Benfica vs Chaves | Jonas lidera águia implacável

O Benfica venceu o D. Chaves por 3-0, no Estádio da Luz, graças a uma exibição convincente, em especial na primeira parte, na qual criou as melhores oportunidades e fez dois golos.

O destaque vai todo para Jonas, que bisou e chegou aos 23 golos na Liga NOS, mas também para Krovinovic, pela exibição e pela lesão no final da partida. Isto num jogo que bateu o recorde de acções individuais com bola, 1457 – o segundo foi o Tondela-Benfica, com 1384. As “águias” estão agora a um ponto do segundo lugar.

O Jogo explicado em Números

  • Início de jogo intenso e aberto, com algum equilíbrio, apesar de ligeiro domínio benfiquista nos primeiros dez minutos (54% de posse). Os “encarnados” registavam dois remates nesta fase, mas apenas um enquadrado, enquanto o Chaves apresentava uma tentativa, sem a melhor direcção.
  • Contudo, o Benfica foi aumentando a pressão e, numa jogada confusa de insistência, com vários ressaltos, aos 13 minutos, Jonas recolheu à entrada da área um passe de Krovinovic e rematou com potência e colocação para o 1-0. Um tento que surgiu ao quarto disparo benfiquista, segundo enquadrado. Jonas estava endiabrado.
  • Ao 19º minuto, o braseiro bisou, com um remate de primeira no coração da área, após um cruzamento atrasado de Salvio. Uns primeiros 20 minutos demolidores dos “encarnados”, que nesta fase chegava aos 61% de posse de bola, cinco disparos, três enquadrados e dois golos.
  • O Chaves chegou à meia-hora com 37% de posse de bola, não um valor demasiado baixo, mas não conseguia aproximar-se com perigo junto à baliza de Bruno Varela – apenas um disparo, e sem a melhor direcção e nenhum pontapé de canto. Uma palavra, porém, para uma razoável qualidade de passe, com 76% de eficácia.
  • Bom jogo de Salvio, a dinamizar o flanco direito como há muito não se via. O argentino chegou aos 40 minutos com seis tentativas de drible, duas eficazes, uma assistência em dois passes para finalização e um rating de 6.0.
  • Vantagem justa do Benfica na etapa inicial, fruto de 25 minutos em alta rotação da equipa de Rui Vitória, que marcou dois golos por Jonas e ameaçou fazer ainda mais.
  • No descanso os números mostravam uma “águia” dominadora, com 62% de posse, dez remates, cinco deles enquadrados, cinco cantos e 90% de eficácia de passe.
  • O melhor em campo era, naturalmente, Jonas, com um GoalPoint Rating de 7.0. O brasileiro marcou dois golos, um deles com um grande remate de fora da área, e enquadrou os seus quatro disparos.
  • Reentrada perfeita do Benfica, que chegou ao 3-0 aos 47 minutos, através de Pizzi. O médio rematou à entrada da área e António Filipe não conseguiu travar a bola. Este foi o quarto golo de Pizzi na prova, no primeiro disparo do segundo tempo.
  • O golo do brigantino como que “matou” qualquer reacção flaviense no arranque do segundo tempo. Por isso mesmo, e devido à pressão realizada logo na primeira fase de construção dos visitantes, os “encarnados” mantinham uma boa percentagem de posse de bola (62%), e dois remates, ambos enquadrados. O Chaves fez três nestes primeiros 15 minutos da etapa complementar, mas todos sem a melhor direcção.
  • A turma flaviense conseguiu o seu primeiro canto aos 69 minutos, mas nesta altura, e desde o descanso, os transmontanos registavam apreciáveis 84% de posse de bola, numa média de 79% em toda a partida.
  • Grande parte da força do Benfica nesta partida assentou em dois jogadores, Fejsa e Krovinovic. Os dois médios registavam, aos 80 minutos, 94% de eficácia de passe – o sérvio acertou 67 de 70 entregas, o croata 66 de 69. Fejsa somava, nesta altura, nove recuperações de posse e Krovinovic oito, com o primeiro a somar ainda seis desarmes.
  • Nos derradeiros minutos, o jogo caiu substancialmente de ritmo. O Benfica acabaria com 60% de posse de bola (58% no segundo tempo), 15 remates, oito deles enquadrados, perante um Chaves que chegou aos oito disparos, mas nenhum na direcção da baliza de Bruno Varela.

