/

Estar com cães de terapia pode trazer benefícios que duram semanas

(dr) Envato Elements

Um novo estudo mostra que os efeitos positivos associados a passar tempo com cães de terapia podem durar até seis semanas.

Em muitas universidades norte-americanas, os alunos têm a possibilidade de frequentar programas específicos para reduzir os seus níveis de stress, que passam por atividades como, por exemplo, passar algum tempo com animais de terapia.

Aproveitando esta oportunidade, conta o site IFLScience, a investigadora Patricia Pendry, da Universidade Estadual de Washington, tentou perceber qual a eficácia do método, em comparação com as abordagens mais tradicionais.

Para isso, a sua equipa avaliou as funções executivas de 309 estudantes universitários, isto é, as capacidades cognitivas – como organização, concentração e planeamento – essenciais para serem bem-sucedidos a nível académico. Os participantes também foram avaliados quanto à probabilidade de stress que os faria desistir da universidade, sendo que mais de um terço considerou esse risco.

Os voluntários foram encaminhados, aleatoriamente, para workshops para aprender a gerir o stress, um programa com cães de terapia ou uma mistura dos dois.

À luz das suas anteriores pesquisas – que já tinham mostrado que apenas 10 minutos com estes animais podem reduzir substancialmente os níveis de stress –, não foi surpresa perceber que os estudantes que o faziam ficaram mais calmos e tiveram um melhor desempenho nos exames logo após as sessões.

Além disso, a investigação, que durou três anos, avaliou quanto tempo duraram estes benefícios das sessões semanais de uma hora. Depois de um programa de quatro semanas, os participantes ainda mostravam grandes melhorias nessas habilidades cognitivas, até seis semanas depois.

Não só os participantes no programa com cães relataram menos stress e se saíram melhor nas funções executivas, como essas diferenças ainda puderam ser observadas no acompanhamento de seis semanas.

A abordagem tradicional pareceu oferecer poucos benefícios, mas a melhoria na clareza de pensamento foi substancialmente melhor e mais duradoura para aqueles que também passaram algum tempo com os animais.

“Os resultados foram muito fortes. Vimos que os alunos que estavam em maior risco foram os que tiveram mais melhorias (…) Ficar calmo é útil na aprendizagem, especialmente para aqueles que lutam contra o stress”, disse Pendry, citada pelo site EurekAlert!.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.