Canal infantil criticado por censurar beijo lésbico em desenho animado

CV Youtube

A cena de "Sailor Moon Crystal" que o canal infantil BIGGS não emitiu.

A cena de “Sailor Moon Crystal”, que o canal infantil BIGGS não emitiu.

Homofobia e censura são as acusações lançadas contra o canal de televisão BIGGS, direccionado para crianças dos oito aos 14 anos, por não ter transmitido um beijo lésbico na série japonesa de desenhos animados “Sailor Moon Crystal”.

Em causa estão a cena final do episódio 29 e a cena inicial do episódio 30 de “Sailor Moon Crystal”, que foram emitidas pelo BIGGS nos dias 26 e 27 de Novembro.

O canal português não exibiu o momento em que as personagens femininas Sailor Uranus e Sailor Moon dão um beijo na boca.

O caso foi denunciado na página Sailor Moon Portugal, que reúne os fãs portugueses da série japonesa, e gerou logo a revolta e a crítica de muitos utilizadores nas redes sociais contra o canal da Dreamia Portugal, produtora de televisão que resulta de uma joint venture entre a NOS e a AMC Networks Internacional.

Uma fonte oficial da Dreamia admite ao blogue dezanove, dedicado a notícias sobre cultura LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais), que a versão transmitida “decorreu tão somente de mera opção editorial do canal, ainda que susceptível de suscitar discordância”.

A Dreamia destaca ainda o “exercício da liberdade” do canal e o “quadro da responsabilidade editorial que lhe cabe” tendo em conta “em especial, o seu público-alvo”.

O BIGGS apresenta-se como “um canal de televisão português dedicado ao público infanto-juvenil entre os oito e os 14 anos“.

Canal emite série em que mulheres tocam no ânus de criança

A situação está a gerar ainda mais indignação por causa de uma outra série que é exibida pelo mesmo canal, intitulada “Shin Chan”, que num episódio mostra três mulheres a tocarem no ânus de uma criança.

“Aparentemente duas raparigas beijarem-se é uma acção muito complicada para crianças e pré-adolescentes perceberem”, mas “adultos a tocar inapropriadamente em corpos de crianças é uma mensagem cinco estrelas”, queixa-se a utilizadora do Facebook Joana Shino, que partilha um vídeo com a cena descrita.

Shin, o rapaz que protagoniza esta série infantil, caracteriza-se como um menino dado a fazer asneiras e que, quando se zanga, mostra o rabo às pessoas.

Quanto ao beijo lésbico de “Sailor Moon Crystal”, na página do Facebook do BIGGS há muitas críticas ao canal. A utilizadora Joana Silva, por exemplo, lamenta que, “em pleno século XXI devíamos estar a educar as nossas crianças e jovens a aceitar e compreender a diferença“.

“Ando eu a educar os meus filhos para acreditarem num mundo em que a liberdade sexual existe e que podem gostar de quem quiserem, sem preconceitos, para depois vocês fazerem isto”, queixa-se por seu turno a utilizadora Cristina Louro, considerando que é “uma vergonha terem censurado um beijo só porque foi entre duas raparigas”.

Já Renato Ferreira diz que é “uma estupidez, completamente inaceitável” quando “todas as cenas mais escabrosas dos Morangos com Açúcar passam na integra” e “um simples acto de carinho num anime é vergonhosamente censurado”.

SV, ZAP

PARTILHAR

28 COMENTÁRIOS

  1. Esta seita pensam ter direito a tudo o que é provocatório e anormal, penso que os europeus na sua maioria começam a ver a decadência como uma ameaça e a mudarem o seu sentido de voto, entretanto os responsáveis políticos que têm dado cobertura a todos estes abusos será melhor talvez que comecem a refletir um pouco e em vez de libertinagem aplicar-lhes justiça.

