Briga entre gangs provoca pânico e feridos em praia do Estoril

Dois grupos de jovens envolveram-se em desacatos na praia do Tamariz, no Estoril, neste domingo, provocando o pânico entre os banhistas e três feridos ligeiros, disse à Lusa o comandante da capitania de Cascais.

“Por volta das 14:30 horas, um grupo de jovens envolveu-se em confrontos junto ao paredão da Praia do Tamariz, no Estoril, tendo provocado três feridos ligeiros que foram encaminhados para o hospital de Cascais”, disse à Lusa o comandante Mário Domingos.

Os jovens envolvidos nos desacatos arremessaram pedras, garrafas e chapéus-de-sol, de acordo com as informações apuradas pelo Correio da Manhã.

A este jornal, uma das banhistas que se encontrava na praia no momento da rixa, Paula Paciel, refere que “gerou-se o pânico, havia muita gente a correr e a ir embora“.

“Foram feitas chamadas para o 112, mas quando a PSP chegou eles já não estavam cá. A minha filha de 8 anos e outro menino de quatro estavam aos gritos. Foi tudo horrível“, conta ainda Paula Maciel, lamentando que “a polícia demorou muito tempo a chegar”.

A polícia marítima e a PSP de Cascais estão a averiguar a origem dos confrontos e a tentar identificar os agressores, não havendo, até ao momento, detenções.

Alguns proprietários de estabelecimentos comerciais nas imediações da praia do Tamariz contam ao Correio da Manhã que “os roubos e as rixas” são habituais no local.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Puro sensacionalismo!!! É este tipo de jornalismo que desinforma e contamina a sociedade… ontem estive nesta praia e nada de estranho notei, parece que por lá passou uma batalha campal a avaliar por este artigo.

    É certo que este local é aos fins de semana “invadido” por grupos de jovens vindos de bairros menos favorecidos, no entanto estes costumam-se concentrar na piscina oceânica sem incomodar o resto da praia… se houver alguma rixa, é entre eles apenas… também há sempre polícia, uma presença constante e pronta a reagir, pelo que me estranha os dados desta reportagem.

  2. Sempre algum “bem intencionado” a passar paninhos quentes,

    “bairros menos favorecidos” o ser humano tem a capacidade de pegar no nada , e criar o muito, 50% dos bilionários do mundo, são “self-made” não me venham com a treta do “desfavorecidos” para justificar estupidez , falta de educação e tribalismo.

    É um problema cultural , onde é valorizado o estatuto “macho alfa” (sem cérebro) a força e o “bravado” físico, ou seja, a selva. (tivessem eles a mesma coragem para abrir empresas criar postos de trabalho e serem responsáveis e dedicados à família estaríamos bem)

    Metam estes “jovens” em numero suficiente (>30%) em qualquer cidade/local prospero e vejam essa comunidade a ruir.

  3. Da veracidade dos factos, não posso falar, posso sim da má informação que o talvez jornalista dá em relação à capitania. Não há comandantes de capitanias, há sim, capitães dos portos. Comandantes são da Polícia Marítima. Veja, sr. Talvez jornalista, escrevi Polícia Marítima iniciando as palavras com maiúsculas, o respeito é bonito. Não usou minúsculas prá P.S.P., pois não? Acho que já vendem carteiras de jornalistas, tal é a competência que vê.

  4. Não me estranha, já assisti a um episódio parecido em frente a um café da praia do Tamariz à noite. Devo dizer que são mesmo uns selvagens, e deviam estar na selva ou num circo, prisão com eles é que era e só lhes fazia bem. No final lembro-me de ver um dos envolvidos, um rapazito de 16 ou 17 anos, com o nariz partido que estava a defender uma amiga de um destes gangs. Enfim, lamentável…

  5. Porque não é salientada a etnia destes “gangs”? Será que é por não ser politicamente correcto afirmar os factos? Já agora há um relato de alguém que assistiu aos desacatos. Se calhar é hipersensível. Os portugueses têm de acabar de vez com fenómenos deste género. Se as pessoas não se querem integrar num país com valores cristãos então já está na altura de serem expulsos do país. Estamos a falar de pessoas que possuem uma mentalidade animal, violenta, predadora, sem o mínimo respeito pelos valores sociais de base. Não se integram porque não querem e na verdade ainda elevam a sua “cultura” ou falta dela a um nível de superioridade face há normativa existente. Num país como o nosso onde o cidadão comum não tem forma de se defender, (sim isto não são os estados unidos) estamos completamente desprotegidos. É só mais um exemplo de incompatibilidades no multi-culturalismo

