Caligrafia desleixada de Isabel I denuncia-a como a tradutora anónima de um livro romano

A rainha Isabel I de Inglaterra foi identificada como a tradutora anónima do livro “Anais” de Tácito. As idiossincrasias da sua caligrafia acabaram por ser fundamentais para a descoberta.

Na análise a uma tradução de século XVI do livro “Anais” de Tácito, um investigador ficou estupefacto quando descobriu que o anónimo tradutor do texto era a Rainha Isabel I. Curiosamente, a rainha britânica foi apanhada devido à sua caligrafia desleixada.

Tipo de papel, estilo da escrita e caligrafia foram alguns dos aspetos observados pelo especialista John-Mark Philo, que não lhe deixaram dúvidas de que se tratava de Isabel I. O estudo foi publicado no mês passado na revista científica The Review of English Studies.

Até aos dias de hoje não era conhecido o anónimo tradutor deste livro, mas Philo começou a desconfiar de quem seria após analisar alguns detalhes. O papel usado era muito distinto e popular no secretariado de Isabel I na década de 1590. Além disso, marcas d’água como um leão galopante, uma besta e as iniciais G.B. foram encontradas e eram comummente utilizadas na correspondência da rainha.

Segundo All That’s Interesting, apesar das suspeitas, estas evidências não eram suficientes para provar que, de facto, se tratava da rainha Isabel I. O fator decisivo foi a sua caligrafia desleixada. Embora toda a tradução tenha sido copiada por um escriba profissional, as correções e adições foram feitas com uma letra “extremamente distinta e desarticulada”, tal como verificado em vários escritos da rainha.

“Esta foi a pista mais forte. Eu recolhi uma amostra da letra dela o mais ampla possível e comparei as suas outras traduções”, explicou Philo. “Os floreios idiossincráticos servem como ferramentas de diagnóstico”.

O investigador dá o exemplo das letras “m” e “n”, que eram tão baixas que se tornaram rabiscos horizontais. Da mesma forma que o “e” e o “d” eram igualmente impercetíveis.

“Quanto mais alto você estiver na hierarquia social, mais desleixada poderá ser a sua caligrafia”, explicou Philo, num comunicado enviado à imprensa. “Para a rainha, a compreensão da letra é um problema para as outras pessoas“.

A rainha Isabel I era altamente culta e tinha notáveis capacidades linguísticas, falando latim, francês e italiano, para além de inglês. Há quem diga ainda que tinha ligeiras noções do espanhol e do grego.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Bem, de acordo com algumas fontes, que podem ser consideradas fidedignas, a rainha era uma pessoa muito culta e, ainda de acordo com as mesmas fontes, nomeadamente o embaixador espanhol à corte, a rainha falava fluentemente o espanhol (como uma castelhana, de acordo com a mesma fonte). O que vai muito além de meras noções. O que não deixa de ser expectável. Parte da sua juventude foi passada ao cuidado da sua meia-irmã Maria (rainha Maria I), uma mulher também muito culta que terá sido quem instruiu Isabel em Francês, Castelhano, Poesia e Alaúde, e sobre quem estão bem documentados os vários professores que teve desde tenra idade.
    Isto contraria as informações vagas do artigo sobre a instrução da rainha Isabel I.

RESPONDER

Criada para prevenir a guerra, a ONU enfrenta um mundo profundamente polarizado

Criada após a Segunda Guerra Mundial para evitar novos conflitos, a Organização das Nações Unidas (ONU) comemora esta segunda-feira o 75.º aniversário, num mundo polarizado que enfrenta uma pandemia, conflitos regionais, uma economia em declínio …

Mulher cai de carro em movimento enquanto grava vídeo para o Snapchat

Uma mulher, que ocupava o lugar do passageiro de um carro em movimento, caiu numa auto-estrada enquanto filmava um vídeo para a rede social Snapchat, no Reino Unido. Segundo a CNN, a mulher estava pendurada na …

Nos Estados Unidos, a venda de discos em vinil ultrapassou a de CD pela primeira vez desde 1986

Pela primeira vez desde 1986, as vendas de discos de vinil ultrapassaram as vendas de CD nos Estados Unidos em 2020. Os números foram apresentados na semana passada pela Associação Americana da Indústria de Gravação, …

Mourinho espera ganhar sem jogar

Tottenham iria defrontar o Leyton Orient mas também no Reino Unido há jogos de futebol em causa por causa do coronavírus. O encontro entre Leyton Orient e Tottenham, relativo à terceira eliminatória da Taça da Liga …

A máfia italiana tem uma nova arma de recrutamento: o TikTok

Os jovens membros da Camorra, organização criminosa aliada à máfia siciliana, estão a recorrer ao TikTok para divulgar o seu estilo de vida e recrutar novos membros. Em maio, um vídeo foi publicado no TikTok que …

Os três segredos para ter um bom sistema imunológico são gratuitos, avisa Fauci

Manter o sistema imunológico saudável é um dos fatores-chave para lidar com a covid-19, o que não implica necessariamente a toma de suplementos vitamínicos. Há uns tempos, quando confrontado com o facto de a atriz Jennifer …

Pinguim encontrado morto no Brasil com uma máscara inteira no estômago

Um espécime de pinguim-de-Magalhães (Spheniscus magellanicus) foi encontrado morto numa popular praia brasileira e a autópsia ao corpo revelou que o animal tinha no seu estômago uma máscara de proteção facial N95. O animal foi …

Trump quer restabelecer sanções ao Irão. ONU rejeita apoiar posição norte-americana

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, disse que somente apoiará a restituição de sanções ao Irão, exigidas pelos Estados Unidos (EUA), se receber luz verde do Conselho de Segurança. Numa carta dirigida …

Designer holandês desenvolve "caixão vivo" feito com fibras de fungos

Um corpo humano pode demorar cerca de uma década a decompor-se dentro de um caixão. Com o Living Cocoon, o tempo é reduzido para dois ou três anos. Bob Hendrikx, biodesigner fundador da Loop, desenvolveu e …

Relógio em Nova Iorque mostra o tempo restante para reverter efeitos do aquecimento global

O Metronome, icónico relógio digital de Nova Iorque, deixou de mostrar o tempo do dia-a-dia e mostra agora o tempo restante que o nosso planeta tem para reverter os efeitos do aquecimento global. O relógio digital …