Brasil vs México | Samba de Willian embala “canarinha”

O Brasil está nos quartos-de-final do Mundial 2018. A “canarinha” bateu o México por 2-0 num excelente jogo, no qual as duas equipas tentaram imprimir intensidade e um ritmo elevado desde o início.

A qualidade individual dos brasileiros acabou por vir ao de cima, com a equipa de Tite a dominar em todos os aspectos do jogo e Willian e Neymar a “abrirem o livro”. Esta é a sétima eliminação consecutiva do México em oitavos-de-finais da prova.

O Jogo explicado em Números

  • Início de jogo muito mexido, com o Brasil a assumir o domínio inicial em termos de posse de bola (59%) e com qualidade no passe (87% de eficácia nas entregas). Os mexicanos apostavam nas transições rápidas, chegando aos dois remates aos dez minutos, sem a melhor direcção. Antes, Neymar já havia testado a atenção de Guillermo Ochoa, através de um forte remate em zona frontal.
  • A toada manteve-se nos minutos seguintes, mas o México foi melhorando a qualidade do seu passe, em especial no longo, na tentativa de apanhar a defesa brasileira subida. A “canarinha” foi apanhando, assim, alguns sustos, embora não permitisse nenhuma ocasião flagrante aos mexicanos, por volta dos 20 minutos.
  • O problema do México é que não acertava com a baliza e, à volta da meia-hora, registava quatro remates, nenhum que incomodasse Alisson. Por seu turno, o Brasil começou a criar perigo, com Neymar a surgir na frente com insistência e perigo, pelo que a formação brasileira registava cinco disparos nesta fase, dois enquadrados (ambos por Neymar). O craque do Paris Saint-Germain somava já dois passes para finalização nesta altura.
  • Os mexicanos começaram a desaparecer do jogo, aos poucos, pelo que o Brasil chegou aos derradeiros momentos do primeiro tempo completamente por cima da partida, com Ochoa a mostrar toda a sua qualidade entre os postes.
  • O descanso chegou com um nulo, mas com mais Brasil. A “canarinha” teve de adaptar-se ao excelente jogo de transições rápidas do México na primeira metade da etapa inicial, na qual os “aztecas” surgiram com perigo junto da área de Alisson. Mas a verdade é que não enquadraram nenhum dos cinco disparos. Ao invés, o Brasil acertou marcações, começou a anular as investidas contrárias e chegou ao intervalo com 52% de posse e dez remates, três deles enquadrados. O melhor em campo nesta fase era Neymar, com um GoalPoint Rating de 6.5, fruto de três remates, dois deles enquadrados, e três passes para finalização.
  • O final do primeiro tempo já fazia antever golo do Brasil, mais cedo ou mais tarde, e este surgiu logo aos 51 minutos. Willian arrancou pela esquerda, cruzou tenso e Neymar surgiu na pequena área a encostar facilmente para o 1-0. Um tento que surgiu ao 13º remate brasileiro, terceiro no segundo tempo. Neymar marcava ao seu quarto disparo.
  • A superioridade brasileira era total. À passagem da hora de jogo, a equipa de Tite registava 54% de posse, só relativa ao segundo tempo, cinco remates, três enquadrados. O México mantinha-se a zeros no que toca à direcção dos remates à baliza, com oito, todos para fora. E só enquadrou o primeiro no jogo aos 61 minutos, por Carlos Vela.
  • Excelente jogo também de Willian. O extremo, que esteve na origem do golo de Neymar, registava um rating de 7.9 por volta dos 70 minutos, graças à assistência, a três passes para finalização e a sete dribles certos em nove tentativas, para além de que era o jogador com mais acções com bola, 63.
  • Nos instantes finais da partida o México equilibrou em temos de posse de bola, na tentativa de chegar ao golo do empate. Porém, esse era um crescimento que o Brasil consentia, embora a vantagem no marcador fosse aconselhasse a essa atitude nesta fase.
  • Só que o “escrete” aproveitou na perfeição o adiantamento contrário para fazer o 2-0. Aos 89 minutos, Fernandinho lançou Neymar na esquerda, este tentou colocar a bola ao segundo poste, Ochoa ainda tocou ligeiramente na bola, mas Roberto Firmino surgiu sem marcação a encostar para o golo.

O Homem do Jogo

Após o final do jogo, a crítica era praticamente unânime em relação ao jogo de Neymar. Nós também gostámos muito. Juramos que não é para contrariar, mas para nós, com base no GoalPoint Ratings, o melhor em campo foi mesmo Willian. Que grande jogo do jogador do Chelsea, ao contrário do que havia feito até ao momento do Mundial 2018. O extremo terminou com um rating de 7.9, apesar de não ter marcado qualquer golo. Não marcou, mas assistiu Neymar para o 1-0, rematou duas vezes, ambas enquadradas, fez três passes para finalização, registou 73 acções com bola (segundo valor mais alto) e teve sucesso em sete das nove tentativas de drible. Isto para não falar nas cavalgadas que protagonizou, criando desequilíbrios desconcertantes. Fundamental.

