Chegou o BEM, o Banco do Montepio para os grandes clientes

Rodrigo Antunes / Lusa

O Banco Montepio criou o Banco de Empresas Montepio (BEM), uma nova unidade que se vai dedicar a financiar empresas com mais de 20 milhões de euros de volume de negócios. O Público avança que este novo banco pode tirar os melhores clientes ao Montepio – algo que foi desmentido pelo chairman Carlos Tavares. 

O ‘chairman‘ do Montepio, Carlos Tavares, anunciou que o BEM – Banco de Empresas Montepio “servirá as empresas do segmento médio e alto”, com volume de negócios acima de 20 milhões de euros.

De acordo com o Público, o BEM pode vir a retirar até 2,3 mil milhões de euros de activos ligados a grandes clientes cumpridores do Banco Montepio nos próximos anos. Isto mantendo os activos tóxicos e as imparidades no Montepio, segundo o mesmo diário.

“Ao deixar os activos tóxicos dentro do Banco Montepio, absorvendo apenas os rentáveis, a criação do BEM pode vir a contribuir para desvalorizar o Banco Montepio, que é o principal activo da Associação Mutualista Montepio Geral (AMMG)”, aponta o jornal.

“O que for bom para o BEM será bom para o Montepio”

Carlos Tavares nega a ideia avançado pelo Público, frisando que “não há transferência de carteira de clientes do Montepio para o BEM”, conforme uma carta enviada aos colaboradores do Banco que é citada pelo Eco.

“As referências a um ‘banco bom’ e a um banco em que ficam os activos ‘tóxicos’, para além de revelar profundo desconhecimento, demonstra grande desconsideração pela estabilidade de um grupo bancário que tem desenvolvido um trabalho sério com vista a melhor servir os seus clientes”, acrescenta Carlos Tavares, concluindo que isto significa que “o BEM já captou a atenção de muitos empresários e, provavelmente, a preocupação de concorrentes”.

O “universo das empresas potenciais clientes do BEM foi definido numa lógica de segmentação de clientes feita de acordo com a dimensão e as suas necessidades específicas e não pela qualidade das empresas”, sustenta ainda o ‘chairman‘ do Montepio.

“O crédito existente permanece no Banco Montepio, tal como o novo crédito de curto prazo e as transacções correntes das empresas (contas correntes, cartões, TPA, etc.)”, frisa ainda o administrador, apontando que “o BEM especializar-se-á no novo crédito de médio e longo prazo e nos novos financiamentos baseados em instrumentos financeiros para o seu segmento de clientes, bem como em operações de mercado em geral”.

“Os resultados do BEM reflectir-se-ão directamente nos do Banco Montepio, instituição onde é feita a consolidação de contas”, atesta ainda, considerando que “o que for bom para o BEM será bom para o Banco Montepio”.

Num encontro para a apresentação da nova imagem do Banco Montepio, Carlos Tavares frisou também que o BEM “pretende ocupar um espaço que está vago na banca portuguesa“, abrindo 10 balcões especializados por todo o país, com “serviços integrados de banca comercial e de investimento” dedicados às empresas.

O objectivo é encontrar “fontes alternativas de financiamento, de mercado, capital de risco, que hoje as empresas, dado o grau de alavancagem que ainda têm, precisam urgentemente de ter disponibilizado”, conclui Carlos Tavares.

Em 2018, o Montepio conseguiu resultados positivos de 50,9 milhões de euros com a carteira de negócios do segmento das grandes empresas.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. A preparar o banco Montepio para o resgate e assim tirar de lá os clientes que não teriam todo o dinheiro de volta com o valor máximo da salvaguarda dos depósitos. E o Zé Povinho vai pagar….

