Benfica – Aves | Triunfo de águia exuberante e perdulária

Manuel de Almeida / Lusa

O Benfica respondeu ao triunfo do FC Porto no sábado com uma vitória caseira sobre o Desportivo das Aves, por 2-0.

O resultado pode indicar algumas dificuldades por parte da formação “encarnada”, mas pode-se dizer, sem grande margem de erro, que pecou por escasso, dado o domínio, volume ofensivo e quantidade de ocasiões claras de golo.

Destaque para João Félix, titular pela primeira vez, marcador de um golo e azarado da noite, ao sair lesionado no arranque do segundo tempo, e para Jonas, que estreou-se esta época em jogos oficiais. Franco Cervi fez o segundo tento.

O Jogo explicado em Números

  • Entrada enérgica do Benfica na partida, com impressionantes 83% de posse de bola nos primeiros dez minutos, uma grande intensidade ofensiva, embora apenas um remate, desenquadrado. Destaque para João Félix, que se estreou a titular, a par de Gabriel, e mostrou excelentes pormenores nesta fase inicial – completou nada menos que três dribles em cinco tentativas.
  • Aos poucos o Aves foi acalmando o jogo, ainda assim mal se conseguindo libertar da grande pressão benfiquista, com Pizzi e Gabriel a caírem em cima dos adversários em zonas adiantadas do terreno. Aos 20 minutos, os “encarnados” registavam já cinco remates, mas apenas um enquadrado, e 76% de posse de bola. O Aves tentara um remate (com boa direcção), mas apresentava uma eficácia de passe fraca, de somente 52%.
  • Aos 24 minutos, uma combinação entre Salvio e Pizzi só não deu golo porque Quentin Beunardeau saiu da baliza e, com o pé, interceptou o desvio do argentino. Certo é que à meia-hora, as “águias” registavam já dez remates, três enquadrados, mas metade dos disparos foram realizados de fora da área, devido ao posicionamento muito recuado do Aves.
  • Até que, aos 34 minutos, o golo acabou mesmo por surgir. Grande trabalho de Pizzi, a flectir da esquerda para o meio e a assistir João Félix. O “puto”, isolado, não desperdiçou e fez o 1-0, ao terceiro remate que realizou, 12º da equipa. E aos 36 quase o 2-0, com Salvio a rematar colocado de pé esquerdo ao ferro.
  • Vantagem do Benfica ao descanso por 1-0 que se pode considerar curta face ao domínio, futebol ofensivo produzido e diversas ocasiões de golo.
  • Os “encarnados” foram dono da bola em 72% do tempo e realizaram 17 remates da primeira parte, sendo a pecha o facto de terem enquadrado somente cinco. Ao todo criaram três ocasiões flagrantes de golo.
  • O Aves pouco conseguiu atacar, terminando esta fase com apenas 57% de eficácia de passe, três remates, dois enquadrados. O melhor em campo até ao intervalo foi Pizzi. O médio fez a assistência para o golo de João Félix, criou três ocasiões flagrantes em cinco passes para finalização e recuperou seus vezes a posse de bola – arrancou um GoalPoint Rating de 7.6.
  • João Félix, uma das principais figuras da primeira parte, teve um reatamento infeliz, pois lesionou-se no tornozelo esquerdo e teve de sair logo aos 50 minutos, como segundo melhor em campo (ver análise individual no final do artigo, com os principais números).
  • Grande oportunidade para o Aves aos 58 minutos. Mama Baldé fugiu em grande velocidade pela direita, isolou-se, mas perante Odysseas Vlachodimos, atirou às malhas laterais, quando tinha tudo para facturar.
  • Quem não marca arrisca-se a sofrer, como se costuma dizer, e foi isso que aconteceu. Aos 62 minutos, André Almeida fugiu pela direita, cruzou para a grande área onde estava Franco Cervi (entrado para o lugar de João Félix). O argentino rematou, a bola desviou num contrário e só parou no fundo da baliza do Aves. Um tento ao 20 remate do Benfica no jogo, sexto enquadrado, numa altura em que registava 77% de posse de bola.
  • O Aves, ao invés de cair, parece ter animado e começou a surgir com perigo junto da baliza benfiquista, chegando aos sete remates no segundo tempo por volta dos 70 minutos. Porém só enquadrou um desses disparos e não tinha mais do que 21% de posse de bola.
  • Mas o jogo estava controlado por parte do Benfica, que voltou a terminar por cima da partida, a atacar e à procura de mais golos. No total, 26 remates para os homens da casa, 12 para o Aves, que tentou acertar na baliza nove vezes no segundo tempo, 7-4 em enquadrados, mas uma grande diferença em termos de posse de bola (74%-26%).

