Benfica vs Fenerbahçe | Curto para tanto domínio

Tiago Petinga / Lusa

O Benfica vai para a segunda mão da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões, na Turquia, com uma vantagem de 1-0, conseguida no Estádio da Luz ante o Fenerbahçe.

Um golo de Franco Cervi no segundo tempo foi o suficiente para uma “água” que dominou por completo o seu adversário, em especial no segundo tempo, e justificou um resultado mais dilatado. Vale o facto de não ter sofrido qualquer golo.

O Jogo explicado em Números

  • Arranque de partida com o Benfica a tentar assumir o jogo, e a consegui-lo, com 64% de posse de bola nos primeiros dez minutos, 84% de eficácia de passe e o único remate do jogo, desenquadrado. Os turcos apostavam claramente nas transições rápidas.
  • Muitas dificuldades para Benfica (e também para Fenerbahçe) no momento de alvejar a baliza. Aos 20 minutos ainda não havia qualquer remate enquadrado. Aliás, o único disparo era ainda o de Gedson Fernandes, logo aos dois minutos. Fejsa, com a totalidade dos 15 passes certos, mais dois desarmes e duas intercepções, ia-se destacando dos demais.
  • Pouco mudou até à meia-hora, com o Benfica a ter muita bola (64% de posse), qualidade no passe (88% de eficácia), mas precipitação no remate (três disparos, todos desenquadrados), face ao acerto defensivo dos turcos.
  • O Benfica terminou a primeira parte a pressionar, com Martin Škrtel a destacar-se pelos alívios que ia fazendo (cinco por volta dos 40 minutos). As “águias” chegaram a esta fase sem qualquer remate enquadrado, pecúlio fraco para quem precisava de marcar, resultado de alguma precipitação ofensiva.
  • Primeira parte com bem mais Benfica, mas um domínio de certa forma consentido pelo Fenerbahçe, apostado em contra-atacar com velocidade e a pressionar bastante o portador da bola da formação portuguesa.
  • Os “encarnados” tiveram mais bola nesta fase, mais remates, mas apenas enquadraram um de sete tentativas de alvejar a baliza de Volkan Demirel, o mesmo que os turcos conseguiram em somente dois disparos.
  • O melhor da etapa inicial foi Álex Grimaldo. O lateral benfiquista registava ao descanso um GoalPoint Rating de 6.4, graças a uma ocasião flagrante criada, 42 passes certos em 44, dois desarmes e outras tantas intercepções.
  • Excelente reentrada do Benfica no reatamento. Uma atitude mais efectiva, mais intensidade e velocidade garantiram às “águias” quatro remates, dois deles enquadrados, nos primeiros 15 minutos do segundo tempo, para além de 66% de posse de bola e 90% de eficácia de passe. Nesta fase, o Benfica registou três cantos, contra dois em toda a etapa inicial.
  • A insistência ofensiva acabaria por dar frutos aos 69 minutos. Em mais uma jogada de ataque do Benfica, a bola chegou a Franco Cervi que rematou forte e cruzado para o 1-0. Um golo que surgiu ao 14º remate da equipa lusa, o sétimo na segunda parte, o quarto enquadrado no total. Nesta fase os “encarnados” registavam 37 bolas colocadas na área turca, contra dez dos visitantes.
  • Aos 80 minutos não existira ainda Fenerbahçe na segunda parte: nenhum remate e apenas 38% de posse de bola e muitas dificuldades defensivas eram a marca da equipa turca na etapa complementar. Após o golo, contudo, o Benfica perdeu um pouco de capacidade física, o que se ressentiu no menor número de lances de ataque com perigo.
  • Ainda assim, a entrada de Nicolás Castillo deu outra capacidade à equipa na grande área contrária, mais do que Facundo Ferreyra. O Fenerbahçe fez o primeiro remate na segunda parte apenas no período de descontos, altura em que o Benfica já justificava mais do que a vantagem mínima.
  • Ainda assim, uma vantagem é sempre importante, ainda para mais sem golos sofridos. Tudo graças a uma superioridade evidente por parte dos “encarnados”, em posse de bola, remates e na maioria das principais vertentes de jogo.

O Homem do Jogo

O Benfica dominou, atacou muito e teve num defesa um dos principais catalisadores dos lances ofensivos. Álex Grimaldo já havia sido o melhor no primeiro tempo e manteve a bitola, sendo o melhor jogador da partida com o Fenerbahçe.

O espanhol terminou com um GoalPoint Rating de 7.0, fruto de quatro passes para finalização, uma ocasião flagrante convertida, 93% de eficácia de passe, 111 acções com bola (máximo do jogo) e seis desarmes. Excelente exibição.

