/

Casimiro quer 30 milhões pela Groundforce. 10 milhões são para a banca

Fernando Veludo / Lusa

Alfredo Casimiro está a tentar vender a sua parte na Groundforce por 25 a 30 milhões de euros. Contudo, o acionista não deverá ficar com o montante pago já que tem pagamentos em atraso a fornecedores e conta com penhoras junto da banca.

O principal acionista da Groundforce Alfredo Casimiro confirmou a 8 de maio estar disponível para vender a participação que detém. Atualmente, estão em curso negociações  com a Swissport.

Com a venda da sua parte, noticia o ECO, o objetivo do empresário será conseguir cerca de 30 milhões de euros.

O valor fica muito abaixo do pretendido pelo empresário antes da pandemia já que, no final de 2019, as ações chegaram a ser alvo de propostas próximas dos 150 milhões de euros, mas o impacto da covid-19 na empresa de handling e a incerteza face à retoma do setor causaram uma forte desvalorização.

Ainda assim, mesmo que Casimiro venda a participação por 30 milhões de euros, não irá ficar com todo o dinheiro.

Dependendo do que ficar acordado com o comprador, parte do montante poderá ser usado para abater dívidas vencidas, enquanto outra parcela poderá ser usada para pagar à banca.

As ações estão sob três penhoras diferentes que totalizam 10 milhões de euros e, após ter entrado em incumprimento, foi alvo de uma execução extrajudicial.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.