Aviões podem economizar combustível, tempo e reduzir emissões. O segredo é “surfar” no vento

As companhias aéreas poderiam economizar combustível, tempo e reduzir emissões ao redirecionar os voos transatlânticos e aproveitar melhor os ventos.

Uma equipa de investigadores da University of Reading, no Reino Unido, levou a cabo uma investigação que concluiu que os voos comerciais entre Nova Iorque (Estados Unidos) e Londres (Reino Unido), operados no inverno passado, poderiam ter usado até 16% menos combustível se tivessem aproveitado melhor os ventos.

Citada pelo SciTechDaily, a investigadora Cathie Wells explicou que as atuais trajetórias de voo transatlânticas fazem com que as aeronaves queimem mais combustível e emitam mais dióxido de carbono do que o necessário.

“Apesar de os ventos serem levados em consideração, a redução do custo total de operação do voo recebe atualmente uma prioridade mais alta do que minimizar o consumo de combustível e a poluição”, acrescentou.

No futuro, os novos satélites vão permitir que este tipo de voos sejam rastreados com uma maior precisão, uma oportunidade para abrir a porta à flexibilização das trajetórias para que sigam os ventos favoráveis e evitem os ventos contrários.

Esta técnica vai oferecer ao setor da aviação uma forma mais barata e imediata de reduzir as emissões do que através de avanços na tecnologia.

“Atualizar para aeronaves mais eficientes ou mudar para biocombustíveis ou baterias pode reduzir as emissões, mas é caro e pode demorar várias décadas. Ajustes simples nas rotas de voo são muito mais baratas e podem oferecer benefícios imediatos“, disse Paul Williams, cientista atmosférico e co-autor do estudo, publicado no dia 26 de janeiro na Environmental Research Letters.

A investigação analisou cerca de 35 mil voos em ambas as direções entre Nova Iorque e Londres, de 1 de dezembro de 2019 a 29 de fevereiro de 2020. A equipa comparou o combustível usado durante esses voos com a rota mais rápida que teria sido possível no momento, voando nas (ou à volta) das correntes de ar do jato para leste.

Os cientistas descobriram que tirar melhor proveito dos ventos teria economizado, em média, cerca de 200 quilómetros de combustível por voo. Além disso, teria sido possível reduzir as emissões de dióxido de carbono durante o período de inverno num total de 6,7 milhões de quilogramas.

Atualmente, o setor da aviação é responsável por cerca de 2,4% de todas as emissões de carbono causadas pelo Homem, e o número está a crescer.

Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Contra tudo e contra todos". Moedas fez história em Lisboa

O cabeça de lista da coligação PSD/CDS-PP/MPT/PPM/Aliança à Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, afirmou hoje ter vencido “contra tudo e contra todos”, porque “a democracia não tem dono”, agradeceu o “voto de confiança” e comprometeu-se …

Ventura admite que “vitória não foi total” ao falhar objetivo de ficar em terceiro

O líder do Chega admitiu hoje que a “vitória não foi total” nas autárquicas de domingo, ao falhar o objetivo de ser a terceira força política, mas defendeu que se “fez história” em Portugal, recusando …

Liveblog Autárquicas. Carlos Moedas ganha Lisboa

Realizam-se este domingo Eleições Autárquicas em Portugal, nas quais está em jogo a eleição de 308 presidentes de câmaras municipais, os seus vereadores e assembleias municipais, bem como 3091 assembleias de freguesia. Acompanhe tudo no …

Contra a "vigarice" das sondagens, "o PSD teve um excelente resultado"

O PSD conseguiu todos os objectivos a que se propôs nestas eleições autárquicas, segundo Rui Rio. O presidente do PSD considera que o partido teve "um excelente resultado" contra a "vigarice" das sondagens e "contra …

Medina assume derrota em Lisboa. "É uma indiscutível vitória de Carlos Moedas"

Fernando Medina acaba de assumir a derrota nas eleições autárquicas, felicitando Carlos Moedas pela vitória na Câmara de Lisboa. "É uma indiscutível vitória pessoal e política de Carlos Moedas", sublinha Medina. "Foi um privilégio servir esta …

Costa: "PS continua a ser o maior partido autárquico nacional"

António Costa canta vitória nas eleições autárquicas, apesar de ainda não se conhecerem os resultados finais de Lisboa, Sintra e Loures. Para o secretário-geral socialista, não há dúvida de que o "PS continua a ser …

O "primeiro amarelo" para Costa e o "CDS superou todos os objectivos"

"O CDS superou todos os objectivos a que se propôs nestas autárquicas". É assim que Francisco Rodrigues dos Santos, líder do CDS-PP, canta vitória, considerando que António Costa "viu o seu primeiro cartão amarelo". Na reacção …

Pegadas provam que as Américas foram povoadas milhares de anos antes do que pensávamos

Investigadores descobriram evidências da presença de humanos nas Américas: pegadas com, pelo menos, cerca de 23.000 anos. A nossa espécie começou a migrar para fora de África há cerca de 100.000 anos. Além da Antártida, as …

Jerónimo assume que CDU ficou "aquém", mas não é "determinante para a política nacional"

Jerónimo de Sousa reconhece que os resultados da CDU, nas eleições autárquicas, ficaram "aquém" dos objectivos, mas alerta que não são "determinantes para a política nacional" e rejeita a hipótese de deixar a liderança do …

Geringonça à direita... ou à esquerda? Com Moedas e Medina taco a taco, IL e Bloco entram em jogo

Freguesia a freguesia, eis como Fernando Medina e Carlos Moedas estão a disputar a eleição para a Câmara de Lisboa. As sondagens dão um empate técnico e a Iniciativa Liberal já manifestou que está disponível …