Avião que se despenhou no Afeganistão é dos EUA. Talibãs asseguram que foi “taticamente abatido”

(dr) Bart Hoekstra / AirHistory.net

Bombardier E-11A da Força Aérea dos EUA

O Pentágono confirmou esta segunda-feira a queda de um avião militar norte-americano no Afeganistão mas referindo não possuir indicações de que tenha sido atingido por disparos inimigos. Já os talibãs asseguram que foi “taticamente abatido”.

“Um Bombardier E-11A americano despenhou-se hoje na província de Ghanzi, no Afeganistão”, referiu em mensagem no Twitter o porta-voz das forças militares norte-americanas no Afeganistão, coronel Sonny Leggett.

O E-11A é um aparelho de apoio aos drones de reconhecimento, equipado com material de comunicações muito dispendioso. “Está em curso um inquérito sobre as causas do acidente, mas não existe qualquer indicação que tenha sido provocado por tiro inimigo”, acrescentou. Leggett disse ainda que serão fornecidas mais informações assim que possível, não falando em vítimas.

Anteriormente, os talibãs tinham anunciado que se tratava de um avião militar. O avião que caiu no leste do Afeganistão pertenceria às Forças Armadas dos Estados Unidos, afirmou o porta-voz do Talibã, Zabihula Mujahid. “Um avião especial dos ocupantes americanos caiu na província de Ghazni”, declarou o porta-voz em comunicado, acrescentando que toda a tripulação morreu.

Um porta-voz do ministério afegão da Defesa, Rohullah Ahmadzai, declarou, por sua vez, em declarações à AFP que a aeronave não pertence às forças afegãs. Em declarações à CBS, Aref Noori afirmou que foram encontrados os corpos de dois pilotos e que o avião ficou completamente destruído.

O avião despenhou-se na província de Ghazni, no leste do Afeganistão, numa zona controlada por talibãs. O número de pessoas que seguiam a bordo não está confirmado.

Uma das informações avançadas apontavam para um avião da Ariana Afghan Airlines, mas esta informação foi corrigida pela própria companhia. Além disso, avançou-se que o avião era comercial, pertencia à fabricante Boeing, sendo um Boeing 737-400 com quase 30 anos, e tinha 83 pessoas a bordo.

A província montanhosa de Ghazni fica no sopé das montanhas Hindu Kush e é muito fria no inverno. O último grande acidente aéreo comercial no Afeganistão ocorreu em 2005, quando um voo da Kam Air do oeste de Herat para a capital Cabul colidiu com as montanhas enquanto tentava pousar com tempo nevoso.

Na guerra de 19 anos, houve uma série de acidentes mortais de aeronaves militares. Um dos mais espetaculares ocorreu em 2013, quando um jato de carga americano Boeing 747 caiu logo após a descolagem da base aérea de Bagram, ao norte de Cabul, a caminho de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Todos os sete membros da tripulação foram mortos.

ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Caro Zap,
    apesar de ser uma notícia com algum e relevante interesse, devo confessar que não passei do segundo parágrafo: desde quando é que o avião em questão, até demonstrado com uma fotografia é um bombardeiro?
    Um bombardeiro não é de todo o que está na fotografia nem tampouco ao qual a notícia (original) se refere.
    O avião em questão é sim, um Bombardier. Bombardier é uma empresa do Canadá (salvo erro) e não um bombardeiro…
    Quem está na vossa redacção não lê nem faz uma revisão do que publica, antes de o efectivamente o fazer?
    Não há ninguém que reveja o que é escrito?
    No meio de tanta notícia, um ou outro erro gramatical é natural que ocorra, mas daí existirem os revisores. Agora traduções via copia/cola chegam a ser ridículas e não abonam nada em vosso favor.

    Votos de boas notícias.
    Ramalho Orlando

  2. Afinal, foi um avião militar de apoio aos drones ou foi um avião comercial da Boeing com 83 passageiros? Pode esclarecer melhor?

