Candidatura ibérica ao Europeu de andebol. Lisboa é a única cidade portuguesa

O campeonato da Europa da modalidade, em 2028, pode ser realizado em diversas cidades espanholas. E na capital portuguesa.

A Federação de Andebol de Portugal e Real Federação Espanhola de Andebol confirmaram nesta terça-feira que submeteram a candidatura conjunta para receber o Europeu masculino da modalidade, de 2028.

‘Jogamos sob o mesmo hino’ é a frase de apresentação da candidatura ibérica, que terá de superar outras duas candidaturas: da Suíça e uma candidatura nórdica, que envolve três potências do andebol – Dinamarca, Suécia e Noruega.

A candidatura ibérica dá prioridade ao “respeito, à solidariedade, ao trabalho de equipa” e tenta que o Europeu regresse às suas origens: Portugal foi o país anfitrião da primeira edição, em 1994 (Portugal perdeu os jogos todos), e a Espanha recebeu a segunda edição do torneio, em 1996.

O Presidente da Federação de Andebol de Portugal sublinha que “esta candidatura pretende mostrar a toda a Europa do Andebol que os dois países, para além de amigos e vizinhos, têm todas as condições para a realização do Europeu 2028″.

“Espero que possamos obter a confiança dos nossos amigos do andebol, no próximo Congresso da EHF (Federação Europeia de Andebol), para que preparemos com todo o entusiasmo e empenho a maior festa do Andebol europeu”, continuou Miguel Laranjeiro, citado pela federação.

O Europeu será realizado entre os dias 13 e 30 de janeiro. A Espanha apresenta quatro cidades anfitriãs na candidatura: Madrid, Málaga, Valência e Ourense. Portugal contribui apenas com Lisboa – não sendo indicado qual o pavilhão. A capital portuguesa seria o palco de dois grupos na primeira fase e de um grupo na segunda fase. As decisões (jogos a eliminar e final) seriam todas em Madrid.

  Nuno Teixeira, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE