Avião que se despenhou no Afeganistão é dos EUA. Talibãs asseguram que foi “taticamente abatido”

(dr) Bart Hoekstra / AirHistory.net

Bombardier E-11A da Força Aérea dos EUA

O Pentágono confirmou esta segunda-feira a queda de um avião militar norte-americano no Afeganistão mas referindo não possuir indicações de que tenha sido atingido por disparos inimigos. Já os talibãs asseguram que foi “taticamente abatido”.

“Um Bombardier E-11A americano despenhou-se hoje na província de Ghanzi, no Afeganistão”, referiu em mensagem no Twitter o porta-voz das forças militares norte-americanas no Afeganistão, coronel Sonny Leggett.

O E-11A é um aparelho de apoio aos drones de reconhecimento, equipado com material de comunicações muito dispendioso. “Está em curso um inquérito sobre as causas do acidente, mas não existe qualquer indicação que tenha sido provocado por tiro inimigo”, acrescentou. Leggett disse ainda que serão fornecidas mais informações assim que possível, não falando em vítimas.

Anteriormente, os talibãs tinham anunciado que se tratava de um avião militar. O avião que caiu no leste do Afeganistão pertenceria às Forças Armadas dos Estados Unidos, afirmou o porta-voz do Talibã, Zabihula Mujahid. “Um avião especial dos ocupantes americanos caiu na província de Ghazni”, declarou o porta-voz em comunicado, acrescentando que toda a tripulação morreu.

Um porta-voz do ministério afegão da Defesa, Rohullah Ahmadzai, declarou, por sua vez, em declarações à AFP que a aeronave não pertence às forças afegãs. Em declarações à CBS, Aref Noori afirmou que foram encontrados os corpos de dois pilotos e que o avião ficou completamente destruído.

O avião despenhou-se na província de Ghazni, no leste do Afeganistão, numa zona controlada por talibãs. O número de pessoas que seguiam a bordo não está confirmado.

Uma das informações avançadas apontavam para um avião da Ariana Afghan Airlines, mas esta informação foi corrigida pela própria companhia. Além disso, avançou-se que o avião era comercial, pertencia à fabricante Boeing, sendo um Boeing 737-400 com quase 30 anos, e tinha 83 pessoas a bordo.

A província montanhosa de Ghazni fica no sopé das montanhas Hindu Kush e é muito fria no inverno. O último grande acidente aéreo comercial no Afeganistão ocorreu em 2005, quando um voo da Kam Air do oeste de Herat para a capital Cabul colidiu com as montanhas enquanto tentava pousar com tempo nevoso.

Na guerra de 19 anos, houve uma série de acidentes mortais de aeronaves militares. Um dos mais espetaculares ocorreu em 2013, quando um jato de carga americano Boeing 747 caiu logo após a descolagem da base aérea de Bagram, ao norte de Cabul, a caminho de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Todos os sete membros da tripulação foram mortos.

ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Caro Zap,
    apesar de ser uma notícia com algum e relevante interesse, devo confessar que não passei do segundo parágrafo: desde quando é que o avião em questão, até demonstrado com uma fotografia é um bombardeiro?
    Um bombardeiro não é de todo o que está na fotografia nem tampouco ao qual a notícia (original) se refere.
    O avião em questão é sim, um Bombardier. Bombardier é uma empresa do Canadá (salvo erro) e não um bombardeiro…
    Quem está na vossa redacção não lê nem faz uma revisão do que publica, antes de o efectivamente o fazer?
    Não há ninguém que reveja o que é escrito?
    No meio de tanta notícia, um ou outro erro gramatical é natural que ocorra, mas daí existirem os revisores. Agora traduções via copia/cola chegam a ser ridículas e não abonam nada em vosso favor.

    Votos de boas notícias.
    Ramalho Orlando

  2. Afinal, foi um avião militar de apoio aos drones ou foi um avião comercial da Boeing com 83 passageiros? Pode esclarecer melhor?