  2. Parece que estão a criar um BEM para os nossos impostos, não tarda vai o estado ajudar BEM essa gente porque vão ter dificuldades financeiras e vai ser mais um a comer BEM o nosso dinheirinho de contribuições, impostos, taxas e taxinhas…
    BEM, é a vida…

  3. Muito bem! Um novo banco que Vai dar mais financiamento a empresas! Nos outros bancos e só blá blá…só dão um presunto a Quem lhe der um porco. Ficamos a aguardar a abertura de mais 10 balcões! Quem sabe se até abrirá onde os outros fecharam portas!…

    • Vai dar mais financiamento às empresas que têm volumes de negócios acima dos 20 milhões. E seguramente apenas àquelas que demonstrarem que “não precisam” do dinheiro, pelo menos aparentemente. Depois, passados uns anos, até se conclui que estavam todas com pés de barro. É o que tem acontecido um pouco com todas as instituições financeiras nacionais. A análise de risco em Portugal é muito limitada… e estranha.

  4. Creio que estaremos a presenciar um estratagema que deve ser bem escrutinado por quem de direito e principalmente pela dona do Banco Montepio que é a associação /sócios. Temo que deixem o actual Banco em situação difícil retirando os clientes relevantes e bons e deixando lá os activos tóxicos. Isto pode levar ao desaparecimento do ÚNICO BANCO PRIVADO A FUNCIONAR EM PORTUGAL E 100% PORTUGUÊS, porque acredito que o tal novo banco a formar não esteja livre de ficar totalmente ou parcialmente em mãos estrangeiras o que será de lamentar.

RESPONDER

UEFA confirma três jogos de suspensão para Neymar

A UEFA anunciou, esta quarta-feira, que rejeitou o recurso do Paris Saint-Germain e manteve os três jogos de suspensão a Neymar, na sequência de insultos aos árbitros na partida com o Manchester United, da Liga …

Transportes estão cada vez mais cheios. Carris vai comprar 100 novos autocarros

A Carris vai lançar dois concursos para a aquisição de 100 novos autocarros, 70 dos quais a gás natural e 30 elétricos, anunciou o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina. Falando na apresentação da …

Apenas 59% dos habitantes da Europa ocidental confiam na vacinação. França é o país com mais dúvidas

Na Europa oriental, apenas metade da população olha para as vacinas como uma forma segura de prevenção de saúde. No caso da zona ocidental, o número sobe para os 59%, mas fica ainda distante dos …

César Peixoto é o novo treinador da Académica

O antigo futebolista é o novo treinador da Académica, sucedendo a João Alves no comando técnico dos estudantes, anunciou o clube que integra a II Liga portuguesa. César Peixoto vai ser apresentado às 17h00, em conferência …

Tribunal diz que ausência de resistência de vítima de violação é "desejo de sobreviver"

Quando as vítimas não resistem, revelam "o desejo de sobreviver a uma situação cujo controlo não detêm", adotando um comportamento de preservação, diz o Tribunal da Relação de Lisboa. O Tribunal da Relação de Lisboa considerou …

Draghi abre a porta a cortes nas taxas de juro

Mario Draghi afirmou esta terça-feira que se o objetivo de ficar abaixo dos 2% de inflação estiver ameaçado, "estímulos adicionais serão necessários". O presidente do BCE admitiu mesmo uma descida das taxas. O presidente do BCE, Mario …

SNS dá “sinais de cansaço” e tem sistema “que não é amigo do cidadão”

A Convenção Nacional da Saúde concluiu esta terça-feira que o SNS “dá sinais de cansaço” e avisa que os portugueses “não podem ter listas de espera de anos” por consultas ou cirurgias, nem ter “enormes …

Violência doméstica: sobe para 16 o número de mulheres mortas em 2019

O número de mulheres mortas desde o início do ano em contexto de violência doméstica subiu para 16, segundo a contabilidade feita pelo Público com base nas notícias publicadas sobre o assunto. O número exclui …

Costa garante que Miguel nunca pediu ajuda ao Governo. Mas assegurou todo o "apoio diplomático e consular"

O primeiro-ministro, António Costa, afirmou que o Governo nunca foi contactado por Miguel Duarte, jovem que está a ser investigado em Itália por suspeita de ajuda à imigração ilegal, mas assegurou todo o "apoio diplomático …

Em Espanha esqueceram-se de Ronaldo e estalou a polémica

A Liga Espanhola de Futebol Profissional lançou um desafio aos fãs do desporto rei para escolherem a sua lenda favorita de todos os tempos. A lista inclui as grandes figuras do futebol espanhol dos últimos …