Bas Dost ficou abalado e nem as Taças do ano seguinte o deixaram feliz

Miguel A. Lopes / Lusa

Bas Dost admitiu esta quarta-feira ter ficado muito abalado com as agressões durante a invasão à Academia do Sporting e disse que nem as conquistas das Taças da Liga e de Portugal na época seguinte o deixaram feliz.

“Quando ganhámos as Taças [da Liga e de Portugal na época 2018/2019] eu não estava feliz”, disse o avançado holandês, ouvido via Skype durante a 29.ª sessão da invasão à academia do Sporting, em Alcochete, ocorrido em 15 de maio de 2018.

O avançado, que alinha nos alemães do Eintracht Frankfurt, disse ter recebido ajuda psicológica depois do ataque: “Foi horrível, não sabia qual era o meu futuro. Logo a seguir ao ataque, fui a um psicólogo, em Lisboa, e ele sugeriu que seria bom para mim sair do país. A minha mulher estava grávida e ela queria dar à luz em Lisboa, decidi ir três semanas para a Áustria, sozinho como meu agente”.

Num depoimento, a que o seu agente, Gunther Neuhaus, assistiu na sala do tribunal de Monsanto, o avançado holandês revelou ter falado com o então presidente Bruno de Carvalho após o ataque.

“Eu disse-lhe, em inglês: ‘Como é que isto é possível?’. E ele respondeu: ‘Sim, como é que isto é possível? Eu não sei como é que isto aconteceu’. E eu gritei novamente: ‘Como é que é possível?’”, explicou.

Bas Dost, que deixou o Sporting no final de agosto de 2019, foi agredido no corredor que dá acesso ao balneário, onde acabou por ficar sozinho, depois de o secretário técnico Vasco Fernandes ter mandado os jogadores entrarem, por ter avistado “muita gente a correr”.

“O Vasco Fernandes mandou-nos para o balneário, mas eu pensei ir falar com eles. Sou holandês, lá é possível resolver os problemas a falar, eu senti que tinha a responsabilidade de falar por ser um dos mais antigos do plantel”, explicou.

No corredor, o jogador dos Países Baixos viu a porta abrir-se e entrar um “homem muito grande com máscara”, que lhe fez “um sinal com o polegar para cima”, o que o fez pensar “que estava tudo bem”.

“Depois entraram mais, e o sexto deu-me com um objeto, que não sei o que era, na cabeça, nesse momento caí imediatamente para o chão e a mesma pessoa que me agrediu começou a dar-me pontapés e disse a outro que também devia dar-me pontapés”, relatou.

Bas Dost disse ao coletivo de juízes que “tinha muito sangue na cabeça” e que foi João Rolin, o secretário técnico adjunto que o ajudou. “Ele levou-me para um sítio diferente e disse-me: ‘Tenho de voltar para lá, eles precisam, de mim’. Lembro-me de lhe ter dito: ‘Por favor não me deixes aqui estou com imenso medo’”, contou.

O futebolista referiu que depois foi “para outra sala onde estavam Carlos Mota [enfermeiro] e outro médico”, que o trataram, garantindo que não sabe quem tirou as fotos que mostram a cabeça a ser suturada, que foram divulgadas quase de imediato.

Estava em choque, com medo e com dores, não me recordo [quem tirou as fotografias]”, afirmou o jogador, detalhando que, em relação aos agressores, a única coisa de que se lembra é que “estavam todos vestidos de preto” e que o primeiro a entrar “era muito grande” e o que lhe bateu “era mais pequeno”.

O julgamento prossegue na sexta-feira com a audição, entre outras testemunhas, de José Sousa Cintra que liderou o clube entre 1989 e 1995 e ocupou a presidência da SAD durante dois meses, por nomeação, após a saída de Bruno de Carvalho.

O processo, que está a ser julgado no tribunal de Monsanto, tem 44 arguidos, acusados da coautoria de 40 crimes de ameaça agravada, de 19 crimes de ofensa à integridade física qualificada e de 38 crimes de sequestro, todos estes (97 crimes) classificados como terrorismo.

Bruno de Carvalho, à data presidente do clube, Mustafá, líder da Juventude Leonina, e Bruno Jacinto, ex-oficial de ligação aos adeptos do Sporting, estão acusados de autoria moral de todos os crimes.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Paços de Ferreira 0-5 Benfica | Seferovic “parte tudo” na Capital do Móvel

Na noite deste sábado, o Benfica somou o sétimo triunfo consecutivo no campeonato, ao golear o Paços de Ferreira por 5-0, num embate relativo à 26.ª jornada do campeonato. A equipa de Jorge Jesus, que acabou …

Após terramotos e deslizamentos, a "cidade moribunda" de Itália ainda resiste no topo de uma montanha

Chamar-se a si mesmo de "Cidade Moribunda" pode não parecer a melhor forma de atrair turistas, mas Civita, em Itália, aprendeu a viver com o facto de estar a morrer. Há vários séculos, a cidade …

"Alexa, estou com calor." Já é possível controlar o ar condicionado de um Lamborghini apenas com a voz

A Amazon está a dar um grande passo na indústria automóvel ao integrar a Alexa no Huracán EVO da Lamborghini, não apenas para fazer perguntas, mas dando ao assistente virtual a capacidade de controlar as …

Nova tecnologia pode enviar luz solar para o subsolo

Investigadores da Universidade Tecnológica de Nanyang, na Singapura, inventaram um novo dispositivo que pode ajudar o país a iluminar a sua crescente infraestrutura subterrânea. A Singapura é um dos países que tem apostado cada vez mais …

Livro lança "caça ao tesouro" a urna de ouro oferecida por Inglaterra a França antes da Entente Cordiale

Um novo enigma literário está prestes a chegar às estantes de livros com uma recompensa incomum. Pistas em "The Golden Treasure of the Entente Cordiale" podem levar leitores no Reino Unido e França a um …

Para evitar casos de burnout, LinkedIn deu uma semana de férias aos quase 16 mil funcionários

O LinkedIn decidiu dar uma semana de férias (remunerada), que começou esta segunda-feira, a todos os seus funcionários espalhados pelo mundo. O objetivo? Desconectar, recarregar baterias e prevenir casos de burnout.  "Queríamos ter a certeza de …

Pequenos nadadores-robô curam-se a si próprios (e em movimento)

Uma equipa de investigadores da American Chemical Society desenvolveu pequenos robôs nadadores que conseguem curar-se a si mesmos magneticamente. O tecido vivo pode curar-se autonomamente de muitos ferimentos, mas fornecer habilidades semelhantes a sistemas artificiais, como …

Tondela 0-2 FC Porto | Missão cumprida com serviços mínimos

Missão cumprida. O FC Porto fez poupanças no jogo com o Tondela, mas levou os três pontos para casa, graças a um triunfo por 2-0. Os “dragões” foram claramente superiores no primeiro tempo, marcaram por Toni …

Portugal pode atingir linha vermelha dos 120 novos casos por 100 mil habitantes em dois meses

Portugal pode atingir uma taxa de incidência de de 120 casos por 100 mil habitantes daqui a dois ou mais meses se se mantiver o atual ritmo de crescimento deste indicador. Esta é a conclusão de …

Akon ainda não construiu a "Wakanda da vida real", mas o Uganda já lhe está a dar terrenos para a segunda

O artista de R&B Akon ainda não concretizou a sua visão ambiciosa de uma cidade “futurística” alimentada por uma criptomoeda chamada “Akoin” e construída num terreno que lhe foi dado pelo governo senegalês. Contudo, o …