    • Caro leitor,
      Inicialmente, foi noticiado, de facto, que era um avião comercial da fabricante Boeing que levava 83 pessoas a bordo. Porém, os EUA confirmaram que era um dos seus aviões militares. Ainda não há informações sobre as vítimas.

    • Pouco importa. O que nos chega em formato de notícia é de tão pouca fiabilidade que eu já nem considero as notícias como tal.
      Faz tudo parte do ‘show’ que tem por último objectivo confundir-nos e deixar-nos desconfiados.
      Isto beneficia aqueles que têm os meios para um dia conduzirem a nossa opinião (pública) com garantias de fiabilidade (tão fiáveis como as outras), e conseguir ‘implantar’ certas ideias e levar a ‘água ao moinho’ que lhes convém.
      (É. É isso mesmo. O maluquinho das teorias de conspiração)

Encontrado no fundo do mar um organismo "sobrenatural" tão grande como um prédio de 11 andares

Uma equipa de investigadores capturaram imagens de um organismo "sobrenatural" nas águas da costa da Austrália Ocidental. Uma equipa a bordo de RV Falkor, o navio de investigação principal do Schmidt Ocean Institute, localizou o organismo, …

Há 1.400 anos, uma estranha luz vermelha apareceu no Japão (e já sabemos o que era)

O registo mais antigo de um fenómeno astronómico observado no Japão deixou uma marca importante na história japonesa e na literatura clássica. O fenómeno data de 30 de dezembro de 620 e há séculos que …

Cientistas convertem água em combustível solar

Uma equipa de investigadores britânicos usou uma metodologia única que permite transformar água em combustível solar, que pode ser uma solução para energia renovável. Esta metodologia única utilizada por uma equipa de cientistas da Universidade de …

"Em Casa d’Amália": RTP comemora cententário da fadista

A Fundação Amália Rodrigues junta-se à RTP para assinalar o centenário da fadista. O programa Em Casa d’Amália tem estreia marcada para a próxima sexta-feira (10) e reúne várias figuras da música portuguesa da atualidade. O …

Desapareceram 21 milhões de números de telefone na China. Mas o mistério foi resolvido

O porta-voz de uma das três maiores operadoras chinesas confirmou o desaparecimento dos utilizadores, mas deu uma explicação para este mistério. Nos últimos dias, surgiram vários relatos de notícias que davam conta de que, entre janeiro …

Mercadona doa 20 mil quilos de chocolate aos profissionais de saúde e aos mais carenciados

A Mercadona anunciou, esta quarta-feira, a doação de 20 mil quilos de chocolate ao Banco Alimentar Contra a Fome do Porto. O objetivo é proporcionar uma Páscoa mais doce aos mais carenciados e aos que …

"Paciente 1" em Itália recupera (e dá as boas-vindas a Giulia, a sua filha recém-nascida)

Giulia, a filha recém-nascida do "paciente 1" de Itália, veio para trazer alguma esperança ao país, em plena pandemia de covid-19. Mattia, de 38 anos, foi internado no dia 20 de fevereiro no hospital de Codogno, …

Investigadores transformaram o coronavírus em música (e já o podemos ouvir)

Uma equipa de investigadores do Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT) conseguiu transformar em som a estrutura da proteína spike, que permite que o novo coronavírus adira às células para infetá-las. Até agora, já pudemos ver …

Autoeuropa quer recorrer ao lay-off (e retomar produção a 20 de abril)

A administração da Autoeuropa quer promover um regresso gradual ao trabalho a partir de 20 de abril, pretendendo recorrer ao lay-off simplificado para os trabalhadores que não regressem ao trabalho nessa data. “O regresso ao trabalho …

Ex-mulher de astronauta acusada de mentir sobre o "primeiro crime espacial"

A ex-mulher da astronauta da NASA Anne McClain, Summer Worden, foi acusada formalmente de mentir sobre o "crime espacial" que McClain terá cometido. Em agosto de 2019, o jornal norte-americano The New York Times noticiou que …