  2. Cambada…. Vêm dizer liberdades mas tentam impinjir algo que ainda não é normal. Mas tentam e tentam levar a sociedade a aplaudir a união do mesmo sexo e des prezar os hetero….. Palhaçada!!!

  3. O Shin Chan não mostra o rabo quando se zanga, ele é uma caricatura de um tratado sexual de tenra idade.

    Além disso, da a horas mais tardias e quem se zanga com este desenho deveria procurar saber o que fazem os miúdos nos balneários com algumas revistas picantes…

  4. Estou aqui a ver muita gente com mentalidade dos anos 50. Sejam bem-vindos aos tempos modernos onde nem todos são heterossexuais e não há qualquer problema com isso.

    • Os tempos modernos não justificam exibicionismo. Ora, o exibicionismo é marca LGBT e estão claramente numa cruzada que oficialmente se apelida de “tolerância” mas que na realidade tem como agenda a tomada do poder. Como praticamente tudo o que nos é “servido” como moderno, as “razões” são na realidade pretextos e, só quem está dentro do lobby (seja ele qual for) é que sabe qual o real FIM que se pretende alcançar.
      Em nome de uma pretensa “igualdade” um belo dia, os hetero-encolhidos dão consigo a ter presidentes, primeiros-ministros, ministros, secret-estado, padres, e tudo o resto só homos. Isso é a “igualdade” pretendida. É ver certas areas profissionais… Portanto há que fazer exposição, publicidade, até mesmo convite a “mudar de clube” a toda a hora, em todas as séries, em todos os video-clips, nos noticiários, sem parar até convencer os hetero que são um bando de “racistas, xenófobos, homofóbicos e … de raça branca”. Vem sempre tudo junto, já repararam?

    • O problema existe e logo a começar pelo vosso desvio de sexualidade normal e com a agravante de se julgarem no direito de tudo impingirem aos outros considerando-os retrógrados, pelo caminho que seguem e defendem em breve teremos pedófilos e outros mais da vossa espécie a reclamar o direito a tudo que pretendem, os partidos sobretudo de esquerda têm vos dado o apoio que desejam mas o voto dos europeus parece começar a refletir o quanto afrontados se sentem com tamanhas barbaridades e desejo bem que um dia tudo isto se venha a reverter para salvação da humanidade, que a vossa libertinagem não afronte mais o direito à dignidade e liberdade dos outros.

      • Não, o problema começa em assumires que eu não sou heterossexual por eu simplesmente não ter qualquer problema com isto. Só aí já se nota a vossa mentalidade.
        Falas de pessoal afrontado e a tentar impingir a homossexualidade, mas aqui leio isso, mas do lado oposto. Doce hipocrisia.

      • O problema é simplesmente: existe uma inversão de todos os valores humanos. Hoje cultiva-se o que é ABERRANTE, ABERRATIVO E ABERRAÇÃO. Não chamem a isso evolução, isso é aberração. Devia-se ensinar valores e não aberrações e mediocridades!. Se é ser mente retardada quem contesta essas “aberrações” que por aí existem, o que são quem as defende? Uma mentalidade evoluída hoje é andar a apanhar pokémon(es) e outas “coisas”?!!!!!!!!!!

  5. escandaloso é o facto de até já as séries infanto-juvenis promoverem, não o direito à diferença e à liberdade sexual de que indiscutivelmente gozam, o exibicionismo de comportamentos desviantes.

    A homossexualidade (feminina ou masculina) é uma doença. Ponto! O resto é conversa.

    Naturalmente que, se dois adultos consentem numa relação doentia, ninguém – Estado incluído – deve poder interferir. Porém, muitas e variadas razões, aconselham a que façam o que quiserem no recato.

    Liberdade, sim! Indiscutivelmente! Promiscuidade, sim! Se assim o desejarem! Exibicionismo e manifestações públicas, decididamente, não!

    Apodem-me do que quiserem: retrógada, conservador, etc..

    Porém, também eu, e por inerência todos os que comungam deste pensamento, tenho direito à minha liberdade de pensamento e opinião.

