Brasil-Argentina suspenso. Jogo foi interrompido para deportar quatro jogadores

Sebastião Moreira / EPA

O jogo entre Brasil e Argentina foi interrompido pela autoridade de saúde brasileira. Em causa estavam quatro jogadores argentinos que deveriam ter cumprido quarentena.

Decorria o 5.º minuto do jogo entre Brasil e Argentina quando a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária do Brasil), juntamente com a Polícia Federal, interromperam a partida.

Em causa estavam quatro jogadores argentinos que violaram as regras de saúde por conta da pandemia de covid-19. Emiliano Martínez, Giovani Lo Celso, Cristian Romero e Emiliano Buendía terão violado as regras sanitárias ao darem informações falsas para entrar no país.

Os futebolistas em questão deviam ter cumprido um período de quarentena depois de terem estado no Reino Unido há menos de 14 dias, mesmo que tenham viajado da Venezuela. Ao que parece, os jogadores não revelaram esta situação na hora de preencher o formulário, o que lhes permitiu entrar no Brasil sem cumprir a quarentena obrigatória.

Depois de elementos da autoridade de saúde brasileira terem interrompido o jogo, a partida acabou mesmo por ser suspensa.

Mais tarde, a Federação Argentina (AFA) expressou “desconforto”, uma vez que a comitiva estava no Brasil desde dia 3 de setembro.

“Assim como a CBF, a AFA ficou surpreendida com a atuação da Anvisa assim que o jogo foi iniciado”, lê-se no comunicado da federação. “O futebol não deve passar por esses tipos de episódios que prejudicam o espírito desportivo de uma competição tão importante”.

“O árbitro e o comissário de jogo vão apresentar um relatório ao Comité Disciplinar da FIFA, que determinará os passos a seguir. Esses procedimentos obedecem estritamente aos regulamentos atuais”, lê-se, por sua vez, no comunicado da CONMEBOL.

Num momento caricato já após a suspensão do encontro, o capitão argentino Leo Messi regressou ao campo, disfarçado de fotojornalista, para criticar a decisão tomada.

“Há três dias que estamos cá e esperaram que o jogo começasse para nos dizer que não podíamos jogar?”, questionou o avançado do Paris Saint-Germain. “Todo o mundo está a ver-nos”.

Em declarações à Globo Esporte, Ednaldo Rodrigues, presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), também criticou a ação da Anvisa.

“A Anvisa excedeu os limites do bom senso. Poderia ter evitado tudo isto. Todos apanharam um susto. Este episódio é lamentável. O Brasil-Argentina desperta interesse em todo o mundo. Há três dias que a Anvisa já estava a acompanhar a seleção argentina. Causou-nos estranheza a Anvisa só agir depois de o jogo ter começado”, começou por dizer o presidente da CBF, citado pelo jornal A BOLA.

“Em momento algum a CBF participou, através de quem quer que seja, para retirar atletas à equipa da Argentina. Muito pelo contrário. A CBF respeita as normas sanitárias, mas esta situação é entre a CONMEBOL e a Anvisa. Ainda antes da partida começar, o delegado disse que havia autorização para jogar e só depois serem deportados. Mas depois, por um motivo que desconhecemos, mudaram de ideias”, acrescentou.

  Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cogumelos laminados

O consumo de cogumelos pode diminuir o risco de depressão

Além de reduzirem o risco de cancro e morte prematura, os cogumelos podem beneficiar a saúde mental de uma pessoa. Uma equipa de investigadores da Faculdade de Medicina de Penn State, nos Estados Unidos, analisou dados …

Os hipopótamos de Pablo Escobar começaram a ser esterilizados

O grupo de hipopótamos, mais uma parte do indesejado legado deixado na Colômbia pelo traficante de droga Pablo Escobar, está a ser esterilizado. Quando o Cartel de Medellín estava no seu auge, Pablo Escobar gastou parte …

Ian Brackenbury Channell, o "feiticeiro de Christchurch"

Duas décadas depois, uma cidade neozelandesa decidiu despedir o seu feiticeiro

Vinte e três anos depois, a autarquia de Christchurch, na Nova Zelândia, decidiu despedir Ian Brackenbury Channell, o famoso feiticeiro da cidade. Desde 1998 que Ian Brackenbury Channell era o "feiticeiro de Christchurch", sendo responsável por …

Um dos microscópios de Darwin vai a leilão. Esteve nas mãos da sua família durante quase 200 anos

Um microscópio que Charles Darwin ofereceu ao filho Leonard - e que esteve nas mãos da sua família ao longo de quase 200 anos - vai ser leiloado em dezembro e poderá valer cerca de …

Pedro Sánchez promete abolir a prostituição em Espanha, por considerar que esta "escraviza" as mulheres

Espanha é um dos países europeus com mais trabalhadoras na indústria do sexo, as quais são sobretudo originárias de países da Europa mais pobres, da América Latina e de África. O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez anunciou …

"Um milagre". Dois jovens sobreviveram quase uma semana no deserto australiano

Dois jovens, de 14 e 21 anos, sobreviveram durante quase uma semana no deserto, sem água e sem comida, depois de se terem perdido no Território do Norte, na Austrália. A polícia fala num verdadeiro …

Carlos Moedas

Moedas vai "dar tudo como presidente" e exige que seja respeitada a legitimidade do seu mandato

Carlos Moedas tomou posse, esta segunda-feira, como novo presidente da Câmara de Lisboa, tendo falado dos objetivos para o próximo quadriénio e deixado um elogio ao seu antecessor e alguns avisos à esquerda. Depois dos cumprimentos …

Chanceler austríaco Sebastian Kurz

Sondagens falsas e notícias favoráveis. O lado negro de Sebastian Kurz foi desmascarado

Sebastian Kurz e pessoas que lhe são próximas foram acusados de tentar garantir a sua ascensão à liderança do partido e do país com a ajuda de sondagens manipuladas e notícias favoráveis na imprensa, financiadas …

Tem uma carreira de sonho na Nike, mas cometeu um homicídio há 65 anos

O presidente da Jordan Brand, Larry Miller, revelou que, há 56 anos, matou um adolescente nas ruas de Filadélfia, nos Estados Unidos. O presidente da Jordan Brand — marca do ex-jogador de basquetebol Michael Jordan — …

Rio diz que decisão sobre eventual recandidatura está "quase tomada"

O presidente do PSD afirmou, esta segunda-feira, que a decisão sobre a sua eventual recandidatura está "quase tomada" e será anunciada em breve. Em declarações aos jornalistas à chegada à tomada de posse do novo presidente …