    • Tem racao Joe Silva. Sou da alemanha vivi 7,5 anos em lisboa, regressei para alemanha, tambem por causa da criminalidade em certos sitios em portugal. E esse cancro esta a crescer enquanto as mulheres portugueses ja nao prociraram . Preferem luxo e vida, e o povo portugues esta desaparecer. Nos temos por causa da merkel e do plano dos zionistas a invasao de 2.000.000 invasores alatamente criminosos para nossa pais. E agora vao chegar 250.000.000 persoas para toda a europa nos proximos 5 anos. Tambem portugal tem de integrar 75.000 mil destes monstros cada ano foi discutido em portugal recentmente . E o povo alema nao acorde percebem. Os abusos sexuais ja nao tem consequencias na polica. Nao podem imaginar nas cidades ja as mulheres nao podem fazer jogging por causas dos riscos. Accordam Portugeses sairam da europa que so serviu para enriquezer dos mulitimilionarios. Mais nada!!!

RESPONDER

Ministro holandês faz mea culpa. "Não fomos suficientemente empáticos" com o sul da Europa

O ministro das Finanças holandês reconheceu que foi infeliz nas posições que assumiu sobre a resposta económica à pandemia de covid-19, assumindo que mostrou pouca “empatia” com os países do sul da Europa. Em declarações à …

Estados Unidos admitem possibilidade de novo surto no outono

O diretor do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos disse haver a possibilidade de o país enfrentar um novo surto depois do verão, mas lembrou que nessa altura "várias coisas vão …

Mortes em Portugal estão a aumentar desde o início do mês (sem contar com a Covid-19)

Já morreram mais pessoas em Portugal, neste ano, do que em igual período do ano passado, com especial destaque para o  mês de Março, onde a taxa de mortalidade aumentou, mesmo sem contar com as vítimas de …

PCP quer reabrir camas e decretar preços máximos nos combustíveis para enfrentar pandemia

O PCP apresentou um pacote extenso de propostas para fazer face aos impactos do surto de covid-19. Entre elas está a reabertura do Hospital Militar. O PCP apresentou um conjunto de medidas para fazer face ao …

Houseparty nega pirataria e oferece recompensa milionária a quem provar "campanha difamatória"

A aplicação favorita de quem está em quarentena está sob acusação de piratear contas de outras apps. A Houseparty nega e oferece uma recompensa de 1 milhão de dólares a quem provar a "campanha de …

"Agricultura não pára". Há trabalho no campo para os trabalhadores em lay-off

Com a época das colheitas à porta e a falta de braços no campo, a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) vai propor ao Governo a criação de plataformas de emprego temporário para permitir aos …

Covid-19. Cerimónias fúnebres proibidas em Espanha

As cerimónias fúnebres foram hoje proibidas em Espanha, o segundo país mais afetado pela covid-19 no mundo, e os funerais não podem ter mais do que três pessoas presentes, para impedir a propagação da pandemia …

Falta de meios dificulta marcação de testes à Covid-19

Os utentes do Norte referenciados pelas autoridades de saúde para fazerem o teste à Covid-19 estão a ter grandes dificuldades na marcação nos laboratórios recomendados, devido ao disparo na procura e ao facto de a …

"Impõe-se manter as medidas de contenção", diz Marcelo

O Presidente da República afirmou esta terça-feira que se impõe manter as medidas de contenção que vigoram em Portugal, referindo que essa foi uma opinião unânime na segunda reunião técnica sobre a situação da covid-19 …

Crise poderá levar a Juve a vender Ronaldo por 70 milhões

A crise financeira causada pela pandemia de covid-19 poderá "obrigar" a Juventus a vender Cristiano Ronaldo por 70 milhões de euros, avança a imprensa italiana, frisando que existem mais dois cenários em cima da mesa. O …