Burnley quase perdeu antes de jogar (o adversário evitou derrota administrativa)

(dr) Burnley Football Club

O treinador do Burnley, Sean Dyche

Pela segunda vez em toda a sua história, o Bournemouth vai estar nos quartos de final da Taça de Inglaterra. Mas há um episódio invulgar para relatar, que aconteceu ainda antes do jogo com o Burnley.

Nesta terça-feira disputaram-se dois jogos dos oitavos de final da Taça de Inglaterra. O Manchester United, com Bruno Fernandes a entrar aos 72 minutos, precisou do prolongamento para derrotar em casa o West Ham por 1-0. O golo foi apontado por Scott McTominay.

Antes, houve um duelo com duas surpresas para contar: uma antes do jogo e outra relacionada diretamente com o jogo. A surpresa maior foi o resultado – o Burnley, equipa da Premier League (embora a lutar para não descer), perdeu em casa por 0-2 contra o Bournemouth, equipa do Championship (a lutar para subir). Sam Surridge marcou na primeira parte e Junior Stanislas fechou o resultado perto de final, numa grande penalidade.

O episódio mais insólito em Turf Moor aconteceu ainda antes de a partida começar. O Bournemouth ganhou no relvado mas poderia ter ganhado sem precisar de jogar: o Burnley iria ter em campo um futebolista que não podia jogar, segundo as regras da competição.

Apesar das várias mudanças que o treinador Sean Dyche realizou na equipa inicial do Burnley, o lateral-esquerdo eleito foi Erik Pieters, titular habitual no Burnley. O problema é que, nas duas eliminatórias anteriores, diante de MK Dons e Fulham, Pieters viu o cartão amarelo. Com dois amarelos no currículo, ficou suspenso e não poderia jogar na ronda seguinte da Taça.

Sean Dyche explicou o que aconteceu: “As regras mudaram nesta época, em relação aos cartões e ao número de jogos na Taça de Inglaterra. Não foi propositado. Foi um simples erro administrativo. Temos pessoas responsáveis por estar de olho nestas situações, mas infelizmente esta escapou-nos, até que alguém descobriu”.

O jornal Daily Mirror relata que esse “alguém” foi… o adversário. Antes do início do jogo, o diretor de comunicação do Bournemouth, Anthony Marshall, avisou os responsáveis do Burnley que Erik Pieters não tinha autorização para jogar.

“Temos que ser justos com o Bournemouth, foram eles que avisaram e mencionaram a situação. Palmas para eles, pelo seu comportamento de cavalheiros“, continuou o treinador do Burnley, que acabou por colocar em campo Anthony Glennon.

A vitória surgiu mesmo dentro de campo e o Bournemouth, apenas pela segunda vez no seu historial, vai estar nos quartos de final da competição.

Nuno Teixeira Nuno Teixeira, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Bactérias benéficas do leite materno mudam ao longo do tempo

De acordo com um novo estudo, a mistura de bactérias benéficas transmitidas pelo leite materno muda significativamente com o tempo. Este pode atuar como uma injeção de reforço diário para a imunidade e metabolismo infantil. Os …

Quando um tigre vale mais morto do que vivo: A sórdida realidade das quintas de procriação

Em alguns países asiáticos, quintas de procriação de tigres exploram até ao tutano o valor económico do animal, submetendo-o a condições de vida degradantes. Tigres já foram puderam ser encontrados em grande parte da Ásia, do …

Ana Estrada Ugarte. Em decisão histórica, Peru abre as portas à eutanásia

Numa decisão histórica esta quinta-feira, o 11.º Tribunal Constitucional do Superior Tribunal de Justiça de Lima, no Peru, ordenou ao Ministério da Saúde do país que respeitasse a vontade de Ana Estrada Ugarte de acabar …

Árbitros estrangeiros na próxima época? APAF recusa "atestado de incompetência"

A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) tem a certeza de que o Conselho de Arbitragem (CA) não irá passar um "atestado de incompetência" aos árbitros portugueses, chamando estrangeiros para encontros de Ligas nacionais. Segundo …

Depois do desconforto que a série causou na Família Real, Harry defende "The Crown"

Durante uma entrevista a James Corden, para o programa americano The Late Late Show, o príncipe Harry defendeu a série The Crown da Netflix, explicando que embora não seja “estritamente precisa”, retrata a pressão da …

Benfica vai apresentar queixa por ameaças de morte a Vieira e vandalismo

O Benfica vai avançar com queixas devido às ameaças de morte ao presidente do clube em tarjas colocadas nas imediações do Estádio da Luz, mas também pela vandalização de várias casas benfiquistas. Segundo o jornal online …

Submarino civil transparente pode levá-lo ao local do naufrágio do Titanic

A Triton, uma empresa com sede na Florida, fabrica submarinos civis de última geração há mais de uma década. Agora, vai fazer nascer o Triton 13000/2 Titanic Explorer, que para além de oferecer aos passageiros …

Catorze detidos nos novos protestos em Barcelona a favor de Pablo Hasél

Pelo menos 14 pessoas foram detidas pela polícia catalã, este sábado, durante os distúrbios que se seguiram a mais uma manifestação em Barcelona a reclamar a libertação do rapper Pablo Hasél. Segundo o jornal Público, pelo …

Procuradores avançam para tribunal contra nomeações de chefias

O Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) está envolvido numa nova polémica, depois do concurso que culminou na indigitação de José Guerra para a Procuradoria Europeia. Segundo avança o Jornal de Notícias, este domingo, um concurso para …

A partir de segunda-feira, eletrodomésticos vão ter novas etiquetas energéticas

As organizações não-governamentais ambientalistas saúdam as novas etiquetas energéticas, que entram em vigor esta segunda-feira, mas pedem “mais atenção” ao consumidor e “maior rapidez” na reclassificação de “mais produtos”. Em comunicado, a cooligação Coolproducts, um grupo …