    As liberdades conquistadas por estes movimentos nos últimos tempos não deverão jamais ser confundidas com libertinagem. A moral e os bons costumes assim o devem, ou deveriam, impor.

    Com a liberdade, vem a responsabilidade. Todavia, a “malta” tende a focar-se na primeira e a esquecer esta última.

  6. Desde quando isso é criticável nas idade a que se destina o filme. Será que no futuro vai ser tudo veados e veadas e vai ser assim que o mundo vai terminar, por falta de nascimento de crianças, uma vez que homem com homem e mulher com mulher nunca vão dar frutos…. é contra natura………

  7. SYKANDER quem é que lhe disse que homossexualidade é uma doença? Caso não saiba deixou-se de usar a palavra “Homossexualismo” por isso mesmo, porque a palavra tinha conotação de que a homossexualidade era uma doença. Tudo bem que tem direito a sua opinião, mas talvez a sua falta de cultura sobre o assunto o faça ter uma opinião errada. Porque ter um pensamento que não deixa duas pessoas viver as suas vidas naturalmente (sim, porque o que mais se vê são casais heterossexuais na rua a demonstrarem carinhos, beijos, mãos dadas) não está certo. Não me diga que se visse dois/duas homossexuais a beijarem que o iam tornar homossexual. Acorde para vida. Qual era o impacto que tal acontecimento teria na sua vida. NENHUM! Não é por ver na televisão todos os dias no telejornal actos terroristas, ladrões e muito mais que eu me vou tornar nessas pessoas.
    Com as opiniões também vêm as responsabilidades, e a sua opinião diz-me que todos devemos ser preconceituosos. E não venha com a conversa do “Eu respeito, mas não gosto”, não é para você gostar.
    EU, sim todos nós vamos virar homossexuais, você ainda não é? Então prepare-se,

    • De facto tem razão! Qualquer dia o dicionário de politicamente correcto é mais extenso que o dicionário de língua portuguesa e, entretanto, importam-se às paletes estrangeirismos. Um preto, continua a ser um preto e não um afro qualquer coisa…; um cigano é um cigano; e assim por diante. Esta treta da conotação dá-me vontade de rir, ….ou de chorar, ou até mesmo de vomitar!

      Quanto ao facto de a homossexualidade ser uma doença, não sou eu que o digo, é a biologia, é a natureza. Uma relação homossexual é contra-natura. Ponto! O resto é conversa de doentes e sujeitos que acham piada a tudo quanto é transgressão, a tudo quanto é exótico… Quase que aposto que também deve achar pitoresco as mulheres muçulmanas serem forçadas a usar o “hijab”…

      Mas, mantenho a minha ideia. No recato, gays e lésbicas, desde que maiores e desde que respeitando a lei são livres de fazer o que bem entenderem.

      Não devem é exibir comportamentos desviantes e doentios perante os demais, leia-se os não doentes. Por uma questão de decoro, por uma questão de respeito, por uma questão de,por exemplo, pessoas como eu, que nas suas palavras ainda não acordaram para a vida (e se é para acordar e ver isto, mais vale continuar a dormir), poderem ficar, legitimamente, incomodadas.

      Quanto à falta de cultura, meu caro/a, nem me dou ao incómodo de responder-lhe: duas lcenciaturas, duas pós-graduações, um mestrado e um doutoramento, seguramente chegam como argumentos.

      Votos de Boas Festas!