O Homem do Jogo

Já começa a ser hábito. Em 2018/19, Pizzi tem sido o “dono da bola” para os lados da Luz e, mais uma vez, o médio foi o melhor em campo frente ao Aves. O GoalPoint Rating de 8.4 surge sem que o jogador tenha sequer marcado um golo, o que destaca ainda mais a nota. Mas no final os números não deixam dúvidas: uma assistência, três ocasiões flagrantes criadas, sete passes para finalização, 88% de eficácia de passe, 12 passes longos certos em 14, 12 recuperações de posse e 109 acções com bola.

Jogadores em foco

  • João Félix 7.0 – O “miúdo” de 18 anos fez um grande jogo, na estreia a titular. Aos dez minutos já levava três dribles completos em cinco tentativas, número que manteve até sair lesionado, aos 50. Mas acabou por abrir o activo, num dos três remates que realizou.
  • Issam El Adoua 7.2 – O segundo melhor em campo foi o médio-defensivo do Aves. Com muito trabalho pela frente, o marroquino ganhou dois de três duelos aéreos defensivos, recuperou 11 vezes a posse de bola e somou 17 acções defensivas, das quais sete foram intercepções.
  • Jardel 7.2 – O novo capitão do Benfica esteve novamente imperial. Para além de dois remates, um deles à barra, o brasileiro ganhou oito de nove duelos aéreos defensivos e registou dez acções defensivas.
  • O. Vlachodimos 7.1 – O guarda-redes do Benfica teve muito mais trabalho no segundo tempo e, no total, somou quatro defesas. Mas o grau de dificuldade das mesmas fica expresso no excelente rating que conseguiu.
  • Gabriel 6.6 – O brasileiro estreou-se a titular na Liga NOS e esteve em bom plano, revelando bom entendimento com os colegas na intermediária. Para além da qualidade na circulação de bola, Gabriel fez três remates, todos de fora da área, e ajudou defensivamente com sete recuperações e seis desarmes.

Resumo

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal com mais 13 mortos e 552 novos casos nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 13 mortos relacionados com a covid-19 e 552 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo os dados a DGS, a região …

TilTok anuncia acordo com Oracle e Wallmart e adia proibição nos EUA

A aplicação TikTok, detida pela sociedade chinesa ByteDance e ameaçada de ser proibida nos Estados Unidos, anunciou este domingo um acordo de princípio com a Oracle, como parceiro tecnológico, e com a Walmart, em termos …

As gaivotas são inoportunas? Saiba que as suas fezes podem valer mil milhões de dólares

Afinal, as gaivotas podem ser animais bem mais interessantes do que aquilo que a maioria das pessoas pensa. É que as suas fezes são muito valiosas e os seus nutrientes fertilizam campos agrícolas e recifes …

Super-vulcão Yellowstone registou 91 terramotos em apenas 24 horas

Os vulcanólogos têm andado atentos ao super-vulcão localizado no Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos. O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) relatou recentemente a ocorrência de 91 terremotos em apenas 24 horas. Estes …

Cartoonista alemão Frank Hoppmann é o vencedor do 15.º World Press Cartoon

O 'cartoonista' alemão Frank Hoppmann, com a caricatura do primeiro-ministro britânico Boris Johnson, é o vencedor da 15.ª edição do World Press Cartoon, foi hoje anunciado nas Caldas da Rainha, na cerimónia de entrega de …

Pequena e funcional. Assim se carateriza a Tiny House (que ainda evita dores de joelhos)

Esta pequena casa móvel pode ser a solução que procura. Devido à sua arquitetura dinâmica é ótima para pessoas com problemas de articulações e que sofrem com dores joelhos, pernas cansadas ​​ou dores nas costas. Hoje …

Chama-se Elios, é um drone e vai explorar as profundezas das cavernas de gelo da Gronelândia

Elios é o drone que está a ajudar os investigadores a descobrirem mais sobre os mistérios da Gronelândia. Inserido numa estrutura própria, tem explorado as cavernas de gelo, facilitando assim o acesso a locais mais …

Milhares de pássaros migratórios estão (misteriosamente) a morrer no Novo México

Um elevado número de pássaros migratórios está a morrer em todo o Novo México, numa misteriosa mortalidade em massa que está a preocupar os cientistas. Estima-se que o número de pássaros mortos seja de centenas de …

Crianças inspiram Lego a livrar-se de todas as embalagens de plástico

As peças da Lego podem acabar no oceano durante mais de mil anos, mas os fabricantes dinamarqueses estão a tentar tornar a empresa ecologicamente correta. Na sua última promessa, a Lego vai começar a usar sacos …

Uma cidade chamada "amianto" está a tentar mudar o nome (e a discussão tornou-se tóxica)

Há uma cidade no Canadá chamada Asbesto - um material de construção altamente tóxico. Os habitantes da cidade não estão felizes com este nome, mas a sua mudança também não está a ser fácil. De acordo …