Brasil pondera simplificar português. Está na “ora” de “aqecer” o “xá”?

 

Não são apenas os portugueses que se queixam do novo acordo ortográfico: do outro lado do oceano, os brasileiros também estão insatisfeitos com as novas regras de português e preferem a versão pre-AO. Mas há um grupo curioso, que engloba aqueles que consideram que o acordo deveria ter sido mais radical, tornando a Língua Portuguesa ainda mais simples.

Imagine que se decidia, simplesmente, eliminar a letra “h” do início das palavras – “oje” ou “omem”, como já acontece em “úmido” na ortografia brasileira. Porque é difícil explicar porque é que às vezes o “s” soa a “zebra”, passamos também a palavras como “cazamento”, “ezato” e “tezoura”.

Já agora, podemos também retirar o “u” depois do “q”, que nos deixaria palavras como “qeijo” ou “aqele”. O “ch”, tão chato, deixaria de existir, surgindo vocábulos como xá, xuva e xato – que, convenhamos, já são familiares para muitos dos utilizadores de chats na Internet.

A ideia de simplificar a língua nasce da dificuldade em ensinar Português: desde a primária até ao fim do secundário, os alunos ocupam as aulas com uma média de 400 horas a estudar ortografia.

Pelo menos é o que afirmam os promotores do Simplificando a Ortografia, uma iniciativa para tornar a língua mais prática e reduzir o tempo “desperdiçado” a ensinar a ortografia para cerca de 150 horas ao longo do ensino obrigatório, ganhando mais tempo nas aulas de Português para incentivar a “leitura, análise, compreensão, interpretação e criação de textos”, promovendo competências comunicativas.

“Oficializando”

Parece loucura? O congresso brasileiro acha que não.

Uma comissão técnica do Senado está a estudar novas mudanças ortográficas na Língua Portuguesa, reunindo o Centro de Estudos Linguísticos da Língua Portuguesa (CELLP), a Academia de Letras de Brasília (ALB) e o site Simplificando a Ortografia, e conta com nomes importantes como Ernani Pimentel, Pasquale Cipro Neto, o conhecido “Professor Pasquale”, e Everardo Leitão, especialista em redação de textos.

É claro que a ideia não passa despercebida e já há quem se oponha veementemente – uma das vozes mais sonantes é a do “guru” Evanildo Bechara, autor da Moderna Gramática Portuguesa e membro da Academia Brasileira de Letras (e, já agora, da Academia das Ciências de Lisboa e Honoris Causa pela Universidade de Coimbra).

O irónico é que a ideia surgiu justamente por causa do polémico novo Acordo Ortográfico, cuja aplicação também está a causar confusão no Brasil. “Não há um só professor de Português, uma única autoridade, um único cidadão capaz de dizer: eu entendo e sei aplicar as novas regras ortográficas”, afirma Ernani Pimentel, presidente do Centro de Estudos Linguísticos, esclarecendo as razões da controvérsia. “Aluno nenhum consegue aprender o que professor nenhum sabe ensinar”.

Se ainda acha que isto não passa de uma grande piada, verifique o site: simplificandoaortografia.com.

De acordo com o Senado brasileiro, as melhores propostas serão escolhidas no Seminário Internacional Linguístico-Ortográfico da Língua Portuguesa, em setembro, e postas à consideração dos governos dos países de expressão portuguesa – que terão cerca de um ano para decidir o que deve ser simplificado.

AF, ZAP

PARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

  1. Boa tarde
    Sou Português de Portugal, Porquê e para quê andar sempre a mudar a ortografia da língua Portuguesa, Assim sendo nunca haverá língua Portuguesa que seja entendida como tal, cada um opina do que não sabe. A língua Portuguesa é só uma, falada e escrita ao longo de muitas gerações, se os Brasileiros, Angolanos, Moçambicanos, Cabo Verdianos e S .Tomenses, entre outros quiserem falar outras línguas ou dialectos pois que falem ninguém os impede.
    Sejamos mais inteligentes: – O inglês é das línguas mais faladas no mundo, ainda não vi/ ouvi ninguém opinar sobre o inglês do Reino Unido, U.S.A. União Indiana entre muitos outros e cada um tem a sua maneira de se expressar e todos se entendem, são muitos milhões. ou será porque portugal é um país pequenino no seu território e grande na cultura que deixou ao mundo?!

