Avião de carga russo cai na Síria e faz 32 mortos

aviamarkin / Flickr

Um avião de carga An-26

As autoridades russas anunciaram, esta terça-feira, a morte de 32 pessoas que seguiam a bordo de um avião de carga que se despenhou a 500 metros da pista de aterragem da base aérea da Rússia na Síria.

De acordo com o Ministério da Defesa da Rússia, o An-26, com 26 passageiros a bordo e seis tripulantes, despenhou-se a 500 metros da pista de aterragem e descolagem da base aérea de Hmeimim.

A Rússia, país aliado do Presidente da Síria, Bashar Al-Assad, utiliza esta base militar no país, que se situa perto da cidade síria de Latakia e próximo da costa do Mediterrâneo.

Segundo as autoridades russas, citadas pela BBC, a aeronave não se incendiou e os dados preliminares indicam que se tenha tratado de um erro técnico.

Já foi aberta uma investigação para apurar as causas exatas do acidente.

Este incidente acontece uma semana depois de outras aeronaves russas terem ficado danificadas depois de um ataque dos rebeldes à base aérea, recorda a emissora britânica.

A Rússia é acusada de matar muitos civis inocentes com os seus bombardeamentos, mas o país nega sempre essas acusações, dizendo que só ataca apenas alvos de combatentes, cuja localização foi confirmada.

Esta terça-feira, a ONU responsabilizou, pela primeira vez, este país aliado de Assad pela morte de civis na Síria. Os investigadores disseram que um avião russo foi aparentemente responsável por um bombardeamento, em novembro, em Idlib, que matou 84 pessoas e deixou outras 150 feridas.

O relatório, publicado pela Comissão de Inquérito da ONU sobre a Síria, refere que aquele ataque em novembro à área densamente povoada, envolvendo armas não guiadas, “pode constituir um crime de guerra de lançamento de ataque indiscriminado que resultou na morte e ferimentos de civis”.

Num anexo ao relatório, os investigadores dão algumas informações sobre a ofensiva governamental em curso contra o enclave rebelde de Ghouta oriental, nos arredores de Damasco, lançada a 18 de fevereiro.

Indicam que o ataque à região tem sido marcado por prováveis crimes de guerra, que incluem “o uso de armas proibidas, o ataque contra civis, a fome como estratégia de guerra (…) e a habitual recusa de retirada de doentes”.

Segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, 724 civis foram mortos na região de Ghouta oriental, entre os quais 170 crianças, desde 18 de fevereiro.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Empresa que facturou 16 milhões tem sede num casebre sem luz

Uma empresa que facturou 16 milhões de euros em 2012 tem como sede uma casa em ruínas, sem electricidade e quase sem janelas, em Mira. Suspeita-se da ligação a uma fraude fiscal com a exportação …

Bruno de Carvalho suspeito de tirar meio milhão de euros ao Sporting

Duas avultadas transferências de dinheiro, que saíram do Sporting a 24 de junho, estão sob suspeita. Estão em causa cerca de meio milhão de euros que terão sido pagos a duas construtoras. Não se sabe exatamente …

Voyager 2 da NASA já entrou no espaço interestelar

Pela segunda vez na história, um objeto feito pelo homem alcançou o espaço entre as estrelas. A sonda Voyager 2 da NASA saiu da heliosfera - a bolha protetora de partículas e campos magnéticos criada …

Bombeiros não informaram Proteção Civil de 50% das ocorrências

O corte de relações entre os bombeiros voluntários e a Proteção Civil está a fazer-se sentir. Os bombeiros não informaram a Proteção Civil de 50% das ocorrências no país. A Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) …

Funcionários públicos que continuem no ativo depois dos 70 não vão perder dinheiro

Os trabalhadores da Função Pública com mais de 70 anos que queiram continuar a trabalhar e, que para isso tenham a autorização do Estado, vão passar a receber, além do salário a que têm direito, …

Viagens podem obrigar deputados a entregar novas declarações de rendimentos

Os deputados podem ter de alterar as declarações de rendimentos para incluírem o reembolso das despesas de transporte como “rendimentos do trabalho”. A notícia foi avançada esta manhã pelo Diário de Notícias e surge depois de, …

Portugal já não deve ao FMI. Pagamento antecipado poupa 100 milhões de euros

O ministro das Finanças, Mário Centeno, anunciou que Portugal concretiza esta segunda-feira o pagamento do total da dívida ao Fundo Monetário Internacional (FMI), com a liquidação de 4,7 mil milhões de euros. Numa conferência de imprensa …

37% dos portugueses rezam diariamente. Somos o 9º país mais religioso da Europa

Portugal é um dos países mais religiosos da Europa, ocupando a nona posição, à frente de Itália (13.º) e de Espanha (16.º), com 44% da população a afirmar a sua crença absoluta em Deus. Estes dados …

Rui Rio acusa Governo de discriminação salarial

O presidente do PSD, Rui Rio, disse esta segunda-feira não compreender a proposta do Governo, que determina um salário mínimo diferente para o público e para o privado, defendendo que não deve haver discriminações. "Não compreendo. …

China e EUA discutem calendário de negociações para acabar com guerra comercial

O breve comunicado de Pequim indica que foi discutido "o calendário das próximas consultas económicas e comerciais", sem precisar, no entanto, onde e quando terão lugar. Negociadores chineses e norte-americanos discutiram por telefone um calendário de …