Caligrafia desleixada de Isabel I denuncia-a como a tradutora anónima de um livro romano

A rainha Isabel I de Inglaterra foi identificada como a tradutora anónima do livro “Anais” de Tácito. As idiossincrasias da sua caligrafia acabaram por ser fundamentais para a descoberta.

Na análise a uma tradução de século XVI do livro “Anais” de Tácito, um investigador ficou estupefacto quando descobriu que o anónimo tradutor do texto era a Rainha Isabel I. Curiosamente, a rainha britânica foi apanhada devido à sua caligrafia desleixada.

Tipo de papel, estilo da escrita e caligrafia foram alguns dos aspetos observados pelo especialista John-Mark Philo, que não lhe deixaram dúvidas de que se tratava de Isabel I. O estudo foi publicado no mês passado na revista científica The Review of English Studies.

Até aos dias de hoje não era conhecido o anónimo tradutor deste livro, mas Philo começou a desconfiar de quem seria após analisar alguns detalhes. O papel usado era muito distinto e popular no secretariado de Isabel I na década de 1590. Além disso, marcas d’água como um leão galopante, uma besta e as iniciais G.B. foram encontradas e eram comummente utilizadas na correspondência da rainha.

Segundo All That’s Interesting, apesar das suspeitas, estas evidências não eram suficientes para provar que, de facto, se tratava da rainha Isabel I. O fator decisivo foi a sua caligrafia desleixada. Embora toda a tradução tenha sido copiada por um escriba profissional, as correções e adições foram feitas com uma letra “extremamente distinta e desarticulada”, tal como verificado em vários escritos da rainha.

“Esta foi a pista mais forte. Eu recolhi uma amostra da letra dela o mais ampla possível e comparei as suas outras traduções”, explicou Philo. “Os floreios idiossincráticos servem como ferramentas de diagnóstico”.

O investigador dá o exemplo das letras “m” e “n”, que eram tão baixas que se tornaram rabiscos horizontais. Da mesma forma que o “e” e o “d” eram igualmente impercetíveis.

“Quanto mais alto você estiver na hierarquia social, mais desleixada poderá ser a sua caligrafia”, explicou Philo, num comunicado enviado à imprensa. “Para a rainha, a compreensão da letra é um problema para as outras pessoas“.

A rainha Isabel I era altamente culta e tinha notáveis capacidades linguísticas, falando latim, francês e italiano, para além de inglês. Há quem diga ainda que tinha ligeiras noções do espanhol e do grego.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Bem, de acordo com algumas fontes, que podem ser consideradas fidedignas, a rainha era uma pessoa muito culta e, ainda de acordo com as mesmas fontes, nomeadamente o embaixador espanhol à corte, a rainha falava fluentemente o espanhol (como uma castelhana, de acordo com a mesma fonte). O que vai muito além de meras noções. O que não deixa de ser expectável. Parte da sua juventude foi passada ao cuidado da sua meia-irmã Maria (rainha Maria I), uma mulher também muito culta que terá sido quem instruiu Isabel em Francês, Castelhano, Poesia e Alaúde, e sobre quem estão bem documentados os vários professores que teve desde tenra idade.
    Isto contraria as informações vagas do artigo sobre a instrução da rainha Isabel I.

RESPONDER

Mark Zuckerberg tem medo do TikTok (e já se sabe porquê)

Mark Zuckerberg já deixou claro, mais do que uma vez, que não gosta do TikTok. No entanto, agora sabemos o que está por trás desta hostilidade pelo rival: a aplicação está a crescer muito, mesmo …

A empresa mãe da Google já vale um bilião de dólares

Esta quinta-feira, a Alphabet, empresa mãe da Google, conseguiu uma cotação na bolsa de 1 bilião de dólares, cerca de 900 mil milhões de euros. A Alphabet tornou-se, esta quinta-feira, a quarta empresa norte-americana a conseguir …

Cientistas criam "cimento vivo" capaz de se "curar"

Uma equipa de cientistas dos Estados Unidos criou um "cimento vivo" juntando areia e bactérias num material de construção capaz de se auto-reproduzir, de absorver dióxido de carbono e manter a resistência. "Já usamos materiais biológicos …

Sporting 0-2 Benfica | Águia vence dérbi e foge na frente

O Benfica foi o grande vencedor do dérbi lisboeta. Na visita ao Sporting, os “encarnados” marcaram dois golos sem resposta, ambos na segunda parte, por Rafa Silva, entrado no decorrer da segunda parte, após ter …

Um em cada seis homens é vítima de abuso sexual antes dos 18 anos

Um em cada seis homens é vítima de abuso sexual antes dos 18 anos e podem levam décadas até pedir ajuda, por nem sempre aceitarem e entenderem que sofreram violência sexual. Na maior parte dos …

"Messiah", da Netflix, reacende controvérsia sobre os limites da liberdade de expressão

A série Messiah, disponível na plataforma de streaming Netflix, acende a controvérsia em torno dos limites da liberdade de expressão e da criatividade no mundo das artes e do entretenimento. Messiah, uma série produzida por Michael …

Quadro encontrado por jardineiro era mesmo a obra desaparecida de Klimt

Em 1997, Retrato de uma Senhora desapareceu da Galeria de Arte Moderna Ricci Oddi, em Piacenza. Em dezembro, o quadro foi descoberto. Estava escondido numa parede da instituição. O quadro encontrado em dezembro, escondido na reentrância …

Terramotos modificaram a geografia de Porto Rico (e a NASA mostra como)

Os terramotos que Porto Rico tem sentido desde dezembro passado, que causaram pelo menos um morto e milhões de dólares em prejuízos, estão também a mudar a geografia desta ilha das Caraíbas. A agência espacial …

Maldivas desesperam por fundos enquanto continuam a afundar

As Maldivas correm o risco de desaparecer completamente a menos que o Governo consiga aceder a financiamentos para combater a subida das águas. Atualmente, 80% do país está um metro abaixo do nível do mar. "Não …

O avião-baleia da Airbus já fez o seu primeiro voo

https://vimeo.com/385554265 O BelugaXL, da Airbus, é um avião-baleia e é a aeronave com mais espaço de carga do mundo. O avião foi desenvolvido para transportar peças de aviões entre as várias fábricas da empresa europeia e …