Jogadores em foco

  • Neymar 7.4 – A estrela da companhia brasileira esteve em muito bom plano. Para além do golo que marcou, fez sete remates, dos quais enquadrou quatro, e registou excelentes cinco passes para finalização. Nenhum deles deu em assistência, apesar da ideia que transpareceu no 2-0. Porquê? Simplesmente porque Guillermo Ochoa tocou levemente na bola, o suficiente para alterar a trajectória da mesma e fazê-la chegar a Firmino. Por este motivo, e por ter tido sucesso em apenas duas de sete tentativas de drible, Neymar falha o destaque de MVP.
  • Casemiro 7.3 – O “trinco” ex-FC Porto ainda não tinha aparecido ao seu melhor na Rússia, mas frente ao México esteve em grande nível. Para além de três passes para finalização, o médio do Real Madrid registou uma eficácia de passe de 90% e realizou seis desarmes.
  • Guillermo Ochoa 6.8 – O “abono de família” mexicano nos Mundiais voltou a aparecer. Perante os dez remates enquadrados do Brasil, o guarda-redes respondeu com oito defesas, algumas de grande dificuldade.
  • Carlos Vela 6.4 – Foi o que mais remou contra a maré brasileira. Vela realizou uma boa partida, conseguindo o único remate enquadrado da sua selecção. No final registou quatro passes para finalização e concluiu com êxito três de sete tentativas de drible.
  • Héctor Herrera 4.1 – O médio é um dos esteios do México, mas contra o Brasil esteve uns furos abaixo do habitual, cotando-se como o pior em campo. Sem passes para finalização, Herrera fez sete faltas, o máximo de um jogador neste Mundial.

Resumo

PARTILHAR

RESPONDER

Myanmar: Exército dispara munições reais contra manifestantes

O exército birmanês disparou este domingo contra vários manifestantes com munições reais em Bagan, a cidade histórica na área central de Myanmar, causando um ferido leve, segundo os organizadores do protesto. Milhares de birmaneses voltaram às …

Cientistas criam um "relógio" que mede a idade biológica

Dois cientistas do CECAD Cluster of Excellence in Aging Research desenvolveram um método que pode determinar a idade biológica de um organismo com uma precisão sem precedentes. Todos conhecemos a idade cronológica - a nossa idade …

"Das palavras aos atos". Marcelo com mais de 60% de mulheres na sua equipa no segundo mandato

O Presidente da República considerou este domingo que os passos dados para salvaguardar a igualdade de género em Portugal não são ainda suficientes e afirmou que quis passar "das palavras aos atos" com mais mulheres …

Governo dá 19,8 milhões às escolas para testes rápidos. Ensino privado também quer

O Conselho de Ministros aprovou, este domingo, uma resolução que permite às escolas e ao setor solidário efetuar despesa na realização de testes rápidos de antigénio à covid-19, num montante global de 19,8 milhões de …

Afinal, abandonar Montijo não obriga a indemnizar ANA (e há quem defenda opção Beja)

A alteração do local do novo aeroporto na sequência da avaliação ambiental estratégica não obriga ao pagamento de qualquer indemnização à ANA. De acordo com o esclarecimento do Ministério das Infraestruturas, uma eventual alteração do local …

Descoberta nova relação entre a biodiversidade dos animais e das florestas

Uma análise ao registo de imagens de 15 reservas de vida selvagem em florestas tropicais revelou uma relação até então desconhecida entre a biodiversidade de vários mamíferos e as florestas em que vivem. As florestas tropicais …

Pelo menos 17 mortos e 400 feridos em explosões na Guiné Equatorial

Pelo menos 17 pessoas morreram e outras 400 ficaram feridas após várias explosões registadas, este domingo, num quartel militar na cidade de Bata, na Guiné Equatorial, informaram as autoridades. De acordo com dados do Ministério da …

Marques Mendes antecipa desconfinamento a 15 de março. Creches e 1º ciclo são os primeiros a abrir

No seu habitual espaço de comentário na SIC, Luís Marques Mendes revelou, este domingo, que as creches, pré-escolar e 1º ciclo deverão abrir já a 15 de março. Segundo o comentador, o plano que vai ser …

Olivier Dassault, deputado bilionário francês, morre em acidente de helicóptero

O deputado francês Olivier Dassault, neto do fundador da Dassault Aviation, morreu este domingo, aos 69 anos, num acidente de helicóptero, no nordeste de França, avança a Agência France-Press (AFP). O acidente aconteceu este domingo perto …

Teoria ensinada na escola pode estar errada. Há um "núcleo mais interno" no centro da Terra

Uma equipa de investigadores da Universidade Nacional da Austrália confirmou, rastreando milhares de modelos numéricos, a existência do "núcleo mais interno" nas profundezas da Terra.  Na escola, os estudantes costumam aprender que o planeta Terra é …