  8. Não sei porque se perde tanto tempo com conversa desnecessária. 1) Jesus existiu. o ano 2016 começou a contar quando? Quando foi o ano 0? B) nossa senhora reforça as ideias em todas as suas aparições C) Fatima foi mentira? É mais fácil assobiar para o lado e negar o testemunho de 70 000 pessoas, e de jornais da época. Quem de entre vós, quem pergunto, consegue igualar os feitos de 3 crianças em fatima. QUEM??? Façam o mesmo, façam uma afirmação, submetam-se ao interrogatório da Polícia, de psicólogos que não conseguem vos desmentir. E depois façam com que 70 000 pessoas tenham a ilusão de ver o sol bailar. Vamos lá, desafio qualquer ser mortal com teorias modernas a realizar essa facenha. Ahhhh não conseguem? Então onde está a dúvida. Ahhh foi em 1917. Ai sim? Entrão procurem. Medjugorje na Bósnia e vejam o que se lá passa agora 8 Dezembro 2016. Ai esses medicos que realizaram testes de toda a ordem também não sabem o que dizem?? Então não ha nada a fazer. A nossa sociedade ao afastar-se de Deus Mergulha para o seu fim. Deixo o pensamento: bomba H ainda nunca foi testada em cenário de guerra mas é milhares de vezes mais potente que a atomica. Os paises da Europa estão carregados de centrais nuclear.tudo isto não vos deixam a pensar? Fatima, Loudes, Garabandal em Espanha, nao interessam? Parem de matar a inocência das crianças com preceitos doentios, parem e voltem-se para oraçao conforme nossas senhora relembrou em Fatima e nos locais acima descritos e recentemente em Medjugorge dia 2 de Dezembro de 2016. Procurem as centenas ou milhares de testemunhos positivos face à meia dúzia de incrédulos. Onde estará a razão?

    • 1) Jesus existiu. Isso é uma hipótese relativamente aceite, mesmo que nem toda a gente acredite que ele fez aquilo que a Bíblia conta. O ano 2016 (contado pelo calendário Gregoriano, existem outros) começou a contar a 1 de janeiro, como todos os outros. Já agora, sabia que os nomes dos meses têm origem na mitologia greco-romana e que isso não quer dizer nada acerca da existência destas divindades?
      2) Nossa Senhora reforça quais ideias? Rezar o terço? Boa! Rezemos todos e peçamos perdão pela nossa intolerância.
      3) Fátima não é mentira nenhuma. Está lá um santuário enorme e tudo. Se as coisas aconteceram como as crianças disseram, isso já não sei, não estava lá. Provavelmente não. Só elas viram fosse o que fosse com alguma consistência. Todos os outros testemunhos são diferentes entre si. Daí que seja mais fácil concluir que se tratou de mais um caso (como há imensos na história) de histeria em massa. As pessoas estavam tão desejosas de que houvesse um milagre, que simplesmente inventaram um. E já agora, toda a gente consegue igualar isso. Basta estudarem muito bem a história e não serem apanhados na mentira. Acontece todos os dias nos nossos tribunais.
      Medjugorje aconteceu em 1981, não em 2016, e o Vaticano ainda não reconheceu a veracidade ou não dos acontecimentos, nem parece que o vá fazer. Quanto a exames médicos, eles limitam-se a dizer que as pessoas estão fisicamente bem de saúde, nada mais.
      A sociedade ao afastar-se de Deus caminha para o seu fim? Ainda não vi nenhuma prova substancial de que assim seja. Guerras existem desde sempre, fome e outras calamidades também. A única diferença é que agora temos consciência do que se passa à nossa volta, e ainda bem.
      A bomba H nunca foi testada em cenário de guerra, e a ideia é que assim se mantenha, e isso não tem nada a ver com a Sailor Moon nem com o beijo dela.
      A energia nuclear existe, sim, e então? Qual é a crítica? Continua a não ter nada a ver com a Sailor Moon e com o beijo dela.
      Fatima, Loudes e Garabandal são locais muito bonitos e cheios de interesse. Ainda não vi os paralelos com a questão da Sailor Moon e do beijo dela.
      Pare de matar os neurónios das crianças com dogmas ultrapassados, pare e volte-se para a palavra de Jesus que morreu por nós e não deixe que o sacrifício dele seja em vão, conforme ele disse: ame o próximo como Ele nos amou, e deixe o preconceito de lado. Procure as centenas e milhares de evidências que se conseguem provar além da fé cega e dogmática face à meia dúzia de ovelhas perdidas que não sabem o que fazem. Onde estará a razão? Com aquilo que é objectivamente comprovável, claro. Nunca com histeria popular e nunca com opiniões que ostracizem o próximo.

