Casais de ratos do mesmo sexo tiveram crias

theglobalpanorama / Flickr

Cientistas da Academia Chinesa fizeram nascer crias de ratos de casais do mesmo sexo através de uma nova técnica que utiliza células estaminais modificadas.

A nova técnica desenvolvida pelos cientistas chineses mistura células estaminais modificadas que apagam grupos químicos de ADN associados ao sexo.

Através desta técnica, foi possível reproduzir crias de ratos a partir de casais do mesmo sexo. A investigação foi publicada no passado dia 11 na revista Cell Stem Cell.

De acordo com a revista Nature, algumas espécies de pássaros, peixes e lagartos conseguem reproduzir-se usando apenas um sexo ou um indivíduo, algo que, para os mamíferos é impossível pois precisam de membros do sexo oposto para criar a próxima geração.

“Estamos interessados na questão de os mamíferos apenas puderem submeter-se à reprodução sexual”, conto Qi Zhou, co-autor do estudo.

Na investigação, os cientistas tiveram de enfrentar um complicado processo de modificação genética ao eliminar todas as anormalidades geradas no processo reprodutivo de casais do mesmo sexo.

Genericamente, todos os mamíferos herdam dois conjuntos de genes, um de cada progenitor – um do pai e outro da mãe.

Contudo, existe um grupo químico do ADN associado ao sexo chamado “impressão genética”, herdado apenas de um dos progenitores.

Neste caso, o subconjunto do outro progenitor está inativo, uma vez que quando tenta transmiti-lo é automaticamente apagado pela existência daquele cedido pelo outro progenitor.

As anomalias nas crias surgem quando este processo não é concluído de forma adequada. Misturar material genético de crias do mesmo sexo pode apresentar elevados riscos para os bebés que recebem a importação genética.

Na investigação, os cientistas conseguiram reproduzir 29 crias a partir de 210 embriões utilizando conjuntos de ADN de ratos fêmea. Neste lote, as crias conseguiram sobreviver até à idade adulta e ainda reproduzir-se com normalidade.

No entanto, os ratos exclusivamente provenientes de material genético masculino só conseguiram sobreviver durante 48 horas.

Segundo a Science Media Centre, Dusko Ilic, investigador da King’s College de Londres, considerou que esta investigação da Academia Chinesa “abre caminho sobre diferentes aspetos da reprodução entre mamíferos e abre novas portas para futuras investigações”.

“Os autores deram um passo extremamente importante para que possamos entender o porquê de os mamíferos apenas se puderem reproduzir sexualmente”, explicou Christophe Galichet, investigador do Instituto Francis Crick, sediado em Londres.

De acordo com o Observador, esta é a primeira vez que este método é aplicado com sucesso e a investigação da Academia Chinesa poderá melhorar o processo de clonagem nos mamíferos e nos tratamentos de fertilidade para o mesmo sexo.

Os riscos

Apesar do importante avanço, os cientistas estão algo céticos quanto à capacidade de utilizar esta técnica em humanos.

“A maioria, se não todos os embriões, que foram desenvolvidos eram anormais e não podiam sobreviver”, contou Jacob Hanna, geneticista molecular do Instituto Weizmann para a Ciência em Rehovot, Israel.

Os autores da investigação apenas obtiveram uma taxa de sucesso de 14% nos embriões provenientes das mães e 2,5% nos embriões dos pais.

“Penso que será quase impossível que isto seja permitido numa aplicação clínica“, contou Hanna.

“Quando reproduzimos, queremos que todos os fatores tenham um bom resultado”, disse Allan Spradling, biólogo reprodutivo no Instituto Carnegie para a Ciência, em Baltimore, que acrescenta que “nada indica quão normais estes ratos são, ou quão suscetíveis são às doenças”.

“Não acho que esta investigação possa levar as pessoas a terem, geneticamente, dois pais ou duas mães”, contou Spradling. “Nós não o entendemos suficientemente bem e pode ser muito arriscado levar a experiência tão longe“, acrescentou.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Estranha síndrome genética está a cegar famílias inteiras

Médicos na Austrália descobriram uma condição ultra-rara que está gradualmente a cegar famílias inteiras em redor do mundo. Agora, estão a tentar encontrar uma cura. Os primeiros sinais da condição surgiram na Austrália, quando uma mãe, …

Juventus é campeã pela oitava vez consecutiva. E Ronaldo estava lá

A Juventus conquistou este sábado a Serie A pela oitava vez consecutiva, depois de vencer em casa a Fiorentina por 2-1, em jogo da 33ª jornada. Poucos dias após a eliminação nos quartos de final da …

Coletes Amarelos: novo sábado de violência em Paris

Mobilizados há mais de cinco meses, os "coletes amarelos" voltaram este sábado às ruas para o seu "acto XXIII" marcado por uma nova escalada da tensão entre manifestantes e forças de autoridade. Tiros de gás lacrimogéneo, …

Porto vs Santa Clara | Dragão suficiente assume liderança

O FC Porto venceu hoje o Santa Clara por 1-0, em partida da 30.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, que permite aos ‘dragões' regressarem, à condição, ao comando do campeonato. O FC Porto cumpriu …

Notre-Dame pode não ser a única. Vários monumentos em todo o mundo estão em risco

O incêndio na catedral de Notre-Dame, em Paris, levantou questões sobre a forma como os órgãos responsáveis pelo património cultural realizam políticas de conservação e detetam possíveis problemas. Além disso, a Unesco indicou que vários locais de …

Hubble espreita aglomerado cósmico azul

Os enxames globulares são objetos inerentemente belos, mas o alvo desta imagem do Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA, Messier 3, é frequentemente reconhecido como um dos mais esplêndidos de todos. Contendo, incrivelmente, meio milhão de estrelas, …

Comer carne vermelha (mesmo moderadamente) aumenta risco de cancro do intestino

O maior estudo alguma vez realizado no Reino Unido sugere que devemos reduzir (ainda mais) o consumo de carne vermelha. Um estudo financiado pela Cancer Research UK e desenvolvido pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, …

Gémeas alemãs nascem com 3 meses de diferença (e em anos distintos)

Um hospital alemão anunciou na segunda-feira o caso de duas meninas que, apesar de serem gémeas, nasceram com três meses de diferença e em anos distintos. Com apenas 26 semanas de gravidez, a 17 de novembro …

Avião hospital da Luftwaffe levou doze feridos da Madeira para a Alemanha

Doze feridos do acidente com um autocarro turístico partiram hoje do Aeroporto da Madeira, cerca das 12:00, a bordo de um avião alemão equipado com meios hospitalares, com destino a Colónia, após operação de transferência …

Família desalojada e nove casas atingidas em queda de grua no Porto

Uma grua caiu hoje em cima de várias habitações na rua da Corticeira, na zona das Fontainhas, na cidade do Porto, mas não há feridos a registar, disse fonte dos Bombeiros Sapadores do Porto. A grua …