O anonimato teve um custo. Banksy perdeu os direitos sobre uma das suas obras mais icónicas

Josh Levinger / Flickr

The Flower Thrower

O famoso artista de rua britânico Banksy perdeu uma longa batalha judicial pelos direitos autorais da obra “The Flower Thrower”, contra a Full Colour Black, empresa que produz postais de felicitações.

Banksy, o misterioso artista que, apesar das suspeitas de que seja Robert Naja, mantém a sua identidade desconhecida, espalhou street art de crítica social e política um pouco por todo o mundo. Agora, o anonimato que sempre cultivou pode virar-se contra si.

Em 2014, os seus representantes conseguiram que a imagem “The Flower Thrower” – que mostra um homem com o rosto parcialmente tapado a atirar um ramo de flores como forma de protesto e foi pintada pela primeira vez num muro de Jerusalém, em 2005 – fosse considerada uma marca registada.

Segundo a BBC, a empresa Full Colour Black usou a imagem em produtos que comercializa, argumentando que a obra era anónima e que a lei obriga a que produtos da marca sejam vendidos nos cinco anos seguintes ao seu registo, o que não terá acontecido neste caso.

Após dois anos de disputa, o Instituto da Propriedade Intelectual da União Europeia (EUIPO) deu razão à empresa gráfica, alegando que para uma marca registada ser válida, o seu proprietário não pode manter o anonimato e tem de vender materiais em que a marca seja usada.

Em 2019, a Full Colour Black deu início ao processo judicial e o artista de Bristol abriu uma loja em Londres. O EUIPO considera que a sua intenção de vender produtos com a marca registada se devia apenas ao facto de não querer perder os direitos sobre “The Flower Thrower”.

“A sua intenção não era a de usar a marca registada para comercializar bens, mas sim de contornar a lei“, disseram os representantes do instituto. Essas ações são inconsistentes com as práticas honestas”, acrescentaram.

Aaron Wood, advogado da Full Colour Black, disse que Banksy teria de sair do anonimato para poder reclamar os direitos autorais da sua obra. “Para isso, ele perderia a capa de anonimato. E ele não o faria.”

A empresa contestou as marcas registadas de outras obras de Banksy e deve, agora, contestar mais. “Na melhor das hipóteses, toda a obra registada do portfólio de Banksy está em risco”, disse o advogado.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Aproveitamento à descarada de uma situação excepcional em que um artista prefere usar o anonimato ao invés de vender a sua imagem pública. Vergonhoso

  2. Vamos ser realistas: se a ideia era ficar anónimo, este processo nem faz sentido. Diria até que deveria suportar todos os custos do processo judicial.
    Se a ideia era promover a sua obra (usando a técnica do anonimato até despertar o interesse das massas) – objetivo atingido! Agora é esquecer o que está para trás e começar a faturar. É o risco desta técnica.
    De qualquer forma, continuo a achar que os custos lhe deveriam ser imputados. Então, tanto anonimato, tanto anonimato, e agora já quer assumir a autoria?

RESPONDER

Comer muitas refeições takeaway pode aumentar a probabilidade de morte

Comer demasiadas vezes refeições takeaway pode afetar negativamente a saúde das pessoas. Isto porque, muitas vezes, a comida em causa é fast food. A pandemia de covid-19 veio intensificar a adoração das pessoas pelas refeições takeaway. …

Fezes de morcego ajudam a decifrar o passado da humanidade

Uma equipa de investigadores australianos usou fezes de morcego para ajudar a entender uma parte do passado dos nossos ancestrais. Para perceber melhor como é que artefactos antigos são alterados pelo sedimento em que estão enterrados …

"É como fogo". Dezenas de pessoas morreram na República Dominicana após ingestão de álcool ilegal

Depois de dezenas de pessoas morreram por intoxicação nas últimas semanas, as autoridades da República Dominicana acabaram por fechar várias lojas de bebidas alcoólicas. As lojas de bebidas clandestinas situavam-se sobretudo na capital, Santo Domingo, mas …

Eis AlphaDog, a resposta da China para o cão-robô norte-americano Spot

A empresa de tecnologia Weilan, sediada em Nanjing, na China, desenvolveu o AlphaDog, um cão-robô que usa sensores e inteligência artificial (IA) para realizar uma série de aplicações, incluindo entrega de encomendas e orientação para …

E se a vacina contra a covid-19 se chamasse Trumpcine? O "sir" sugeriu e Donald Trump gostou

No fim de semana passado, durante um encontro do Comité Nacional Republicano, o ex-Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que alguém sugeriu que as vacinas disponíveis contra a covid-19 deveriam receber o seu nome. …

O custo da paz mundial é bastante inferior ao custo da guerra

Um recente relatório do Instituto de Economia e Paz (IEP) conclui que o custo dos países com a violência é bem superior ao custo com a paz mundial. O Instituto de Economia e Paz estima que, …

Malta vai pagar aos turistas que visitarem a ilha durante o verão

Numa altura em que pandemia não tem dado tréguas ao setor do turismo, Malta anunciou um conjunto de medidas com o objetivo de encorajar os viajantes a visitarem o país e a ficarem hospedados nos …

Pentágono confirma que filmagens de OVNI em forma de pirâmide são autênticas

Uma nova série de imagens e vídeos de OVNIs (Objetos Voadores Não Identificados) filmados pela Marinha dos Estados Unidos foi agora confirmada como autêntica pelo Pentágono. Enquanto muitas pessoas geralmente se referem a avistamentos misteriosos …

Irão vai aumentar produção de urânio enriquecido em resposta ao “terrorismo nuclear” de Israel

O Irão justificou esta quarta-feira a decisão de enriquecer urânio a 60% como resposta ao “terrorismo nuclear” e à “maldade” israelita, referindo-se ao alegado ataque contra a central de Natanz, no domingo. “A decisão de enriquecer …

Possibilidade de ser reinfetado baixa 84% para quem já teve covid-19

Um novo estudo indica que a infeção prévia por SARS-CoV-2 protege a maioria dos indivíduos contra a reinfecção durante uma média de sete meses As probabilidades de reinfeção não descem até zero, mas um novo estudo, …