Brasil reajusta salário mínimo que passa a ser de 227 euros a partir de fevereiro

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, e o ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciaram esta terça-feira um reajuste no valor do salário mínimo mensal de 1.039 reais (226 euros) para 1.045 reais (227 euros), a partir de fevereiro.

“Tivemos uma reunião tranquila, coordenada pelo Paulo Guedes. Tivemos uma inflação atípica em dezembro, não esperávamos que fosse tão alta assim. Foi, basicamente, do setor da carne e tínhamos de fazer com que o valor do salário mínimo fosse mantido. Então, este passa, via medida provisória, de 1.039 para 1.045 reais, a partir de 1 de fevereiro”, afirmou Jair Bolsonaro à imprensa.

Na manhã desta terça-feora, o chefe de Estado já tinha declarado a existência de espaço orçamental para aumentar o salário mínimo este ano e corrigir as perdas com a inflação de 4,48% registada em 2019.

O Governo brasileiro fixou o salário mínimo para 2020 no valor de 1.039 reais, o que representou um reajuste de 4,1% face ao salário mínimo pago em 2019 (998 reais, cerca de 217 euros), ou seja, abaixo da subida de preços registada no país.

Paulo Guedes afirmou, após o anúncio do reajuste, que os recursos para cobrir as despesas com este aumento devem ter origem numa receita extra de oito mil milhões de reais (1,7 mil milhões de euros) que o executivo brasileiro pretende anunciar nos próximos dias.

“Prefiro não falar da natureza do ganho, porque vai ser anunciado, possivelmente, em mais uma semana. Nós já vamos arrecadar mais oito mil milhões de reais, mas não é aumento de impostos, não é nada disso. São fontes que estamos a procurar, são oito mil milhões que vão aparecer, de forma que, esse aumento [do salário mínimo] (…) vai caber no Orçamento”, declarou o ministro da Economia.

No entanto, o governante esclareceu que, caso essa previsão de entrada de dinheiro extra não se concretize, há a possibilidade de recorrerem a “contingenciamentos” de verbas públicas. “Naturalmente, dependendo das coisas que estamos a estimar, se não acontecerem, pode haver um contingenciamento”, informou Guedes à imprensa.

O ministro estimou o impacto do novo aumento do salário mínimo em 2,3 mil milhões de reais (cerca de 500 milhões de euros) nos cofres públicos. O reajuste será feito através de uma nova Medida Provisória (MP), que necessita de ser aprovada pelo Congresso brasileiro em 120 dias para não perder a validade.

De acordo com Guedes, ao promover o aumento do mínimo para 1.045 reais, Jair Bolsonaro defendeu o que está escrito na Constituição brasileira, que é a necessidade de manutenção do poder de compra.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Nova universidade internacional de Soros pretende combater populismo e alterações climáticas

O filantropo multimilionário George Soros vai investir mil milhões de dólares (cerca de 904 milhões de euros) numa universidade internacional que terá como foco a oposição a governos autoritários e às alterações climáticas. Segundo avançou o …

"O índio está evoluindo e cada vez mais é um ser humano igual a nós", diz Bolsonaro

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse, durante um vídeo em direto em que comentava a criação do Conselho da Amazónia, que "o índio está evoluindo e cada vez mais é um ser humano igual …

Jorge Brito Pereira deixa de ser advogado de Isabel dos Santos

O advogado anunciou, esta sexta-feira, que saiu da sociedade de advogados Uría Menéndez Proença de Carvalho, suspendeu a atividade profissional e, como consequência, vai cessar "o patrocínio jurídico" à empresária angolana. "Face às informações publicadas nos …

621 milhões de euros. Ministra reconhece que redução do défice no SNS ficou aquém

A ministra da Saúde reconheceu, esta sexta-feira, que a redução do défice do SNS em 2019 para 621 milhões ficou aquém do que estava previsto, sublinhando o aumento dos custos com pessoal. A ministra da Saúde, …

Governo prevê descontos nas portagens no interior

A ministra da Coesão Territorial disse esta sexta-feira que o novo modelo de desconto das portagens para o interior do país prevê descontos para quem vive, para quem trabalha e para quem visita no …

Excesso de higiene está a tornar a nossa saúde mais frágil, aponta estudo

Um grupo de investigação do Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC) divulgou recentemente um estudo sobre a perda de diversidade da flora intestinal - também denominada como microbiota - e as consequências desta diminuição na nossa …

Tiroteio na Alemanha faz pelo menos seis mortos e vários feridos

Pelo menos seis pessoas morreram e várias ficaram feridas num tiroteio, esta sexta-feira, na cidade alemã de Rot am See. Um tiroteio, cujo presumível autor foi detido, fez hoje seis mortos e dois feridos graves em …

IKEA aumenta salário de entrada dos trabalhadores para 700 euros

A IKEA aumentou o salário de entrada para trabalhadores a tempo inteiro de 650 euros para 700 euros brutos mensais, acima do salário mínimo nacional (635 euros), anunciou hoje a cadeia de venda de mobiliário. Em …

Mortes nos Comandos. Recruta diz que colocaram um cateter em Hugo Abreu já depois de estar morto

Rodrigo Silvano, o último recruta no curso 127 de Comandos a sair da tenda de enfermaria onde morreu Hugo Abreu no primeiro dia da Prova Zero, relatou ao tribunal que viu o enfermeiro do INEM …

Rafa inegociável. Benfica só vende por 80 milhões de euros

Rafa é inegociável. O Benfica só deixar sair o extremo de 26 anos pelo valor da sua cláusula de rescisão, que está fixada nos 80 milhões de euros. A notícia é avançada esta sexta-feira pelo Correio …