        • Hey! Essa piada era minha!

          P.S.: O King Kong existiu sim senhor. É um grande filme. Agora se o gorila que lhe dá o nome andou aí a vaguear nas ruas de Nova Iorque é que já não me parece.

  9. Como pessoa que nasceu em plenos anos 90 e que supostamente pertence à faixa etária de pessoas que se queixam destes problemas em tópico, eu vou expor a minha opinião. Eu sou heterossexual, frequentei a igreja, sou crente etc. No entanto, também aprendi a aceitar que homossexualidade não é doença e que as pessoas têm o direito a amarem quem quiserem, fazer o que quiserem, etc.. Quanto ao tópico de a humanidade acabar com a homossexualidade, é impossivel, aliás estamos com um número tão elevado de habitantes que eu até incentivo os homossexuais a juntarem-se, porque assim podem adotar crianças órfãs, sem pais, e que são na verdade infelizes.
    Agora, há que definir limites. Eu como pessoa com a minha orientação sexual sinto-me algo “desconfortável” pela CONSTANTE exposição, indiscrição, exibicionismo, o que quiserem chamar, de amor homossexual. Claro que também não acho bem quando um casal heterossexual se expõe ou se exibe na rua ou algo do género. Mas a importância que dão a um beijo não mostrado na Tv é completamente ridícula! Ainda me lembro que era praticamente tabu num desenho animado ou num filme direcionado a crianças ou jovens adolescentes que um rapaz e uma rapariga se beijassem. Os beijos eram censurados. É que todos já temos conhecimento na expansão da homossexualidade. É preciso “barrar” propaganda na nossa cara como manteiga, constantemente? E não, não sou homofóbica, abram as vossas mentes. Eu sou contra o exagero de exibicionismo, não contra homossexualidade. Percebam as diferenças.

    • Da mesma forma que as pessoas antigamente acharam estranho ver beijos e cenas de cariz sexual na televisão o mesmo acontece aqui por ser algo “diferente”/fora do comum. Mas diga-me lá, consegue imaginar a televisão agora sem ver nas telenovelas ou filmes cenas de beijos, afectos? Não, porque é uma coisa dita normal, por isso temos de tornar o diferente em normal e foi o que aconteceu aqui. Se eu como jovem for ensinado que a homossexualidade é algo normal, então ver um beijo homossexual na televisão não me vai fazer estranheza.
      Para não se falar que está onde de barrar cenas homossexuais na nossa cara acontece só porque as pessoas começam a ficar cansadas de se esconder e começam todas a se assumir.
      O mesmo aconteceu quando as mulheres eram dominadas pelos os homens e hoje já conquistaram bastante a sua liberdade.

  10. Acho que como foi dito no artigo deixam passar cenas dos morangos com açucar em que uma miuda incendea a escola (totalmente normal) mas um puro e inocente beijo não (so por que não é “normal”). Mas gosto muito que esteja tudo aos saltos e berros por isto (um mero beijo) visto que ja na versão original da anime ja havia um casal lesbico e ca em porttugal eram consideradas primas (por causa da censura). Mas o que ainda gosto mais é de ver pessoas adultas trazerem isto para a religiao e politica e etc quando isto apenas é simplesmente um problema da sociadade em geral.

  11. Acho que como foi dito no artigo deixam passar cenas dos morangos com açucar em que uma miuda incendea a escola (totalmente normal) mas um puro e inocente beijo não (so por que não é “normal”). Mas gosto imenso do facto de estar tudo aos saltos e berros por um simples beijo enquanto na anime original (antes deste remake) havia um casal lesbico e ca em portugal passaram a ser primas (por causa da censura). Mas gosto ainda mais de estarem aqui pessoas adultas a discutir que nem parvos e a trazer a religião e a politica e etc para a mesa quando isto é um problema da sociedade em geral.

