Os cães estão em guerra com os fungos (e esta pode estender-se aos humanos)

O fungo Aspergillus fumigatus é facilmente encontrado na cavidade nasal de algumas espécies de cães, e este pode ser potencialmente perigoso para os animais e também para os humanos que os rodeiam.

Segundo o Phys, o fungo que alguns cães carregam no nariz desenvolve-se dentro do mesmo, mas as mudanças genéticas indicam que o fungo acaba por se adaptar ao animal.

Os investigadores da Universidade de Utrecht obtiveram novas conclusões numa pesquisa sobre infeções naturais em cães. O estudo foi publicado a 12 de novembro na Nature Biofilms and Microbiomes.

O Aspergillus fumigatus causa uma inflamação da cavidade nasal em cães, que pode  espalhar-se para a cavidade frontal. Os fungos formam um biofilme na superfície do epitélio, que pode levar a uma reação inflamatória grave e às vezes crónica, podendo até crescer no cérebro se o cão não for tratado a tempo.

Descobrimos que o cão e o fungo estão a lutar por nutrientes. O fungo suprime o sistema imunológico do cão”, refere Hans de Cock, um dos autores do estudo.

O investigador explica que a equipa analisou que “fungo se adapta geneticamente ao hospedeiro durante o crescimento, o que permite que o fungo sobreviva melhor nas cavidades do cão”.

Esta é a primeira vez que os cientistas estudaram este tipo de fungo em infeções naturais em cães, por isso nenhum animal esteve envolvido na experiência. A pesquisa foi feita com cães que foram levados ao veterinário com uma infeção, sendo que remover o fungo era uma parte padrão do tratamento. Este método permitiu que a equipa estudasse a grande variação genética e descobrisse a adaptação do fungo.

“Com as análises de expressão genética, ganhamos uma visão sobre as defesas do cão e o comportamento do fungo, tanto ao nível de expressão genética, como na evolução do paciente”, afirma De Cock. “Esta pesquisa mostra que o estudo das infeções naturais é uma alternativa às experiências com animais de laboratório”.

Estudos anteriores mostraram que certas raças de cães são mais suscetíveis a esse fungo – incluindo os labradores retriever e os golden retriever, devido à sua predisposição genética. O estudo oferece agora alternativas para melhorar o tratamento do fungo em cães.

Contudo, este fungo também causa problemas graves nos humanos, e a equipa deixa um alerta. “Este é um dos quatro fungos responsáveis ​​por 1,5 milhão de mortes entre pessoas em todo o mundo. Por isso, queremos descobrir o máximo de informação possível sobre eles”, concluem.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Para além do barulho constante, de transformarem passeios e jardins em latrinas, e de atacar pessoas, esta é só mais uma das utilidades dos cães, a de espalharem parasitas e todo o tipo de doenças. Para quando o fim desta praga nas cidades?

  2. Estrumadura nunca vi comentário mais correcto, cada vez os bairros actuais parecem mais canís é uma vergonha e os proprietários dos apartamentos têm de gramar com os animais dos outros a ladrar e ganir. Estava na altura de se acabar com os animais a incomodar quem quer descansar e trabalhar em casa.

“Não queiram fazer mistérios onde não existem”. UE encerrou caso do procurador europeu

A União Europeia (UE) deu por "encerrado" o caso do procurador europeu José Guerra e dos lapsos no seu currículo enviado pelo Governo. “A reunião dos membros do Conselho da UE decorreu na segunda-feira e …

Jack Ma reaparece após estar "desaparecido" quase três meses

O bilionário fundador do gigante do comércio eletrónico chinês Alibaba reapareceu, esta quarta-feira, numa reunião virtual com professores rurais, após meses de incerteza sobre o seu paradeiro. No vídeo, publicado no site do jornal chinês Tianmu …

Jesus voltou a testar negativo. Benfica confirma presença na Taça da Liga

O treinador do Benfica voltou a testar negativo ao novo coronavírus, num segundo teste realizado esta terça-feira, dia em que o clube anunciou ter 17 casos de infeção na sua estrutura profissional de futebol. "O Benfica …

Novas regras do confinamento entram em vigor esta quarta-feira (mas há exceções nos horários)

As novas medidas de restrição para travar a pandemia de covid-19 em Portugal entraram em vigor às 0h desta quarta-feira no âmbito do estado de emergência em vigor no país.  O primeiro-ministro anunciou esta segunda-feira que …

Ratos paraplégicos voltam a caminhar graças a proteína inovadora

Cientistas criaram e injetaram uma proteína no cérebro de ratos paraplégicos. Após um par de semanas, os ratos recuperaram a capacidade de caminhar. Não, não é milagre. Uma equipa de investigadores alemães conseguiu restaurar a capacidade …

Sporting vai apresentar queixa à Ordem dos Médicos do diretor clínico da Unilabs

O presidente do Sporting anunciou, esta terça-feira, a intenção de denunciar à Ordem dos Médicos o comportamento do diretor clínico da Unilabs, devido aos testes à covid-19 que impediram Nuno Mendes e Sporar de defrontar …

Matéria escura? Raios-X ao redor das "Magníficas 7" podem ser rastos de uma misteriosa partícula

Uma equipa de cientistas descobriu que os misteriosos raios-X detetados em estrelas de neutrões próximas podem ser a primeira evidência de axiões, partículas hipotéticas que podem ajudar a desvendar segredos sobre a matéria escura. Existem muitos …

Os astrónomos captaram duas galáxias a meio de uma colisão (e viram uma garça a formar-se)

As colisões entre galáxias podem demorar milhões de anos. NGC 5394 e NGC 5395 estão a meio de um desses encontros e os cientistas conseguiram captar o evento em imagens. O par NGC 5394 e NGC …

"Toupeira" do InSight termina a sua viagem em Marte

A sonda de calor desenvolvida e construída pelo Centro Aeroespacial Alemão (DLR) e implantada em Marte pelo lander InSight da NASA terminou a sua parte da missão. Desde 28 de fevereiro de 2019 que a …

Após injetar chá de cogumelos, homem começou a desenvolver fungo no sangue

Um homem preparou um chá de "cogumelos mágicos" e decidiu injetá-lo no corpo. Vários dias depois, acabou nas urgências devido ao crescimento de um fungo na sua circulação sanguínea. De acordo com o Live Science, o …