Benfica-Jesus, agora entre advogados

José Sena Goulão / Lusa

-

O advogado do Benfica, João Correia, considerou à agência Lusa que o advogado do treinador de futebol Jorge Jesus não respeitou as regras básicas deontológicas da profissão e que “agiu como comentador”.

“Um advogado não pode fazer declarações que não respeitem as regras básicas deontológicas. Se é advogado, está-lhe vedado, por dever deontológico, fazer as afirmações que fez. Se é comentador, tem liberdade para dizer o que lhe apetecer”, disse João Correia, reagindo às recentes declarações de Luís Miguel Henrique.

Por outro lado, João Correia desafia Luís Miguel Henrique a não contestar a ação que o Benfica interpôs contra Jorge Jesus, na qual exige uma indemnização de 14 milhões de euros.

“Se os fundamentos da ação do Benfica são tão frágeis e tão ridículos, convido-o a não contestar. Deixo-lhe este desafio”, diz o advogado dos encarnados.

O advogado do Benfica refuta, ainda, qualquer relação entre o timing da apresentação da ação e o dérbi frente ao Sporting, a disputar a 25 de outubro, no estádio da Luz, da oitava jornada do campeonato.

Não tem nada a ver com o Benfica-Sporting. Quando entendemos que a ação estava pronta demo-lo a conhecer ao nosso cliente, que pediu que a mesma desse entrada em tribunal”, explicou João Correia.

O advogado reagia à acusação de Luís Miguel Henrique, para quem o timing escolhido pelos encarnados para a ação “não é ingénuo”.

O advogado de Jorge Jesus, Luís Miguel Henrique, tinha considerado que a ação do Benfica contra o treinador do Sporting não passou de diversão e fait-divers para desviar as atenções de outras questões, nomeadamente as prendas aos árbitros, e que só surgiu porque o rival está a ganhar e na liderança do campeonato.

Os argumentos do Benfica são questões menores e não fazem sentido, pelo que vamos aguardar pela fundamentação da ação, que tem de ser muito mais do que veio a público”, disse Luís Miguel Henrique.

“A argumentação é tão frágil, que não passa de diversão para animar a malta e criar fait-divers para desviar as atenções de outras questões, nomeadamente as prendas aos árbitros”,acrescentou o advogado leonino, para quem o Benfica é “useiro e vezeiro” no que apelida de “bullying” judicial.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Tofu nunca causou uma pandemia", publica PETA em outdoors

A organização de direitos dos animais PETA está a incentivar os norte-americanos a experimentar tofu, através de anúncios em 'outdoors' nos Estados Unidos (EUA) onde defendem que o produto de soja "nunca causou uma pandemia". A …

Portugueses estão menos preocupados com a pandemia, mas apreensivos com a economia

O grau de preocupação com a pandemia diminuiu de 80,9% durante o estado de emergência para 76,2% no estado de calamidade, mas os portugueses estão mais alerta quanto ao impacto na economia, conclui um inquérito …

Nova morte, saqueamentos e protestos. Minneapolis vive caos após homicídio de George Floyd

Um homem foi encontrado morto a tiro, na madrugada de hoje, suspeito de ter sido vítima dos protestos, em Minneapolis, contra a morte de um homem negro sob custódia policial. Durante a noite de quarta-feira, milhares …

Filho de Deeney tem problemas respiratórios. Jogador foi alvo de abusos por recusar treinar

O futebolista Troy Deeney, capitão do Watford, revelou que tem sido alvo de abusos e comentários depreciativos, por ter recusado voltar aos treinos, face aos problemas respiratórios do seu filho. “Vi comentários em relação ao meu …

Parlamento aprova alargamento de apoios a todos os sócios-gerentes afetados pela pandemia

O parlamento aprovou hoje, em votação final global, um texto final que alarga os apoios no âmbito do `layoff´ aos sócios-gerentes das micro e pequenas empresas afetadas pela pandemia covid-19, independentemente do volume de faturação. Com …

Pandemia de covid-19 alimenta corrupção na América Latina

A propagação da Covid-19 na América Latina está a alimentar a corrupção nos vários países que a integram, que vai desde a inflação dos preços a situações de aproveitamento económico e de ligações entre políticos …

Mais de 500 católicos portugueses contra proibição de comunhão na boca

Mais de 500 católicos portugueses, entre leigos e sacerdotes, apelaram à Conferência Episcopal Portuguesa para revogar a proibição de os fiéis receberem a comunhão na boca, por causa da pandemia de covid-19, informou na quarta-feira …

Adeptos recusam devolução dos bilhetes. Bayern distribui dinheiro por clubes amadores

Os adeptos do Bayern renunciaram ao direito de serem reembolsados pelos bilhetes comprados para os jogos até ao final da temporada. O clube decidiu distribuir o dinheiro pelos emblemas amadores da região da Baviera. Tal como …

Trabalhadores acusam TAP de pagar abaixo do salário mínimo a tripulantes em lay-off

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) acusou hoje a TAP de não estar a pagar o previsto na lei do ‘lay-off’, indicando vários casos em que a remuneração é inferior …

Tesla baixa preço de quase todos os modelos nos Estados Unidos

A empresa de carros elétricos Tesla baixou o preço dos Modelos 3, S e X no mercado norte-americano, visando estimular as vendas que estão em declínio durante a pandemia, avança a agência Reuters. O semanário …