/

O aumento do nível da água do mar está a acelerar (e pode triplicar até 2100)

Mark Garten / UN Photo

Icebergs em Ilulissat Icefjord, Gronelândia

De ano para ano, o nível da água do mar aumenta. Um novo estudo, baseado em 25 anos de dados de satélite, sustenta o ritmo crescente da acelerada elevação do nível dos oceanos.

O aumento global do nível das águas do mar não está a avançar a um ritmo constante. Em vez disso, a cada ano, o aumento do nível dos oceanos acelera.

A taxa anual de crescimento do nível das águas do mar – cerca de três milímetros por ano – poderia triplicar, mais de 10 milímetros por ano até 2100. Esta é a conclusão de um estudo, que tem por base a análise de 25 anos de dados de satélite, publicado recentemente na Proceedings of the National Academy of Sciences.

O estudo determina também que, caso o ritmo atual se mantenha, os oceanos podem estar, em média, 66 centímetros mais elevados até ao final do século dentro das estimativas da União Europeia, podendo causar sérias complicações para as cidades costeiras.

“Esta aceleração, impulsionada em grande parte pelo degelo acelerado da Gronelândia e na Antártida, tem o potencial de duplicar a subida do nível da água do mar em 2100, em comparação com as projeções que supõem uma taxa constante: para mais de 60 centímetros, em vez de 30”, disse Steve Nerem, autor principal do estudo.

Baseado em 25 anos de dados de satélites, os resultados do estudo foram “de acordo com as projeções do 5º Relatório de Avaliação do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas”.

O aumento do nível dos oceanos é causado tanto por fenómenos naturais, que aumentam ou diminuem o nível da água de ano para ano, como por tendências de longo prazo relacionadas com as mudanças climáticas provocadas pelo Homem.

De acordo com o DW, as mudanças climáticas influenciam o aumento do nível da água do mar de duas formas distintas. Primeiro, as maiores concentrações de gases do efeito estufa na atmosfera aumentam a temperatura da água. Por sua vez, a água depois de aquecida, expande-se.

Essa “expansão térmica” dos oceanos já contribuiu para cerca de metade dos sete centímetros de aumento médio global dos oceanos dos últimos 25 anos, explicou Nerem, professor de Engenharia Aeroespacial na Universidade do Colorado Boulder.

Em segundo lugar, o derretimento acelerado de gelo nos polos também contribui para o aumento do nível das águas do mar, tendo sido esse o fator que mais contribuiu para impulsionar este ritmo de aceleração.

“Esse estudo destaca o papel importante que os registos de satélites podem ter para validar projeções do modelo climático”, disse o coautor John Fasullo, cientista climático do Centro Nacional para Pesquisa Atmosférica.

Foi no século XX que o nível das águas do mar começou a aumentar, tendo o ritmo acelerado devido ao aquecimento global causado pelas emissões de gases de efeito estufa.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.