Caligrafia desleixada de Isabel I denuncia-a como a tradutora anónima de um livro romano

A rainha Isabel I de Inglaterra foi identificada como a tradutora anónima do livro “Anais” de Tácito. As idiossincrasias da sua caligrafia acabaram por ser fundamentais para a descoberta.

Na análise a uma tradução de século XVI do livro “Anais” de Tácito, um investigador ficou estupefacto quando descobriu que o anónimo tradutor do texto era a Rainha Isabel I. Curiosamente, a rainha britânica foi apanhada devido à sua caligrafia desleixada.

Tipo de papel, estilo da escrita e caligrafia foram alguns dos aspetos observados pelo especialista John-Mark Philo, que não lhe deixaram dúvidas de que se tratava de Isabel I. O estudo foi publicado no mês passado na revista científica The Review of English Studies.

Até aos dias de hoje não era conhecido o anónimo tradutor deste livro, mas Philo começou a desconfiar de quem seria após analisar alguns detalhes. O papel usado era muito distinto e popular no secretariado de Isabel I na década de 1590. Além disso, marcas d’água como um leão galopante, uma besta e as iniciais G.B. foram encontradas e eram comummente utilizadas na correspondência da rainha.

Segundo All That’s Interesting, apesar das suspeitas, estas evidências não eram suficientes para provar que, de facto, se tratava da rainha Isabel I. O fator decisivo foi a sua caligrafia desleixada. Embora toda a tradução tenha sido copiada por um escriba profissional, as correções e adições foram feitas com uma letra “extremamente distinta e desarticulada”, tal como verificado em vários escritos da rainha.

“Esta foi a pista mais forte. Eu recolhi uma amostra da letra dela o mais ampla possível e comparei as suas outras traduções”, explicou Philo. “Os floreios idiossincráticos servem como ferramentas de diagnóstico”.

O investigador dá o exemplo das letras “m” e “n”, que eram tão baixas que se tornaram rabiscos horizontais. Da mesma forma que o “e” e o “d” eram igualmente impercetíveis.

“Quanto mais alto você estiver na hierarquia social, mais desleixada poderá ser a sua caligrafia”, explicou Philo, num comunicado enviado à imprensa. “Para a rainha, a compreensão da letra é um problema para as outras pessoas“.

A rainha Isabel I era altamente culta e tinha notáveis capacidades linguísticas, falando latim, francês e italiano, para além de inglês. Há quem diga ainda que tinha ligeiras noções do espanhol e do grego.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Bem, de acordo com algumas fontes, que podem ser consideradas fidedignas, a rainha era uma pessoa muito culta e, ainda de acordo com as mesmas fontes, nomeadamente o embaixador espanhol à corte, a rainha falava fluentemente o espanhol (como uma castelhana, de acordo com a mesma fonte). O que vai muito além de meras noções. O que não deixa de ser expectável. Parte da sua juventude foi passada ao cuidado da sua meia-irmã Maria (rainha Maria I), uma mulher também muito culta que terá sido quem instruiu Isabel em Francês, Castelhano, Poesia e Alaúde, e sobre quem estão bem documentados os vários professores que teve desde tenra idade.
    Isto contraria as informações vagas do artigo sobre a instrução da rainha Isabel I.

RESPONDER

Rui Rio vence segunda volta. Líder reeleito quer "estabilidade, lealdade e unidade"

O presidente social-democrata, Rui Rio, afirmou hoje que espera poder “trabalhar com estabilidade e lealdade”, recusou que o PSD esteja “partido” e vincou estar “a iniciar o momento para marcar a unidade” no partido. O líder …

Gatos não se importam de comer pessoas mortas (e há um estudo que mostra como o fazem)

Uma nova investigação analisou como é que dois gatos selvagens se alimentaram de cadáveres humanos. Os animais mostraram preferência por corpos específicos ao longo de vários dias. No Forensic Investigation Research Station, no estado norte-americano do …

"Árvores dinossauro". Bombeiros australianos conseguiram salvar floresta pré-histórica

Os bombeiros australianos conseguiram salvar dos incêndios uma floresta com árvores pré-históricas localizada no sudeste do país, anunciou o Governo. Em causa estão árvores da espécie Wollemia nobilis, vulgarmente conhecidas como Pinheiro de Wollemi, que se …

Príncipe Harry e Meghan renunciam aos títulos da realeza

O Palácio de Buckingham anunciou, este sábado, um acordo em que o príncipe Harry e a sua mulher renunciaram aos respetivos títulos, abandonando os deveres enquanto membros seniores da família real do Reino Unido e …

Polaris Slingshot chega ao mercado com um sistema de transmissão inovador

A nova versão do Polaris Slingshot vem equipado com um sistema de transmissão que mescla a condução do manual com o conforto do automático. Para quem não conhece o Polaris Slingshot, apresentado pela primeira vez em …

Turistas estão a invadir Hallstatt, a aldeia austríaca que terá inspirado "Frozen"

Considerado Património Mundial pela UNESCO desde 1997, Hallstatt, na Áustria, possui apenas 778 moradores e tem uma sequência de casas em estilo alpino. Em 2010, antes do lançamento do primeiro filme da Disney, "Frozen", a cidade …

Teerão vai enviar caixa negra do avião abatido para a Ucrânia

O Irão vai enviar para a Ucrânia as gravações da caixa negra do avião ucraniano que abateu acidentalmente, na semana passada, para que sejam sujeitas a análises adicionais. Hassan Rezaeifer, chefe de investigações de acidentes do …

António Folha já não é treinador do Portimonense

O treinador apresentou a demissão do comando técnico do Portimonense, este sábado, depois de perder na deslocação ao lanterna-vermelha Desportivo das Aves, por 3-0. "Antes de me fazerem qualquer pergunta sobre o jogo, queria transmitir que …

Há pombos cowboys em Las Vegas (e voluntários estão a tentar salvá-los)

Por alguma razão, alguém decidiu colar chapéus vermelhos minúsculos de cowboy em pombos de Las Vegas, nos Estados Unidos. Agora, a equipa do Lofty Hopes Pigeon Rescue está a tentar salvá-los. Há uma missão para resgatar …

Youtube encaminha milhões de utilizadores para desinformação climática

Os algoritmos do YouTube estão a encaminhar milhões de utilizadores de vídeos de empresas para a desinformação sobre as alterações climáticas, através de serviços de publicidade online, de acordo com uma investigação da comunidade virtual …