Benfica vs Chaves | Jonas lidera águia implacável

O Benfica venceu o D. Chaves por 3-0, no Estádio da Luz, graças a uma exibição convincente, em especial na primeira parte, na qual criou as melhores oportunidades e fez dois golos.

O destaque vai todo para Jonas, que bisou e chegou aos 23 golos na Liga NOS, mas também para Krovinovic, pela exibição e pela lesão no final da partida. Isto num jogo que bateu o recorde de acções individuais com bola, 1457 – o segundo foi o Tondela-Benfica, com 1384. As “águias” estão agora a um ponto do segundo lugar.

O Jogo explicado em Números

  • Início de jogo intenso e aberto, com algum equilíbrio, apesar de ligeiro domínio benfiquista nos primeiros dez minutos (54% de posse). Os “encarnados” registavam dois remates nesta fase, mas apenas um enquadrado, enquanto o Chaves apresentava uma tentativa, sem a melhor direcção.
  • Contudo, o Benfica foi aumentando a pressão e, numa jogada confusa de insistência, com vários ressaltos, aos 13 minutos, Jonas recolheu à entrada da área um passe de Krovinovic e rematou com potência e colocação para o 1-0. Um tento que surgiu ao quarto disparo benfiquista, segundo enquadrado. Jonas estava endiabrado.
  • Ao 19º minuto, o braseiro bisou, com um remate de primeira no coração da área, após um cruzamento atrasado de Salvio. Uns primeiros 20 minutos demolidores dos “encarnados”, que nesta fase chegava aos 61% de posse de bola, cinco disparos, três enquadrados e dois golos.
  • O Chaves chegou à meia-hora com 37% de posse de bola, não um valor demasiado baixo, mas não conseguia aproximar-se com perigo junto à baliza de Bruno Varela – apenas um disparo, e sem a melhor direcção e nenhum pontapé de canto. Uma palavra, porém, para uma razoável qualidade de passe, com 76% de eficácia.
  • Bom jogo de Salvio, a dinamizar o flanco direito como há muito não se via. O argentino chegou aos 40 minutos com seis tentativas de drible, duas eficazes, uma assistência em dois passes para finalização e um rating de 6.0.
  • Vantagem justa do Benfica na etapa inicial, fruto de 25 minutos em alta rotação da equipa de Rui Vitória, que marcou dois golos por Jonas e ameaçou fazer ainda mais.
  • No descanso os números mostravam uma “águia” dominadora, com 62% de posse, dez remates, cinco deles enquadrados, cinco cantos e 90% de eficácia de passe.
  • O melhor em campo era, naturalmente, Jonas, com um GoalPoint Rating de 7.0. O brasileiro marcou dois golos, um deles com um grande remate de fora da área, e enquadrou os seus quatro disparos.
  • Reentrada perfeita do Benfica, que chegou ao 3-0 aos 47 minutos, através de Pizzi. O médio rematou à entrada da área e António Filipe não conseguiu travar a bola. Este foi o quarto golo de Pizzi na prova, no primeiro disparo do segundo tempo.
  • O golo do brigantino como que “matou” qualquer reacção flaviense no arranque do segundo tempo. Por isso mesmo, e devido à pressão realizada logo na primeira fase de construção dos visitantes, os “encarnados” mantinham uma boa percentagem de posse de bola (62%), e dois remates, ambos enquadrados. O Chaves fez três nestes primeiros 15 minutos da etapa complementar, mas todos sem a melhor direcção.
  • A turma flaviense conseguiu o seu primeiro canto aos 69 minutos, mas nesta altura, e desde o descanso, os transmontanos registavam apreciáveis 84% de posse de bola, numa média de 79% em toda a partida.
  • Grande parte da força do Benfica nesta partida assentou em dois jogadores, Fejsa e Krovinovic. Os dois médios registavam, aos 80 minutos, 94% de eficácia de passe – o sérvio acertou 67 de 70 entregas, o croata 66 de 69. Fejsa somava, nesta altura, nove recuperações de posse e Krovinovic oito, com o primeiro a somar ainda seis desarmes.
  • Nos derradeiros minutos, o jogo caiu substancialmente de ritmo. O Benfica acabaria com 60% de posse de bola (58% no segundo tempo), 15 remates, oito deles enquadrados, perante um Chaves que chegou aos oito disparos, mas nenhum na direcção da baliza de Bruno Varela.

