GoPro dos insetos. Cientistas colocam câmaras nas costas de besouros (para ver o mundo como eles)

Investigadores da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, criaram um novo sistema de câmaras que é tão pequeno e leve que pode ser carregado nas costas de um besouro. O objetivo é ver o mundo da mesma forma que estes pequenos insetos. 

O sistema de câmaras pode ser controlado sem fios para se concentrar em coisas diferentes e transmitir vídeo e fotografias para um telefone conectado via Bluetooth.

Em números puros, as especificações da câmera podem não parecer impressionantes. As imagens são filmadas a preto e branco, a resolução é de 160 por 120 pixels e o vídeo é transmitido entre um e cinco frames por segundo.

No entanto, a equipa de investigadores teve de ceder algumas coisas para reduzir o tamanho do sistema de câmaras. Como tal, funciona com muito pouca energia e o kit inteiro pesa apenas 248 miligramas, sendo suficientemente leve para ser transportado nas costas de um besouro ou de um pequeno robô.

“Criámos um sistema de câmaras sem fios de baixo consumo e baixo peso que pode capturar uma visão em primeira pessoa do que está a acontecer a um inseto vivo real ou criar uma visão para pequenos robôs”, disse Shyam Gollakota, autor do estudo, em comunicado. “A visão é muito importante para a comunicação e a navegação, mas é extremamente desafiador fazê-lo numa escala tão pequena. Como resultado, antes do nosso trabalho, a visão sem fios não era possível para pequenos robôs ou insetos”.

Com o seu pequeno tamanho, os insetos geralmente precisam de fazer as suas próprias cedências para serem eficientes. O cérebro simples não permite um processamento visual de alta definição e em grande ângulo. Para compensar, algumas moscas têm uma pequena região dos seus olhos que vê em alta resolução e viram a cabeça para as apontar para coisas de interesse particular.

A equipa de investigadores adotou essa técnica, conectando a pequena câmara a um braço mecânico que pode oscilar 60 graus. O braço também funciona com pouca potência – é feito de um material que se curva a diferentes ângulos através de um choque elétrico. O braço permanece nessa posição durante um minuto antes de voltar à sua posição original. Este sistema pode permitir que a câmara tire fotografias panorâmicas ou rastreie objetos em movimento sem gastar energia para mover todo o robô ou inseto.

A configuração da câmara foi testada em besouros vivos e robôs do tamanho de insetos. A equipa conseguiu capturar uma visão em primeira pessoa do besouro durante o dia. A câmara poderia gravar sem parar ou poderia ser conectada a um acelerómetro que só a ligava quando o besouro estava em movimento. No primeiro caso, a bateria durava uma a duas horas; no segundo, durava seis horas.

Já o robô usava vibrações para se mover entre dois e três centímetros por segundo. Parava para tirar fotografias e durava 90 minutos.

Esta tecnologia poderá ser usada para estudar melhor os insetos, transformá-los em “ciborgues” ou projetar pequenos robôs que poderiam arrastar-se em lugares estreitos.

Este estudo foi publicado este mês na revista científica Science Robotics.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas criam material de "auto-reparação" mais resistente do mundo (e é perfeito para ecrãs de telemóveis)

Investigadores do Instituto Indiano de Educação e Investigação Científica (IISER, na sigla em inglês) podem ter encontrado o material perfeito para fazer os ecrãs de smartphones: transparente, resistente e que a capacidade de se "auto-curar" …

"A bitcoin vai criar a paz mundial"

A rainha das moedas digitais, se não construir a paz no planeta, vai ajudar na pacificação entre os seres humanos. É a opinião de Jack Dorsey. É o centro de atenções de muitos investidores, é o …

"Burrolandia". Parque temático de burros no México está a tentar salvar estes animais

Um parque temático de burros no México serve de santuário a estes animais que estão aos poucos a desaparecer no país. "O burro ajudou o homem por muito tempo. É hora de retribuirmos o favor", …

Uma mão robótica que joga Super Mario Bros na Nintendo? Sim, existe

Uma equipa de investigadores da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, imprimiu em 3D peças para criar uma mão robótica capaz de jogar Super Mario Bros na Nintendo.  A mão robótica é totalmente montada com circuitos …

"Narco Drones" apanhados a entregar drogas numa prisão chilena

Reclusos e cúmplices no exterior estão a usar drones para contrabandear droga para a prisão mais antiga do Chile. As autoridades chilenas descobriram que o esquema de contrabando tinha como objetivo transportar drogas para a Ex …

Erupção do vulcão Etna causa problemas económicos na Sicília

Nos últimos meses, o vulcão Etna tem estado em constante erupção e o custo de limpeza das cinzas está a deixar muitas cidades da Sicília à beira da falência. O vulcão Etna – um dos mais …

Argentina cria documento de identidade para pessoas não binárias

O Presidente da Argentina anunciou, esta semana, que o país tem um novo documento de identidade para incluir pessoas não binárias. É o primeiro país da América Latina a fazê-lo. De acordo com o chefe de …

Costa diz que Portugal vai ter "o dobro" de fundos comunitários para investir

O primeiro-ministro afirmou, este sábado, que Portugal vai contar, nos próximos sete anos, com "o dobro" de fundos comunitários para investimento, considerando que esta "é uma oportunidade única" que não pode ser desperdiçada. "Vamos ter a …

Chinesa morre após salvar a filha de deslizamento de terra. Bebé esteve 24 horas nos escombros

Uma mulher morreu após salvar o seu bebé quando um deslizamento de terra e uma forte inundação atingiram a sua casa na China, revelam as equipas de resgate. Como noticia a BBC, a bebé foi resgatada …

Caso Ihor. IGAI pede expulsão do ex-diretor de fronteiras do SEF

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) já entregou ao ministro Eduardo Cabrita o relatório final do processo disciplinar contra o inspetor coordenador do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) António Sérgio Henriques, que propõe a …