Braga 4-2 Ludogorets | Minhotos implacáveis lideram grupo

Hugo Delgado / Lusa

O Sporting de Braga é o novo líder do Grupo F da Liga Europa. A formação minhota recebeu os búlgaros do Ludogorets e voltou a vencer, desta feita por 4-2, numa demonstração de poder ofensivo, mas também de alguma fragilidade defensiva, pois os visitantes marcaram dois golos em apenas sete remates, contra 26 dos portugueses.

Os “guerreiros” aproveitaram a derrota do Crvena Zvezda (Estrela Vermelha de Belgrado) em casa com o Midtjylland, por 1-0, para saltarem para primeiro, com dois pontos de vantagem. Ricardo Horta foi a estrela, com três assistências.

A superioridade portuguesa começou desde cedo e foi mais evidente no primeiro tempo, no qual tiveram mais bola, remataram 14 vezes contra uma e marcaram três golos (mas também sofreram um…). Extraordinário Ricardo Horta, a realizar três assistências nesta fase, e a verdade é que os “guerreiros” até poderiam ter atingido uma vantagem maior.

Os búlgaros reagiram no segundo tempo, tiveram mais bola e foram mais perigosos, mas o melhor que conseguiram fazer foi marcar mais um golo, numa altura em que já perdiam por 4-1. Só mesmo no passe e, em última instância, na posse de bola é que os visitantes conseguiram dar um ar da sua graça, porque no ataque o Braga foi muito superior, algo que se constata não só pela diferença no número de remates e de enquadrados (11!), bem como de acções com bola na área adversária (35 contra sete).

Destaques do Braga

Ricardo Horta 8.3 – Estupenda a “performance” do criativo português. Só na primeira parte fez três assistências, terminando o jogo com quatro remates, três na direcção da baliza, quatro passes para finalização e oito passes ofensivos valiosos.

Iuri Medeiros 7.7 – Um autêntico pesadelo para a defesa búlgara. Iuri fez um golo, foi o mais rematador da partida, com cinco disparos, três enquadrados, e realizou quatro passes para finalização.

Resumo

  // GoalPoint

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.