O Homem do Jogo

Jonas não dá margem de manobra na altura de escolher o melhor em campo neste jogo. O brasileiro bisou nos primeiros 19 minutos, numa exibição portentosa na primeira parte, durante a qual enquadrou a totalidade dos seus quatro remates. No segundo tempo não alvejou a baliza contrária, mas terminou o jogo com três passes para finalização e com um GoalPoint Rating de 7.9.

https://twitter.com/_Goalpoint/status/954806302043230208

Jogadores em foco

  • Ljubomir Fejsa 7.2 – Grande jogo do “trinco” benfiquista. O sérvio foi um esteio autêntico, permitindo à equipa subir e pressionar bem à frente no terreno. O médio terminou o jogo com impressionantes 95% de posse de bola (75 certos em 79), fez o seu primeiro remate neste campeonato, criou uma ocasião flagrante e registou 11 recuperações de posse e sete desarmes.
  • Filip Krovinovic 6.9 – O croata é um jogador cada vez mais importante para o Benfica, pelo que a lesão que sofreu perto do fim deixou em suspenso o Estádio da Luz. O médio esteve em todo o lado, registando uma assistência em quatro passes para finalização, 94% de eficácia de passe (68 certos em 72) e ainda oito recuperações de posse. Não tivesse desperdiçado uma ocasião flagrante e teria fico ainda mais próximo de Jonas.
  • Pizzi 6.7 – Bom jogo do médio português, autor de um golo, o terceiro. Pizzi terminou com elevados 91% de eficácia de passe e foi quem mais acções com bola somou, 117. Esteve em todo o lado.
  • Eduardo Salvio 6.3 – O argentino fez um belo jogo. É certo que apenas teve sucesso em dois dos oito dribles que tentou, mas fez dois passes para finalização e registou mesmo uma assistência, para o 2-0.
  • Djavan 6.4 – O lateral-esquerdo foi o melhor dos flavienses. O brasileiro fez dois passes para finalização e registou 12 acções defensivas, cinco das quais desarmes.

Resumo

PARTILHAR

RESPONDER

E Tudo o Vento Levou… há 80 anos

E Tudo o Vento Levou celebra este domingo 80 anos de vida, marcando a data da sua estreia nos Estados Unidos. Oito décadas depois, o filme mantém-se como uma das maiores obras primas do cinema …

O problema impossível mais simples do mundo está a levar matemáticos à loucura

Matemáticos avisam os seus colegas para se manterem longe da conjetura de Collatz. No entanto, Terence Tao decidiu arriscar, e está muito perto de resolver aquele que muitos chamam de o problema impossível mais simples …

Soldados da Guerra Civil dos EUA pintavam o cabelo para ficar melhor nas fotografias

Investigadores encontraram evidências que indicam que soldados da Guerra Civil norte-americana pintavam o cabelo para ficar melhor nas fotografias. Escavações em Camp Nelson, no Kentucky, revelaram restos de um estúdio de fotografia com 150 anos, o …

Chuva, vento forte e neve. Mau tempo vai agravar-se nas próximas 48 horas

A Proteção Civil alertou este domingo para um agravamento do estado do tempo nas próximas 48 horas, com períodos de chuva, possibilidade da queda de neve nas terras alta do norte e centro e ainda …

Descoberta nova espécie de aranha-violinista no Vale do México

Cientistas identificaram, no México, uma nova espécie de aranha com um veneno que, apesar de não ser fatal, é capaz de causar necrose na pele humana. Uma equipa de cientistas da Universidade Nacional Autónoma do México …

Já sabemos sobre o que conversam os orangotangos

Um novo estudo da Universidade de Exeter, em Inglaterra, desvendou a linguagem secreta dos orangotangos, descobrindo o que significam 11 sinais vocais e 21 gestos. Os investigadores passaram dois anos a filmar mais de 600 horas …

COP25 aprovou conclusões. Não há acordo para regulação dos mercados de carbono

A cimeira da ONU sobre o clima terminou hoje em Madrid assinalando a urgência para conter as alterações climáticas, mas a mais longa cimeira sobre o clima de sempre sem chegar a acordo nos pontos …

Afinal, os deuses da Antiguidade eram às cores (e já as podemos ver)

https://vimeo.com/379277357 Nos nossos livros da escola e em museus de todo o mundo, as obras de arte da antiga Grécia e Roma não têm cores: são simples, puro e branco mármore. Mas será este apenas um mito? …

A sede do petróleo está a levar os povos indígenas do Equador à extinção

Os povos indígenas do Equador estão sob ameaça dos interesses do território em que habitam. Quase metade das reservas equatorianas de petróleo estão debaixo do Parque Nacional Yasuní. Os interesses dos políticos e dos grandes magnatas …

"Lesmas-leopardo" acasalam da forma mais espantosamente bizarra (e ninguém sabe porquê)

As "lesmas-leopardo" têm talvez o acasalamento mais intrigante e espantoso de todo o reino animal. Os biólogos ainda não conseguiram decifrar porque razão estes moluscos acasalam desta forma. Na escuridão da noite, duas grandes "lesmas-leopardo" começam …