“Amigo” de António Joaquim entregou carta ao tribunal a dizer que viu Luís Grilo a ser morto

António Pedro Santos / Lusa

Rosa Grilo (D), mulher e suspeita no envolvimento na morte do triatleta Luís Grilo, à chegada ao Tribunal de Vila Franca de Xira

O Tribunal ignorou a carta que foi entregue por um homem que se dizia “amigo” de António Joaquim, o amante de Rosa Grilo, e que alegava ter assistido ao assassinato do triatleta Luís Grilo. O testemunho foi recusado por falta de credibilidade, uma vez que o homem estará a ser acompanhado devido a problemas psiquiátricos.

Esta suposta testemunha do crime terá entregue a carta em mãos no tribunal, na passada sexta-feira, tendo sido identificada pelo Cartão de Cidadão, como avança a SIC.

O homem que não foi identificado pelo canal assegura na carta que viu “quem matou o sr. Luís Grilo”. A sua alegação é de que Rosa Grilo “deu com um pau na cabeça” de Luís Grilo e que, depois, António Joaquim lhe colocou “uma almofada na cabeça” e que lhe deu “dois tiros”, conforme a transcrição da SIC.

Depois disso, os dois amantes terão enrolado o corpo de Luís Grilo “todo nu” nos tapetes da casa e tê-lo-ão levado para “uma carrinha branca Renault Kangoo” que pertenceria a António Joaquim.

O homem conta ainda que foi com António Joaquim até um descampado, na carrinha, onde ele terá deixado o corpo e onde terá ameaçado matá-lo, caso contasse do crime a alguém. Diz também que lhe deu uma nota de 20 euros.

Este suposto “amigo” de António Joaquim refere que o conheceu no seu local de trabalho e que ele lhe dava boleias até Alverca e que lhe pagava almoços, mas não explica em que circunstâncias assistiu ao crime.

O advogado de António Joaquim, Ricardo Serrano Vieira, questionou a veracidade da carta em declarações ao Correio da Manhã (CM), frisando que já houve outras cartas “como tentativas de trazer para o processo elementos que não são verdadeiros“.

Entretanto, o CM apurou que o homem se chama Pedro e que “é um velho conhecido da Justiça” por já ter tido comportamentos semelhantes noutros processos, surgindo como testemunha conhecedora de supostos factos de crimes como o dos homicídios do caso ‘Rei Ghob’. Ele também alegou ter sido violado no processo Casa Pia, instituição onde estudou, acusando Carlos Cruz e Ferreira Dinis, mas depois mudou o seu depoimento, relatando que lhe pagaram para mentir. Mais tarde, recuou novamente e disse que um jornalista lhe pagou para contar que o tinham subornado.

O homem estará a ser acompanhado no Hospital Júlio de Matos, em Lisboa, e terá “delírios frequentes”, como referem familiares ao CM. “Ele tem vários problemas de saúde e não pode ser tido em conta o que diz”, aponta um familiar citado pelo jornal.

A leitura da sentença do caso da morte de Luís Grilo foi adiada, no início deste mês de Janeiro, depois de a juíza do caso ter procedido a alterações no processo. Essa alteração poderá levar a acusação a colocar Rosa Grilo como a única autora do homicídio, deixando António Joaquim de constar como suspeito, segundo o que foi noticiado.

Entretanto, o Observador apurou que o julgamento pode ser reaberto depois de a advogada de Rosa Grilo ter pedido para serem ouvidas mais quatro testemunhas. Apenas uma dessas testemunhas já terá sido ouvida em tribunal, designadamente uma amiga de universidade de Luís Grilo que disse que o triatleta estava a ser “ameaçado” por um “parceiro angolano” antes de morrer.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Biden revelou impostos de 2019 antes do debate. Pagou mais 200 mil dólares do que Trump

O candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, divulgou na terça-feira a sua declaração de impostos de 2019, horas antes do seu primeiro debate televisivo contra o republicano Donald Trump, que se viu …

IGAI. Oito elementos do SEF com processos disciplinares pela morte de ucraniano

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) vai instaurar oito processos disciplinares a elementos do SEF na sequência do inquérito que apurou as circunstâncias da morte de um cidadão ucraniano no aeroporto de Lisboa. Além dos oito …

Disney vai despedir 28 mil trabalhadores nos EUA devido ao "impacto prolongado da covid-19"

A Disney anunciou que vai despedir cerca de 28 mil trabalhadores dos seus parques de diversão, cruzeiros e outros eventos nos Estados Unidos devido à crise financeira causada pela pandemia de covid-19. A covid-19 chegou e …

OE2021: IVA gasto em alguns setores vai poder ser recuperado nas compras seguintes

O IVA suportado pelos consumidores em serviços ou produtos dos setores mais afetadas pelo impacto da pandemia vai poder ser recuperado nas compras seguintes realizadas nos mesmos setores, disse o ministro Pedro Siza Vieira. Em causa …

Temeu-se uma explosão em Paris. Mas foi "apenas" um caça a quebrar a barreira do som

Um avião militar que ultrapassou a barreira do som provocou esta quarta-feira o receio de que tivesse ocorrido uma explosão em Paris, já que o barulho foi ouvido em grande parte da capital francesa e …

Maduro propõe neutralizar sanções norte-americanas com Lei Antibloqueio

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, entregou na terça-feira um projeto de Lei Antibloqueio à Assembleia Constituinte (AC, composta unicamente por simpatizantes do regime) para neutralizar os efeitos das sanções impostas pelos Estados Unidos (EUA) …

Subsídio aos pobres na pandemia "não pode ser para sempre"

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse esta terça-feira que os subsídios destinados aos mais pobres pelo Congresso no âmbito da luta contra a pandemia de covid-19 “infelizmente para os demagogos e comunistas, não pode …

Reembolso do IVA do turismo e restauração pode demorar um ano se vier no IRS

A partir de 2021 os contribuintes poderão receber parte do valor do IVA de consumos no setor do turismo e restauração, medida anunciada pelo Governo na segunda-feira e que, antecipou a Deloitte, pode ser concretizada …

Novo lay-off passa a ser acessível para empresas com perdas entre 25% e 40%

As empresas com quebras de faturação homólogas entre 25% e 40% vão poder recorrer ao apoio à retoma progressiva, instrumento que passa também permitir a redução até 100% do horário quando a quebra de faturação …

Associação das Forças Armadas considera diretiva para comunicação inclusiva uma "provocação"

O presidente do Conselho Nacional da Associação de Oficiais das Forças Armadas (AOFA) afirmou que a nova diretiva do Governo que implementa uma comunicação inclusiva em todos os documentos oficiais é uma provocação aos militares …