Banca pressionada a socorrer Fundo de Resolução

António Pedro Santos / Lusa

O ministro das Finanças, João Leão.

A constituição de um sindicato bancário é uma hipótese que está a ser avaliada para financiar o Novo Banco. Os partidos de esquerda recusam um novo empréstimo ao banco.

Governo, bancos, Fundo de Resolução (FdR), auditores e o Banco de Portugal (BdP) estão a considerar uma alternativa de financiamento do Novo Banco, após os partidos de esquerda recusarem viabilizar um Orçamento do Estado com mais dinheiro para o antigo Banco Espírito Santo (BES). A outra opção pode passar pela constituição de um sindicato de bancos nacionais, avança o Jornal de Negócios.

Enquanto os partidos de esquerda recusam injetar mais dinheiro público no Novo Banco, o Governo defende que tem de cumprir o contrato que o Estado assinou. A líder bloquista, Catarina Martins, não só recusa um novo empréstimo como também rejeita impactos no défice.

O Negócios escreve que constituir um sindicato de bancos nacionais é mais viável do que procurar financiamento direto do Fundo de Resolução no mercado internacional. Os investidores sabendo que o Estado desonrou o contrato e recusou conceder um novo empréstimo pode tornar a operação demasiado cara ou até mesmo impraticável.

“Não haverá nenhumas condições para os bancos concederem empréstimos se tiverem de registar as provisões à cabeça”, diz uma fonte do mercado ao jornal. Assim sendo, os bancos querem a garantia de que o registo deste financiamento ao FdR vai sendo feito ano a ano.

Se este empréstimo for entendido como um custo para a banca, registado todo de uma só vez, os bancos prejudicam os seus próprios rácios de capital.

“Na prática, sendo o FdR financiado exclusivamente pela banca, os bancos emprestam dinheiro a eles próprios, de uma só vez, mas precisam de registar esse empréstimo a pouco e pouco”, explica outra fonte ouvida pelo Negócios.

Quando o Novo Banco foi vendido em 2017, o Fundo de Resolução ficou obrigado a fazer face a chamadas de capital de até 3,9 mil milhões de euros. Nos últimos anos, assim tem sido: em 2018, uma injeção de 792 milhões de euros; em 2019, uma injeção de 1.149 milhões; e este ano, uma de 1.035 milhões. Em 2021, o Novo Banco pode pedir um empréstimo de até 900 milhões de euros.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Banca com nova vaga de saída de trabalhadores e admite despedimentos

Os grandes bancos vão reduzir milhares de trabalhadores este ano, um processo que vem acontecendo desde a última crise mas que em 2021 deverá atingir um novo pico, tendo mesmo BCP e Santander Totta admitido …

Cuba está a criar o seu próprio smartphone (e conta com a ajuda da Huawei)

O Governo cubano está a trabalhar na produção de um novo smartphone, que terá um sistema operativo original e conta com a ajuda da empresa chinesa Huawei. De acordo com a revista Vice, o projeto é …

Funcionários russos que recusem vacina arriscam licença sem vencimento

Os funcionários russos que recusem vacinar-se contra o novo coronavírus, em regiões onde a vacina seja obrigatória, arriscam-se a uma licença sem vencimento, anunciou o ministro do Trabalho da Rússia, Anton Kotiakov. "Se as autoridades de …

Vacina cubana com eficácia de 62% após segunda das três doses previstas

A vacina cubana contra a covid-19 atingiu uma eficácia de 62% após a injeção de duas das três doses previstas, um resultado que excede os 50% exigidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS), anunciou o …

Miguel Oliveira em segundo lugar no GP da Alemanha de MotoGP

O piloto português Miguel Oliveira (KTM) terminou hoje na segunda posição o Grande Prémio da Alemanha de MotoGP, oitava prova do Mundial de velocidade de motociclismo, vencida pelo espanhol Marc Márquez (Honda). Miguel Oliveira, que partiu …

Mais três mortos e 941 novos casos de covid nas últimas 24 horas

Portugal voltou a registar nas últimas 24 horas uma ligeira redução no número de infeções confirmadas pelo coronavírus SARS-CoV-2, com 941 casos, e três mortes associadas à covid-19, segundo a Direção-Geral da Saúde. O boletim epidemiológico …

"Cemitério verde". Estado de Oregon irá permitir (brevemente) a compostagem de corpos humanos

O estado de Oregon tornou-se o terceiro dos Estados Unidos a legalizar um novo processo de compostagem do corpo humano. A governadora do Oregon, Kate Brown, aprovou o projeto de lei que irá permitir o sepultamento …

Responsável pelo RGPD demitido por Medina trabalhava há 33 anos na Câmara de Lisboa

O encarregado de proteção de dados da Câmara Municipal de Lisboa, que o presidente Fernando Medina exonerou devido à polémica da partilha de dados de ativistas com a embaixada da Rússia, trabalhava na autarquia há …

Portugal quase a entrar na "zona vermelha de risco". Variante Delta prevalece em Lisboa e Vale do Tejo

A região de Lisboa está sobre pressão há algumas semanas, mas o resto do país também está prestes a entrar numa situação epidemiológica menos boa. A incidência nacional encontra-se próxima dos 120 casos por 100 …

Pandemia continua a "empurrar" reclusos para fora das grades. Já saíram 2850

As cadeias portuguesas continuam a soltar reclusos que ainda não cumpriram toda a pena, numa altura em que não existem praticamente casos de infecção por covid-19 no sistema prisional. O regime especial de perdão das penas, …