  12. Acho curioso o facto de, um dia a minha sobrinha de 8 anos ter visto numa serie 2 mulheres a beijarem-se, e perguntou á mae o porque, ao qual a minha irmã lhe explicou que há senhoras que gostam de outras senhoras, da mesma maneira que a mae gostava do pai, e que havia senhores que gostavam de outros senhores. A miuda perguntou á mae se gostava de senhores, ao qual ela disse que sim. A minha sobrinha? “eu gosto de meninos”, riu se e continuou a brincar.
    É tão simples explicar ás crianças??? elas nao fazem dramas estupidos nem invocam a religião???? Porque raio é que os tão chamados “adultos responsaveis” tem tantos problemas?? É assim tão CHATO de responder a questões simples que os filhos vos fazem? não querem ensinar, educar, simples, não se reproduzam???

    Vocês heteros sentem se tão ameaçados e desconfortáveis pela visibilidade que os homosexuais estão a ganhar, conseguem por um instante sequer imaginar o que é ser-se uma criança\jovem homosexual e ser constantemente bombardeado pelo que é dito “normal”, fazendo-os sentirem se mal com eles mesmos? A visibilidade É IMPORTANTE (das minorias) para lhes dizer que importam, que sao ouvidos e vistos, que existem e que nada neles é doentio.

  13. Meninos, um único beijo lésbico num canal que passa beijos hetero aos montes faz-vos berrar propaganda… tenham juízo. Sabiam que a série original que passou na RTP incluía os mesmos beijos e travestis, entre outras coisas em plenos anos 90? Sim meninos, estão atrasadinhos e bem mais de 20 anos em mentalidade cuidem-se… não precisam de ter medo dos homo, nós não vos queremos comer temos melhor gosto que isso.

  14. Um catolico razoável? O que é isso? Na biblia diz que quem apregoa outro evangelho seja declarado anátema. O que é o catolicismo? Se nao souberem procurem o catecismo da igreja catolica. Agora dizere-se catolico e negar o que a igreja afirma????
    Para os bons falantes eu deixo esta passagem biblica I Coríntios 1,17-21
    [17]Cristo não me enviou para batizar, mas para pregar o Evangelho; e isso sem recorrer à habilidade da arte oratória, para que não se desvirtue a cruz de Cristo.
    [18]A linguagem da cruz é loucura para os que se perdem, mas, para os que foram salvos, para nós, é uma força divina.
    [19]Está escrito: Destruirei a sabedoria dos sábios, e anularei a prudência dos prudentes (Is 29,14).
    [20]Onde está o sábio? Onde o erudito? Onde o argumentador deste mundo? Acaso não declarou Deus por loucura a sabedoria deste mundo?
    [21]Já que o mundo, com a sua sabedoria, não reconheceu a Deus na sabedoria divina, aprouve a Deus salvar os que crêem pela loucura de sua mensagem. Entretanto como diz na biblia, nao vale a pena entrar em discusoes eu fiz o meu papel. Denunciei agora se nao aceitarem problema deixa de ser meu, como se diz no inicio das celebrações eucaristicas … Pequei por atos e omissoes… Para nao ser omisso denuncio. E foi tb por isso que Jesus foi crucificado, era incomodoa quem pecava e nao queria se arrepender. Isso é que é ser catolico. Na biblia diz que quem for morno sera vomitado. Procura onde diz isso. Nao se pode aceitar o errado como sendo normal. Para ti catolico razoavel e intelectual pela tua forma de falar so me resta rezar por ti e assim farei que é o que me compete enquanto catolico perante os erros de doutrina de outros irmaos. Deus te abençoe, procura-o e veras que a tua vida ganhará outro sentido. Ou pelo menos quando estiveres num momento triste da tua vida, lembra-te das palavras de Jesus” vinde a mim vos que andais tristes e oprimidos eu vos aliviarei” quando te sentires dorido lembra-te disse e deixa de relativizar o errado. Nada maiis acrescentarei quem tem ouvidos oiça. Expressao tb biblica