Jogadores em foco

  • André Almeida 6.8 – E o segundo melhor em campo foi o outro lateral benfiquista. Almeida esteve muito activo também a atacar, somando dois remates, três passes para finalização e 91 acções com bola. E nem precisou de fazer mais do que sete acções defensivas.
  • Volkan Demirel 6.7 – O melhor dos turcos foi o seu guarda-redes. Completamente encostados à sua retaguarda, os visitantes tiveram de confiar no seu guardião, que somou cinco defesas e duas saídas pelo ar eficazes.
  • Franco Cervi 6.6 – O marcador do golo do Benfica. O argentino demorou a assentar o seu jogo, mas conseguiu, ainda assim, somar dois passes para finalização, sete cruzamentos (um eficaz) e realizar dois remates.
  • Ljubomir Fejsa 6.5 – O sérvio começou o jogo por definir a consistência defensiva benfiquista e terminou como um dos melhores da “águia”, com 94% de eficácia de passe, cinco recuperações de posse e outras tantas intercepções.
  • Martin Škrtel 6.5 – O defesa-central do Fenerbahçe foi um dos responsáveis pelo resultado magro do Benfica, registando impressionantes 21 acções defensivas, entre elas 15 alívios. Tudo o que parecia perigoso, bola para “a bancada”.

Resumo

PARTILHAR

RESPONDER

Arquitetura óssea pode inspirar asas de aeronaves mais fortes

Uma nova descoberta na estrutura interna do osso pode levar a um melhor tratamento da osteoporose e a componentes de aeronaves mais duráveis. A densidade tem sido a referência para medir a força óssea. No entanto, …

Até as estrelas têm auroras (e já as podemos ver)

Uma equipa internacional de astrónomos observou sinais de rádio estranhos vindos de uma anã vermelha. Estas ondas bizarras estavam a ser produzidas pela interação com um exoplaneta que orbitava a estrela, criando uma aurora. Apesar de …

Tiroteios em dois bares fazem oito mortos na Alemanha

Pelo menos oito pessoas morreram hoje em dois tiroteios em dois bares na cidade alemã de Hanau, no centro do país, indicou a polícia local, sem precisar o número. O primeiro tiroteio ocorreu num bar de …

Descobertos sarcófago e altar dedicado ao fundador de Roma do século VI a.C.

Os dois objetos foram descobertos numa área subterrânea perto da Cúria, foi anunciado esta terça-feira. Um sarcófago considerado "excecional" e um altar do século VI a.C., que poderá ter sido dedicado a Rómulo, fundador de Roma, …

40 anos depois, cientistas identificam falha fundamental na eficiência dos painéis solares

Os painéis solares são uma das invenções mais impressionantes, mas é emergente descobrir como torná-los ainda mais eficientes. Recentemente, uma equipa de cientistas resolveu um mistério de 40 anos em torno de um dos principais …

SIC vai lançar serviço de streaming e canal de e-sports este ano

A SIC vai avançar para uma plataforma de streaming ainda em 2020. A "Netflix à portuguesa" ainda não tem nome, mas tem como objetivo "encontrar mais e novas audiências". Em entrevista ao jornal Público, o CEO …

Dagmar Turner tocou violino enquanto lhe era removido um tumor do cérebro

Uma paciente do King's College Hospital, no Reino Unido, tocou violino enquanto os médicos lhe removiam um tumor do cérebro. Desta forma, foi possível preservar a sua capacidade de tocar e a sua paixão de 40 …

"Não é aceitável". Tribunal de Contas refuta acusações de Manuel Heitor

O Tribunal de Contas (TdC) refutou as acusações do ministro do Ensino Superior sobre a auditoria ao modelo de financiamento do setor, considerando-as inaceitáveis e infundadas. "O tribunal tem o máximo respeito pela opinião dos auditados, …

"Lava que se farta". Isabel dos Santos recorre da absolvição de Ana Gomes

A empresária angolana recorreu para o Tribunal da Relação de Lisboa por causa das publicações no Twitter nas quais a antiga eurodeputada acusa a empresária, por exemplo, de "lavar que se farta". Em janeiro, o Tribunal …

Ministro considera "inaceitável" que TAP pague prémios em ano de prejuízos

O ministro das Infraestruturas e da Habitação considerou "inaceitável" que a TAP, empresa que "tem 100 milhões de euros de prejuízos" em 2019, atribua prémios a uma minoria de trabalhadores. "É uma falta de respeito para …