    • Com certeza! Tudo simples e clarinho. Só que estamos rodeados por bandos de jumentos (sem ofensa para os ditos!), ainda por cima presunçosos – e que se arriscam, a acrescer, a serem vistos como instrumentos interessados em lobbies ligados aos interesses de editoras e similares…

  2. Que tristeza de políticos que tomaram conta deste deste país que em nome de uma ideologia apelidada de democracia, que só tem utilização prática para alguns, degradaram todos os valores que existiam; valores como a família, a honestidade, a honradez a seriedade e a palavra de honra passaram a ser estorvos para toda esta classe política que apenas conheçe os valores do “vale tudo” e das chorudas contas em Offshors, e agora para completar esta degradação de valores aceitaram o novo acordo ortográfico e não me espanta que voltem a aceitar uma nova remodelação deste acordo para acabarem de vez com a língua portuguesa para que passemos todos a escrever com verdadeiros analfabetos.
    Já só falta isso………

  3. Perceba bem que o título do texto insinua que esta seria uma proposta do Brasil – ou seja, do país, como um todo, não de indivíduos. Mau jornalismo, no mínimo. Num país de 200 milhões de habitantes, como o Brasil, encontra-se de tudo – principalmente em ano eleitoral, em que toda espécie de demagogia aparece. É equivocado e demagogia atribuir esse tipo de opinião ao país inteiro. Quem fala em nome do Brasil é o seu governo e, na esfera das língua, a Academia Brasileira de Letras e instituições da representativas da área acadêmica.

    • Caro André Bueno,
      Obrigado pelo seu reparo.
      Independentemente das ideias “inovadoras” do grupo de estudos do Professor Eduardo Pimentel, há uma comissão técnica do Senado a “estudar novas mudanças ortográficas na Língua Portuguesa”.
      Sem querer tomar a floresta pela árvore, entendemos adequado manter o uso lato de “Brasil” no título.

  4. Estou há muitos anos a viver noutro país europeu, embora venha frequentemente a Portugal. Lastimo, e tenho vontade de dizer umas palavras que normalmente não estão no dicionário, sobre quem fez o acordo ortográfico, pois não posso concordar que a lingua mãe, que existia antes das descobertas e colonizações do Brasil e países africanos pelos portugueses, esteja a adaptar-se á maneira de falar e escrever desses países que simplificaram grotescamente a bela lingua portuguesa. Já não sou novo e não conseguirei mudar nada mas enquanto viver tudo o q

  5. Totalmente de acordo com Manuel Santos. Eu também sou português de Portugal e continuo a escrever e a falar como me ensinaram. Não vejo utilidade em acordos ortográficos. Devemos fazer como os Ingleses. Eles têm o Inglês deles e os outros falantes que se adaptem ou criem as palavras ou grafias que entenderem. Porque razão havemos de ir atrás de quem tem preguiça em escrever ou aprender? Caramba somos a 4ª lingua mais falada no Mundo, por isso merecemos algum respeito.

  6. Os portugueses criaram um monstro.

    Os brasileiros, que são uns loucos, estão dispostos a fazer barbáries na língua também.

    Chá é de se beber, e Xá é o dignatário da Pérsia !

    Pelo amor de Jesus, não permitam que se destruam uma língua tão bonita !

    E olhem que eu sou brasileiro de São Paulo !

