Britânica morreu 36 vezes num ano por causa de síndrome rara

Sara Brautigam tem 21 anos e já morreu 36 vezes num ano. Uma doença cardíaca rara leva-a a ficar clinicamente morta, voltando depois à vida de forma milagrosa.

Esta jovem britânica foi diagnosticada há quatro anos com a Síndrome de Taquicardia Postural Ortostática, uma doença rara que a leva a sofrer ataques recorrentes, onde experimenta palpitações rápidas que acabam por levá-la à paragem cardíaca.

Em 2012, os médicos que a trataram no Hospital Royal Hallamshire em Sheffield, Reino Unido, gravaram um vídeo enquanto a jovem passava por um destes episódios de morte.

As imagens foram gravadas, com o seu consentimento, antes de Sara Brautigam ter sido diagnosticada com este problema e é visível que os médicos entram em pânico.

É quando lhe começam a dar oxigénio que Sara Brautigam morre, clinicamente falando, revela a jovem ao The Telegraph.

“Não posso receber oxigénio porque isso prolonga o ataque”, salienta a jovem, acrescentando que a única forma de lidar com a situação é deixá-la “ficar quieta e rezar”.

Sara Brautigam sustenta que sempre que o seu coração pára os médicos têm que lhe infligir dor para voltar à vida.

“Houve uma vez que me arrancaram uma unha acrílica, mas nem isso me fez estremecer”, conta ao jornal.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Balas que assassinaram John F. Kennedy preservadas em modelo 3D

A partir do próximo ano, os Arquivos Nacionais dos Estados Unidos vão disponibilizar, no seu catálogo online, imagens 3D das balas que assassinaram o antigo presidente norte-americano John F. Kennedy. Para criar os modelos das …

Pela primeira vez, neurónios artificiais foram criados para curar doenças crónicas

Uma equipa de investigadores conseguiu recriar as propriedades biológicas dos neurónios em chips, que podem ser úteis ajudar na cura de doenças neurológicas crónicas. Naquele considerado um feito única na ciência, investigadores da Universidade de Bath …

Cientistas encontram uma relação negativa "muito forte" entre inteligência e religiosidade

Uma equipa de investigadores sugere que pessoas religiosas tendem a ser menos inteligentes do que pessoas sem crenças religiosas. O estudo tem gerado uma grande controvérsia. A religião é um tema forte, capaz de juntar ou …

Descoberta nova espécie de tubarão pré-histórico que podia chegar aos sete metros

Uma nova espécie de tubarão pré-histórico foi descoberta no Kansas, nos Estados Unidos. Este predador podia crescer até quase sete metros de comprimento. De acordo com a revista Newsweek, Kenshu Shimada, da Universidade DePaul, e Michael …

Conhecido medicamento para diabetes pode conter um carcinógeno

A Food and Drug Administration, agência federal e reguladora do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, está a testar amostras de metformina, um medicamento para diabetes que pode conter o carcinógeno N-Nitrosodimetilamina …

Nobel da Física diz que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está "zangado" com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk. Os suíços …

Ford está a reciclar palha de café do McDonald's. Quer transformá-la em peças de carro

https://vimeo.com/377768195 A Ford está a fabricar peças de carro através de palha de café reciclada do McDonald's. A iniciativa contribui para a redução da pegada ecológica e do desperdício alimentar. O combate às alterações climáticas cabe um …

Comité da ONU preocupado com condições das prisões em Portugal

As condições de detenção, a sobrelotação das prisões, o alegado uso da força e outros abusos contra pessoas pertencentes a grupos raciais e étnicos são as principais preocupações do Comité da ONU contra a Tortura …

Cientistas identificaram organismo que prospera ao comer meteoritos

O micróbio Metallosphaera sedula tem uma propensão para comer minerais. E não estamos a falar de granito ou giz, mas de rochas muito mais especiais como meteoritos. Segundo o Science Alert, uma equipa internacional de cientistas …

Médicos estrangeiros em Portugal atingem o valor mais alto da última década

O número de médicos estrangeiros registados em Portugal atingiu, em 2019, o valor mais elevado da última década, situando-se em 4192, mais 9,1% face a 2009, revelam dados da Ordem dos Médicos (OM). A maioria dos …