Alto número de bebés nascidos sem braços e mãos intriga autoridades de saúde francesas

Pelo menos três regiões da França investigam os motivos que terão provocado o elevado número de casos de malformações inexplicáveis em bebés, que estão a nascer sem braços.

Um relatório divulgado esta quinta-feira pela Agência de Saúde Pública do país confirma que o Morbihan, departamento localizado na região da Bretanha, e o Loire-Atlantique, no oeste do país, apresentaram “um excesso de casos” de crianças nascidas sem mãos ou braços, mas não avança explicações para o problema.

As autoridades lançaram um estudo epidemiológico, após o relato de vários nascimentos de crianças com deformidades em diferentes regiões da França, entre 2007 e 2014.

“Eu chorei e o meu marido desmaiou”, conta Mélanie Vitry, uma mãe que deu à luz, em 2010, um menino nascido sem a mão direita.

O caso, divulgado em todo o país nos ecrãs da France 2, está longe de ser uma excepção na região onde a família vive. Nas proximidades da mesma cidade, Druillat, na região de Ain, entre 2009 e 2014 sete bebés nasceram sem braços ou mãos.

A análise dos casos reportados na região da Auvergne-Rhône-Alpes para crianças nascidas nesse período “não mostrou excesso de casos”. Também não foi identificada qualquer “exposição comum à ocorrência dessas malformações”, o que impediu que tivessem sido lançadas novas investigações.

Porém, as investigações a três casos ocorridos em Loire-Atlantique, entre 2007 e 2008, e a quatro casos na Bretanha, entre 2011 e 2013, configuram “um número excessivo de casos” em relação à média nacional.

Segundo o relatório da Agência de Saúde Pública, também nestes casos não foi identificada qualquer “exposição comum que pudesse justificar estas ocorrências“. Mas mesmo assim, a Agência governamental “está atenta ao surgimento de novos casos nestas regiões e no resto da França.”

A monitorização da ocorrência de malformações em nascimentos é complicada, particularmente devido à raridade dos acontecimentos. Para realizar este relatório, o Serviço de Saúde Pública francês aplica um protocolo complexo.

Uma primeira verificação é feita para saber se os casos são idênticos e se partilham a mesma definição clínica. Em seguida, a pesquisa compara a frequência de casos notificados numa determinada área com a média nacional.

Finalmente, é realizado trabalho de campo com as mães para averiguar diversas questões relacionadas com a gestação, num processo de “busca de uma possível exposição conjunta“.

Em cada departamento envolvido, as mães receberam questionários sobre o seu estilo de vida durante a gravidez. Nas três regiões, nenhum factor determinante que pudesse explicar esses casos, como uso de medicamentos, drogas ou relatos de malformações nas famílias, pôde ser identificado. Além disso, as gestações não tinham registado anomalias.

Na ausência de uma história e de factores claramente estabelecidos, surge a possibilidade de relação com o ambiente.

Para a epidemiologista Emmanuelle Amar, existe uma probabilidade considerável de estas malformações terem sido causadas pela exposição de mães a produtos fitossanitários, como por exemplo pesticidas, durante a gravidez. “Estamos diante de um possível escândalo de saúde pública“, disse a especialista ao canal France Info.

Mas até agora, segundo a Agência de Saúde Pública francesa, não há provas suficientes para confirmar a relação entre as deformidades e esse tipo de produtos.

// RFI

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Não é ver o que se passa com as crianças que nascem, mas sim os comportamentos dos pais quando pessoas em sociedade. O que comem, o que bebem, o que fumam tem muito a ver com a formação do bebé.

    • É óbvio que o estudo é sobre a que estiveram expostos os pais para que tenha acontecido este tipo de problema.
      Há anos atrás existiu um problema com comprimidos para evitar o enjoo das grávidas que também causou problemas nos fetos.
      Espero que encontrem rápido a causa para evitar nascerem mais com este tipo de problema.

      • Na minha opinião isso terá a ver muito provavelmente com os cabos de alta tensão, ou possivelmente com pesticidas. A frequência com que se utiliza por exemplo o glifosato é alarmante.

  2. Devemos pensar um pouco e atribuir este fenômeno, ao campo espiritual. Deixo aqui o meu pensamento. E para quem quiser saber mais sobre este assunto aconselho a ler sobre a doutrina espírita Allan Kardec. Terá as respostas a muitas perguntas.

    • Não tem muita lógica isso, não é?
      Qual seria o fenómeno espiritual que poderia desencadear isso? A ser uma verdade, seria globalmente e não apenas em algumas regiões da França.

Responder a Celta Cancelar resposta

Marcelo conheceu Rena, a sobrevivente do Holocausto que teve "seis mães"

O Presidente da República conheceu a sobrevivente do Holocausto Rena Quint, que lhe contou como em criança escapou ao genocídio nazi e acabou nos Estados Unidos com a ajuda de "seis mães". "Porque ficaram comigo? Talvez …

Benfica empresta Caio Lucas ao Al Sharjah

O Benfica anunciou, esta quinta-feira, o empréstimo do futebolista brasileiro ao Al Sharjah, clube dos Emirados Árabes Unidos, que é válido por um ano e meio. "O Sport Lisboa e Benfica formalizou com o Al Sharjah …

Morreu o general José Lemos Ferreira

O ex-chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas (CEMGFA) morreu aos 90 anos, disse quinta-feira à agência Lusa uma fonte militar. Chefe do Estado-Maior da Força Aérea de 1977 a 1984, o general José Lemos Ferreira foi …

PJ afasta "intervenção de terceiros" na morte de diretor do EuroBic

O diretor nacional da PJ disse, esta quinta-feira, que os elementos recolhidos sobre a morte do diretor do private banking do EuroBic, arguido no caso Luanda Leaks, "apontam para que não haja intervenção de terceiros". Questionado …

Carlos Amaral Dias terá ficado retido na ambulância avariada durante uma hora

Os resultados de um inquérito aberto pelo INEM apontam para que Carlos Amaral Dias tenha ficado dentro de uma ambulância avariada durante uma hora. De acordo com o Jornal de Notícias, a equipa da ambulância dos …

Luanda Leaks. Mário Leite Silva renuncia à presidência do Banco de Fomento Angola

O presidente do Conselho de Administração do Banco de Fomento Angola (BFA), Mário Leite Silva, gestor de Isabel dos Santos, renunciou ao cargo, com efeitos a partir de 22 de janeiro. A informação foi transmitida …

Tempestade “Glória” faz pelo menos nove mortos em Espanha

Pelo menos nove pessoas morreram e outras quatro estão dadas como desaparecidas em Espanha na sequência da passagem da tempestade “Glória”, intempérie que atinge o país desde o passado fim de semana. As autoridades confirmaram cinco …

Há um "milagre da multiplicação" dos votos que os deputados querem travar

Todos os partidos concordam: é preciso travar o "milagre da multiplicação" dos votos na Assembleia da República. Estabelecer regras objetivas para o fazer é o mais complicado. Os deputados começaram esta quarta-feira a discutir como “regrar” …

Pensões entre 877 e 2600 euros têm aumento mínimo de 6,14 euros

Os pensionistas que ganham entre 877,6 e os 2558 euros brutos por mês vão ter aumentos acima dos 0,24% que inicialmente se calculou com base na taxa de inflação (sem habitação) apurada até novembro do …

PCP quer travar "ameaça de despejos" no final deste ano

O PCP entregou uma proposta de alteração ao Orçamento do estado para 2020 para manter congeladas as rendas antigas, quando os locatários tenham um rendimento inferior a cinco salários mínimos nacionais. O PCP quer manter congeladas …