  7. mas que xaporra é esta ein?? estão faxendo com ui xeja um chinolamarquês ibèricu ou o quein hã!!???….
    se ja há livros com dialetos diferentes, e modos de falar em cada esquina, e até é buè da ficha, pois dizem os.as entendidos que faz bem aos neurònios e nos torna +++mais inteligentes, antã bora lá falarrr gestaly,brayle,e linguarês mundyaly, das cavernas neste novo mundo, ahahahaha eheheh iiiii buè da fiche, diria o adão e a eva e o caim e etcetcetcetce, mas na se matem uns aos outros.as que pareçe que é o que se está a ver-buè ja de paìses a se matarem uns.as aos .outros.as, caxaporra , parem mas é as guerras e discustam dentão o linguarajarmoderno mundial -talvez um espranto!!!???…. quem sabe néiiiiiiiiii, ou algo parecido, a torre de babel fica, e uma so internacional, cada país com o seu uso; todos.todas com sical ahahahahahha
    xorty marreca ou xera sorte maquxe??? iiiiiiiiiiiii.
    a.g.p.

RESPONDER

"Portugal em situação única no mundo". Peritos defendem o fim de todas as restrições (só há duas dúvidas)

Os especialistas responsáveis pela definição das medidas contra a pandemia de covid-19 vão defender, nesta quinta-feira, na reunião do Infarmed, o fim de todas as restrições obrigatórias, considerando que chegou o momento da "libertação total". …

Associação Mutualista Montepio com prejuízo consolidado de 86 milhões em 2020

A Associação Mutualista Montepio teve um prejuízo consolidado de 86 milhões de euros em 2020, após um lucro de nove milhões de euros em 2019, penalizado pelas perdas de 81 milhões de euros do Banco …

"Uma morte horrível". Suspeitas de erro clínico no caso de mulher atacada por bode

O Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) abriu um inquérito à morte de uma mulher de 81 anos que foi atacada por um bode. Há suspeitas de que houve um erro clínico, com uma alegada …

"Ontem estava fantástico, hoje arrasta os pés". Ex-secretária falou da saúde de Salgado após uma vida de trabalho

A saúde de Ricardo Salgado está a degradar-se e sente-se, sobretudo, ao nível da memória, contou a secretária do ex-banqueiro, Tereza Araújo, em tribunal no âmbito do julgamento do antigo presidente do Grupo Espírito Santo …

Com foco na sustentabilidade, Apple anuncia iPhone 13

Os fãs da Apple conheceram ontem as novidades da marca para a próxima temporada. O evento de terça-feira é a iniciativa anual mais importante para a tecnológica norte-americana. Foram apresentados novos iPhones. O evento ficou marcado …

Se Rangel arriscar (e estiver isolado), Pinto Luz poderá abdicar de uma eventual candidatura à liderança do PSD

A direção de Rui Rio avisou que "esta não é a altura para conjeturas nem debates internos", mas os bastidores continuam a agitar-se em torno da eventual sucessão do líder. "Tudo o que possa contribuir para …

Francisco Rodrigues dos Santos espera que autárquicas sejam o "momento de viragem do socialismo"

Francisco Rodrigues dos Santos, líder do CDS-PP, traça o objetivo para as eleições dos dia 26 de setembro: "conseguir mais autarcas eleitos do que em 2017". Em entrevista à Rádio Renascença, publicada esta quarta-feira, Francisco Rodrigues …

Audição "mostra o desespero do PSD". Eduardo Cabrita ouvido no parlamento sobre festejos do Sporting

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, responde esta quarta-feira no Parlamento a perguntas sobre os festejos do título do Sporting, pelos quais está a ser investigado. De acordo com o Observador, Eduardo Cabrita está esta …

De primeiro-ministro dos talibã a desaparecido. Ninguém sabe de Baradar após forte discussão com líder militar

Abdul Ghani Baradar passou de primeiro-ministro do governo talibã a desaparecido. O homem que é visto como o "diplomata" do grupo que tomou o poder no Afeganistão não é visto em público há vários dias …

Mexidas no IRS Jovem dão mais um mês de salário em cinco anos

O IRS Jovem vai ser aumentado para cinco anos. Ao longo desse período, os beneficiários vão poupar o equivalente a um mês de salário. O alargamento do IRS Jovem anunciado por António Costa, aumentando de três …