    • Caro leitor,
      Inicialmente, foi noticiado, de facto, que era um avião comercial da fabricante Boeing que levava 83 pessoas a bordo. Porém, os EUA confirmaram que era um dos seus aviões militares. Ainda não há informações sobre as vítimas.

    • Pouco importa. O que nos chega em formato de notícia é de tão pouca fiabilidade que eu já nem considero as notícias como tal.
      Faz tudo parte do ‘show’ que tem por último objectivo confundir-nos e deixar-nos desconfiados.
      Isto beneficia aqueles que têm os meios para um dia conduzirem a nossa opinião (pública) com garantias de fiabilidade (tão fiáveis como as outras), e conseguir ‘implantar’ certas ideias e levar a ‘água ao moinho’ que lhes convém.
      (É. É isso mesmo. O maluquinho das teorias de conspiração)

Cabrita mantém auditoria sobre falhas na GNR e PSP em segredo

A auditoria "Cartografia de Risco", feita pela Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) que detetou falhas na formação e organização na GNR e na PSP, continua em segredo no gabinete do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita. Em …

Assassino publicou áudio a dizer que "vingou o profeta". Pai de aluna e dois menores podem ter sido cúmplices

O assassino do professor francês que mostrou caricaturas de Maomé numa aula divulgou uma mensagem de áudio nas redes sociais em que dizia ter vingado o profeta, após publicar uma fotografia da sua vítima, avança …

Avanços e ajustamentos em pezinhos de lã. Sem certezas, Governo tenta aproximar-se à esquerda

A tensão entre o PS e a esquerda já dura há duas semanas. O Governo já fez algumas cedências em troca do "sim" dos parceiros, mas falta a análise que tarda em chegar. Fonte do Governo …

"Bazuca" dá mais mil milhões para "revolução" nos transportes de Lisboa e Porto

O ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, diz que estamos perante uma "revolução" que vai mudar muito a circulação das pessoas em Lisboa e no Porto. O dinheiro vindo da União …

"Médicos pela Verdade". Ordem abre processo contra movimento que desvaloriza gravidade da covid-19

A Ordem dos Médicos abriu processos disciplinares a 7 médicos do movimento Médicos pela Verdade, grupo que desvaloriza a gravidade da covid-19 e se mostra contra o uso generalizado de máscaras e de testes de …

"Esta é a crise das nossas vidas". Vieira da Silva diz que chumbo do OE seria "dificilmente compreensível"

O ex-ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José António Vieira da Silva, elogiou, em entrevista ao jornal ECO, a proposta para Orçamento de Estado para 2021 (OE2021) e disse que seria "estranho" que não …

Podemos acusado de financiamento irregular, crime eleitoral e falsificação de documentos

O partido espanhol Podemos é acusado de financiamento irregular, crime eleitoral e falsificação de documentos comerciais. A acusação consta num despacho do juiz de instrução Juan José Escalonilla, datado de 10 de setembro, ao qual a …

Shakhtar derrota Real Madrid. Em Espanha, comparam Zidane a Lopetegui

O Shakhtar Donetsk, treinado pelo português Luís Castro, surpreendeu e venceu o Real Madrid, por 2-3, no arranque da fase de grupos da Liga dos Campeões. Os ucranianos chegaram a estar a vencer por três …

Se OE for chumbado, portugueses acreditam que a culpa é da esquerda

Se o Orçamento do Estado para 2021 for chumbado, os portugueses acreditam que a esquerda terá responsabilidades, segundo uma sondagem da Intercampus. De acordo com a sondagem da Intercampus para o Jornal de Negócios, CM e …

Em Itália, a pandemia volta a estar "fora de controlo". Recolher obrigatório começa hoje

Itália teve ontem o maior número diário de novos casos de infeção registado no país desde o início da pandemia do novo coronavírus, totalizando 15.199, além de 127 mortes nas últimas 24 horas, valor que …