Presidente da República a nomear os membros de entidades como o Banco de Portugal (BdP), prevendo um período de nojo de três anos para membros do Governo.

“A principal alteração deste projeto, que aliás é uma reapresentação de um projeto que o CDS já apresentou na anterior legislatura e uma ideia que defende desde 2009, é que quer o governador do Banco de Portugal, quer os membros das outras entidades reguladoras e supervisoras sejam nomeados pelo Presidente da República“, disse à Lusa a deputada Cecília Meireles.

Segundo a proposta centrista, os titulares das entidades administrativas independentes seriam “propostos pelo Governo, ouvidos e analisados pela Assembleia da República e nomeados pelo Presidente da República”, passando a haver “a intervenção de três órgãos de soberania diferentes e não apenas de um”.

“Isso é um garante de independência e também de responsabilização perante o país, e perante vários órgãos, e não apenas perante o Governo, das entidades reguladoras”, salientou a deputada.

Cecília Meireles destacou que, “sendo a nomeação feita por uma entidade diferente daquela que propõe o nome, sendo a nomeação feita pelo Presidente da República, obviamente isso ia dar outro peso e outra importância ao parecer da Assembleia da República e tornaria estas nomeações bastante mais escrutinadas e escrutináveis“.

Os centristas propõem igualmente um período de nojo de três anos para membros “do Governo, dos órgãos executivos das regiões autónomas ou das autarquias locais”, e também para quem tenha sido “membro de órgãos executivos de empresas, de sindicatos, de confederações ou associações empresariais do setor regulado pela entidade administrativa independente”.

Segundo Cecília Meireles, este projeto “também responde a algumas perguntas que as dúvidas em torno do destino de Mário Centeno vieram trazer”.

“Responde à dúvida se se pode passar diretamente de ser membro do Governo para ser membro de um regulador ou ser governador do Banco de Portugal. O nosso projeto diz que os membros do Governo têm de esperar três anos até poderem ser considerados para membros de um regulador”, concretizou. Para o CDS, esta “é uma regra básica de independência” e que “faria sentido que fosse uma regra”.

Questionada sobre a proposta do PAN, que prevê uma espera de cinco anos para quem tenha ocupado cargos na banca, Governo ou consultoras ligadas ao Banco de Portugal, Cecília Meireles salientou que “a questão aqui é o princípio, depois o tempo é discutível”.

Sobre as declarações de Carlos Costa, atual governador do Banco de Portugal, que disse que Centeno “tem todas as condições para ser um grande governador do Banco de Portugal”, Cecília Meireles foi crítica: Carlos Costa devia “preocupar-se em exercer bem as funções durante o tempo em que ainda será governador”, disse, citada pelo Observador.

O projeto de lei do CDS abrange o Banco de Portugal, a Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões, a Comissão de Mercado de Valores Mobiliários, a Autoridade da Concorrência, a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos, a Autoridade Nacional de Comunicações, a Autoridade Nacional da Aviação Civil, o Instituto da Mobilidade e dos Transportes, a Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos e ainda a Entidade Reguladora da Saúde.

O CDS já tinha apresentado esta proposta para uma nomeação tripartida de reguladores e supervisores no ano passado, mas o diploma foi chumbado, tendo tido o mesmo destino que um projeto idêntico, apresentado também pelos centristas em 2010. Então, os partidos alertaram para a inconstitucionalidade do diploma, uma vez que o Presidente da República não tem atualmente o poder de nomeação para este tipo de cargo.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

TAP vai pedir a insolvência da Groundforce

Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, disse esta segunda-feira aos representantes dos trabalhadores que a TAP vai avançar com um pedido de insolvência da Groundforce. A TAP anunciou esta segunda-feira que vai avançar, ainda hoje, com …

Ida de Luís Filipe Vieira para o Benfica "foi um pedido de várias instituições financeiras"

Luís Filipe Vieira diz que os bancos quiseram, no início dos anos 2000, que fosse para o SL Benfica devido à sua situação financeira, pois estavam interessados na sua viabilização. Aos deputados, o presidente das …

Alemanha autoriza vacina da Johnson & Johnson a menores de 60 anos

A Alemanha recomenda a vacina da Johnson & Johnson (Janssen) contra o novo coronavírus a partir dos 60 anos, mas permitirá o seu uso em pessoas abaixo desta idade após consulta médica e decisão pessoal. O …

Livatino é o primeiro juiz a ser beatificado. Foi morto pela máfia italiana

A Igreja Católica beatificou este domingo o juiz italiano Rosario Livatino, assassinado em 1990 pela máfia em Agrigento, na Sicília, Itália. Rosario Livatino, que hoje teria 69 anos, foi assassinado em 21 de setembro de 1990 …

Castelo do Drácula oferece vacinas contra a covid-19 aos visitantes

O castelo do Drácula, na Roménia, está a oferecer vacinas contra a covid-19 a todos os que o visitem. Nas ilhas Baleares, os turistas vão poder contar com um seguro de repatriamento. Segundo conta a BBC, …

Trabalho ilegal. Bloco propõe alteração à lei para criminalizar "toda a cadeia"

Catarina Martins anunciou, esta segunda-feira, que o Bloco de Esquerda quer alterar a lei de 2016 para garantir uma melhor fiscalização e condenação dos responsáveis pela exploração de trabalhadores em Portugal. Em Odemira, a coordenadora do …

Laos regista primeira morte por covid-19 desde o início da pandemia

Uma mulher de 53 anos - que tinha diabetes e outros problemas de saúde - foi a primeira vítima mortal por covid-19 em Laos, em mais de um ano de pandemia. Segundo noticiou a agência …

Arábia Saudita vai impor vacinação aos funcionários que queiram voltar ao local de trabalho

A Arábia Saudita quer alcançar a imunidade de grupo o quanto antes. Para aumentar os esforços de vacinação, foram abertos mais de 580 locais de vacinação no país. Além disso, os residentes já podem reservar …

Elon Musk revela que tem síndrome de Asperger

O empresário Elon Musk, de 49 anos, revelou este fim de semana, no Saturday Night Live (SNL), que tem síndrome de Asperger. Musk foi convidado para apresentar o Saturday Night Live - um papel cobiçado que …

Poeta birmanês terá morrido após ser torturado por militares. Aung San Suu Kyi comparece em tribunal

O poeta birmanês Khet Thi, conhecido pelo trabalho que incita à resistência contra a Junta Militar, morreu este fim de semana, enquanto estava detido. O seu corpo foi devolvido com os órgãos removidos. Segundo a esposa …