Jane Fonda entre os 16 detidos em protesto pelo clima em Washington

A actriz Jane Fonda, de 82 anos, foi detida esta sexta-feira nas escadas do Congresso dos Estados Unidos, juntamente com um grupo de manifestantes que exigia mais ação do Governo na luta contra as alterações climáticas.

“Vou usar o meu corpo, que é agora de alguma forma famoso e popular pela série que vou fazer no Distrito de Colúmbia, e vamos fazer uma manifestação todas as sextas-feiras”, disse a atriz e activista ao jornal Washington Post.

Na rede social Twitter, foi partilhado um vídeo onde é possível ver a atriz a ser algemada e escoltada para um carro da polícia local.

Uma dezena de pessoas juntou-se na sexta-feira na escadaria do Congresso, em Washington, com cartazes sobre as alterações climáticas, desafiando a polícia que os mandou sair do local.

Jane Fonda, que foi a terceira pessoa a ser algemada e detida, prometeu que continuará os protestos durante as próximas 14 semanas, o tempo que vai estar na capital dos Estados Unidos para a produção da série Grace & Frankie, da Netflix. “Vamos incorrer em desobediência civil e vamos ser presos a cada sexta-feira”, disse Jane Fonda ao jornal.

A polícia do Congresso disse que tinha detido 16 pessoas por causa de uma “manifestação ilegal do lado Este do Capitólio”. A porta-voz, Eva Malecki, disse que os detidos serão acusados de perturbar e obstruir o acesso ao Congresso.

Em 1972, durante a guerra do Vietname, Fonda visitou Hanói e deixou-se fotografar sentada numa peça de artilharia antiaérea vietnamita. Anos mais tarde, considerou a acção um erro.

Nas declarações ao jornal disse que para o protesto se inspirou na jovem ambientalista Greta Thunberg, que no ano passado iniciou sozinha uma greve às aulas todas as sextas-feiras, em protesto pela inacção dos políticos face às alterações climáticas. Greta tem hoje milhões de seguidores em todo o mundo.

“Greta disse que temos que actuar como se a casa estivesse a arder. Chamarei a estes protestos o simulacro de incêndio das sextas-feiras”, comentou Jane Fonda. “Vocês não vêem, mas eu tenho uma armadura que me protege. Tenho 82 anos. Não há nada que possam fazer-me. Não importa o que façam”.

A campanha “simulacro de incêndio das sextas-feiras” anunciou num comunicado que os protestos vão continuar pelo menos até meados de janeiro e que a eles se juntarão “celebridades científicas, economistas e pessoas das comunidades afectadas”.

Jane Fonda é uma atriz, escritora e ativista norte-americana, filha do ator Henry Fonda. No cinema recebeu dezenas de prémios, incluindo dois Óscares de melhor atriz.

ZAP // Lusa

 

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. O que as pessoas fazem por 15 minutos de fama. Isto parece mais um gole de relações públicas do que outra coisas.

    Se infrigem a lei a mesma deve ser aplicada como com qualquer pessoa. Simples!

  2. mais uma hipócrita à procura de uns segundos de fama que já lhe vai escapando.

    mas como ela, há bastantes mais, como o cromo do DiCaprio e amigos.

RESPONDER

Sarkozy acusado de "associação criminosa". Investigação sobre ligações à Líbia continua

Nicolas Sarkozy, o antigo Presidente francês, está a ser acusado de "associação criminosa" como parte de uma investigação sobre o financiamento da sua campanha presidencial de 2007, particularmente acerca dos seus alegados vínculos com o …

A última década foi a mais quente do Oceano Atlântico em três milénios

A última década foi a mais quente do Oceano Atlântico em quase três milénios, aponta uma nova investigação da Universidade de Massachusetts em Amherst, nos Estados Unidos, e da Universidade de Quebec, no Canadá. As …

NASA apresenta rover "transformer" que vai explorar os penhascos íngremes de Marte

A NASA acaba de apresentar um rover de quatro rodas, denominado DuAxel, que se pode dividir em dois rovers de duas rodas separados. O robô foi projetado para, um dia, explorar alguns dos terrenos mais …

Veneno de vespa pode ter muito "potencial" na composição de antibióticos

Com o passar dos anos, a população começa a ficar mais resistente a certos medicamentos e estes deixam de fazer efeito. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu novas moléculas anti-microbianas a partir do veneno de …

"Ou és infetado ou morres de fome". Trabalhadores da Amazon nas Filipinas denunciam condições precárias

Trabalhadores contratados pela empresa de segurança Ring da Amazon que trabalham em call centers nas Filipinas denunciam condições de trabalho que dizem ser precárias, mostrando-se ainda mais preocupados com a situação por causa da pandemia …

"Momento muito duro". André Almeida sofreu rotura de ligamentos e arrisca paragem longa

O futebolista internacional português André Almeida sofreu uma entorse do joelho direito, que resultou numa “rotura do ligamento cruzado anterior e do ligamento lateral interno”, informou esta segunda-feira o Benfica. O lateral dos encarnados saiu aos …

Apoio à retoma. Empresas com perdas de 25% podem reduzir horário até 33% já esta terça-feira

Empregadores com quebra de faturação igual ou superior a 25% vão poder reduzir até 33% o horário dos trabalhadores, entre outubro e dezembro, segundo a alteração ao regime de retoma progressiva de empresas em crise. O …

Chega quer tornar voto obrigatório e sanções para quem não cumprir

O deputado único do Chega entregou uma nova proposta no âmbito do projeto de revisão constitucional do partido para tornar o voto obrigatório para todos os cidadãos que o possam exercer e sanções para quem …

A Alemanha quer tornar o teletrabalho um direito legal

O Governo alemão prepara-se para publicar um projeto de lei que dará aos trabalhadores do país o direito legar de trabalhar a partir de casa. A medida aplicar-se-á a todos as atividades laborais que possam …

Novo surto em lar de Beja e 90 alunos em isolamento em Famalicão

Um surto de covid-19 identificado no Lar de Idosos do Centro Paroquial e Social do Salvador, em Beja, já infetou 31 pessoas, sendo 24 utentes e sete funcionários, divulgou a Unidade Local de Saúde do …