  15. Mafalda disse : – frenquentei a igreja, nota-se! E o que lá aprendeu ? Nada . É crente ? Não parece.Que vergonha!

    Homoxexualidade é doença sim!
    Beijos em desenhos animados é acçao do demónio .
    O demónio tenta e os humanos fracos seguem-no.
    Quem não tem opinião concorda com todo o lixo.

RESPONDER

PSP já apanhou mais de três mil pessoas a conduzir sem carta este ano

O número de pessoas detetadas a conduzir sem carta aumentou 22% nos sete primeiros meses deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. "De 1 de janeiro a 31 de julho de 2020, …

"Vacina deve ser um bem global de saúde pública". OMS critica "nacionalismo de vacinas"

A Organização Mundial de Saúde (OMS) criticou na quinta-feira o "nacionalismo de vacinas" para a covid-19, afirmando que qualquer país terá benefícios económicos e de saúde se o resto do mundo recuperar da pandemia. "O nacionalismo …

Depois da explosão, os protestos em Beirute. Manifestantes anti-Governo pedem mudança política urgente

Esta quinta-feira, dezenas de manifestantes foram dispersos com gás lacrimogéneo quando protestavam na sequência da explosão em Beirute, capital do Líbano, que provocou pelo menos 149 mortos, cinco mil feridos e a destruição de casas …

Em vez de flores, família de Fernanda Lapa pede donativos por Bruno Candé

A família da atriz, que faleceu esta quinta-feira, apela a que quem queira oferecer flores para o funeral faça antes um donativo para os herdeiros do ator Bruno Candé, que foi assassinado, em Lisboa. "A Família …

Orbán diz que todos os migrantes ilegais são potenciais "bombas biológicas"

O primeiro-ministro da Hungria, o ultranacionalista Viktor Orbán, defendeu esta sexta-feira que se deve impedir a chegada de imigrantes ilegais ao país porque estes são potenciais "bombas biológicas" devido à covid-19. Conhecido pelos seus discursos contra …

Donald Trump proíbe transações com empresa chinesa detentora do TikTok

Donald Trump assinou uma ordem executiva que proíbe as transações com a ByteDance no prazo de 45 dias e o Senado já aprovou o projeto de lei que proíbe o descarregamento e utilização da aplicação. …

Preocupado com os incêndios, Marcelo admite interromper férias. Ontem foi o pior dia

O Presidente da Repúblic disse esta quinta-feira que está a acompanhar a vaga de incêndios que assola o território continental e admitiu a possibilidade de interromper as férias no Porto Santo se a situação piorar. "É …

Portugal foi o "patinho feio", mas volta a estar em contraciclo com a Europa (por bons motivos)

Portugal destaca-se agora por apresentar uma tendência de redução de novos casos de infeção pelo novo coronavírus, ao contrário de outros países europeus. Quando o novo coronavírus começou a ganhar terreno no continente europeu, Portugal foi …

Kim Jong-un insiste que a Coreia do Norte travou o vírus, mas intensifica combate à covid-19

Kim Jong-un tem repetido várias vezes que a Coreia do norte "travou o vírus maligno", mas o reforço das medidas de combate à covid-19 e a canalização urgente de material médico e alimentos para Kaesong …

Novo Banco tinha autorização de Bruxelas para financiar venda de imóveis

A DG Comp da Comissão Europeia autorizou o Novo Banco a conceder crédito aos compradores do imobiliário vendido pela instituição. Quando o Novo Banco foi constituído, o acordo assinado entre a Direção Geral da Concorrência europeia …