O Homem do Jogo

Jonas não dá margem de manobra na altura de escolher o melhor em campo neste jogo. O brasileiro bisou nos primeiros 19 minutos, numa exibição portentosa na primeira parte, durante a qual enquadrou a totalidade dos seus quatro remates. No segundo tempo não alvejou a baliza contrária, mas terminou o jogo com três passes para finalização e com um GoalPoint Rating de 7.9.

https://twitter.com/_Goalpoint/status/954806302043230208

Jogadores em foco

  • Ljubomir Fejsa 7.2 – Grande jogo do “trinco” benfiquista. O sérvio foi um esteio autêntico, permitindo à equipa subir e pressionar bem à frente no terreno. O médio terminou o jogo com impressionantes 95% de posse de bola (75 certos em 79), fez o seu primeiro remate neste campeonato, criou uma ocasião flagrante e registou 11 recuperações de posse e sete desarmes.
  • Filip Krovinovic 6.9 – O croata é um jogador cada vez mais importante para o Benfica, pelo que a lesão que sofreu perto do fim deixou em suspenso o Estádio da Luz. O médio esteve em todo o lado, registando uma assistência em quatro passes para finalização, 94% de eficácia de passe (68 certos em 72) e ainda oito recuperações de posse. Não tivesse desperdiçado uma ocasião flagrante e teria fico ainda mais próximo de Jonas.
  • Pizzi 6.7 – Bom jogo do médio português, autor de um golo, o terceiro. Pizzi terminou com elevados 91% de eficácia de passe e foi quem mais acções com bola somou, 117. Esteve em todo o lado.
  • Eduardo Salvio 6.3 – O argentino fez um belo jogo. É certo que apenas teve sucesso em dois dos oito dribles que tentou, mas fez dois passes para finalização e registou mesmo uma assistência, para o 2-0.
  • Djavan 6.4 – O lateral-esquerdo foi o melhor dos flavienses. O brasileiro fez dois passes para finalização e registou 12 acções defensivas, cinco das quais desarmes.

Resumo

PARTILHAR

RESPONDER

A Evolução mostra que podemos ser a única forma de vida inteligente no Universo

As reduzidas probabilidades que acompanham a nossa evolução ao longo da história podem ser uma pista que talvez sejamos a única forma de vida inteligente no Universo. Será que estamos sozinhos no Universo? Tudo se resume …

A China está a usar a educação como arma para controlar o Tibete

A China quer obrigar crianças tibetanas a abandonarem as escolas da região e mudarem-se para escolas chinesas. O objetivo, segundo uma especialista, é "tirar o tibetano da criança". A batalha geopolítica entre a China e o …

Revelada explosão violenta no coração de um sistema que alberga um buraco negro

Uma equipa de astrónomos, liderada pela Universidade de Southampton, usou câmaras de última geração para criar um filme com alta taxa de quadros de um sistema com um buraco negro em crescimento e a um …

"É altura de dizer basta". Sporting corta com as claques

O Sporting rescindiu “com efeitos imediatos” os protocolos que celebrou em 31 de julho com a Associação Juventude Leonina e com o Diretivo Ultras XXI – Associação, anunciou hoje o clube, devido à “escalada de …

Poluição atmosférica associada a abortos espontâneos

Elevados níveis de poluição atmosférica foram associados a abortos espontâneos num estudo feito com mulheres grávidas a viver e trabalhar em Beijing, na China. A China é um dos países que mais sofre com a poluição …

Empresas espanholas dominam obras públicas na ferrovia

As empresas espanholas dominam as obras públicas na ferrovia em Portugal, ascendendo a sua quota a 70%, avança o Expresso na sua edição deste sábado. Para presidente da Associação de Empresas de Construção e Obras …

Cada vez mais mulheres denunciam abusos médicos durante o parto

Um número crescente de mulheres tem vindo a denunciar casos de abuso durante o trabalho de parto. No entanto, pouco está a ser feito para mudar isto. Durante o parto, as mulheres ficam numa posição vulnerável …

Já podemos explorar "Melckmeyd", naufrágio holandês do século XVII

Nas profundezas do Oceano Atlântico, perto da costa da Islândia, encontram-se os destroços de um navio holandês que afundou há 360 anos, no qual agora podemos "mergulhar" graças a uma experiência de realidade virtual. Quando a …

Os furacões podem provocar atividade sísmica tal como um terramoto

Uma equipa de cientistas descobriu um novo fenómeno geofísico no qual furacões ou fortes tempestades podem produzir vibrações no fundo do oceano tão fortes quanto um terramoto de magnitude 3.5. "As tempestades, furacões ou ciclones extratropicais …

Quem anda mais devagar pode envelhecer mais rapidamente

A velocidade a que caminham as pessoas aos 45 anos pode ser um indicador de como é que o cérebro e o corpo envelhecem, revela um novo estudo levado a cabo por uma equipa de …